Não sabe se vai receber o abono PIS/Pasep 2021? Veja como consultar pelo CPF

A consulta do abono PIS/Pasep 2021 pelo CPF pode ser realizada através dos aplicativos, sites das instituições pagadoras e também por ligação telefônica aos atendentes.

O abono salarial PIS/Pasep 2021 ainda não foi devidamente disponibilizado no país. A previsão é que o pagamento acontecesse no segundo semestre deste ano, mas o remanejamento orçamentário do Governo Federal causou um atraso no calendário. Desse modo, a previsão atual é que os pagamentos aconteçam em 2023, mas sem datas oficiais.

Leia também

Neste sentido, a consulta ficará disponível aos trabalhadores brasileiros quando houver disponibilização do abono. No entanto, os profissionais podem se antecipar e aprender como realizar esse procedimento, assim como se informar sobre as regras do benefício. Saiba mais a seguir:

Como consultar o abono PIS/Pasep 2021 pelo CPF?

abono pis pasep, abono pis pasep 2021
Foto: montagem / Pexels – Canva PRO

Os brasileiros podem consultar o abono PIS/Pasep por meio do telefone da Previdência Social, no número 135. Neste caso, a ligação é gratuita para quem utilizar o telefone fixo, mas o serviço fica disponível somente de segunda a sábado, entre 7h e 22h. No contato com o atendente, deve-se informar o CPF e o número do PIS para se informar.

A ligação pode ser realizada por meio da Central Alô Trabalho, criado pelo Ministério do Trabalho e da Previdência para atender os profissionais em suas demandas. Disponível no número 158, o horário de atendimento previsto é de segunda a sexta, entre 7h e 19h com atendentes especializados.

A consulta também pode ser realizada por meio dos aplicativos. Em primeiro lugar, pode-se acessar o número do PIS dentro de contratos registrados no aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, disponível para Android e iOS, ou pela plataforma do FGTS, igualmente disponível para Android e iOS.

A Caixa Econômica Federal oferece a consulta nos aplicativos do Caixa Tem e do Caixa Trabalhador. Nas plataformas, pode-se acessar tanto as informações sobre benefícios trabalhistas quanto contratos e direitos previstos. No caso dos aplicativos, é fundamental informar o CPF e o login cadastrado na plataforma, ou efetuar o cadastro.

Por fim, pode-se realizar a consulta no site da Caixa, indicando o CPF na plataforma. Posteriormente, o sistema emitirá os dados sobre número do PIS, tempo de inscrição no programa, como solicitar o benefício e o que se sabe a respeito do abono PIS/Pasep de 2021.

Como o PIS é pago pela Caixa Econômica e o Pasep é responsabilidade do Banco do Brasil, os profissionais do setor público e da iniciativa privada podem acessar os canais de atendimento de cada instituição. Por fim, os canais do Meu INSS e do Cnis oferecem métodos específicos de consultas do benefício.

Quais são as normas do abono PIS/Pasep 2021?

O abono salarial PIS/Pasep possui regras específicas para atender os trabalhadores considerados elegíveis ao benefício, pois calcula o pagamento com base no período de atuação no ano-base. Neste sentido, os profissionais devem:

  • Estar inscritos na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou no eSocial, sob responsabilidade do empregador;
  • Estar registrados no PIS/Pasep por um período mínimo de cinco anos;
  • Ter um período mínimo de atuação no ano-base de pagamento de 30 dias;
  • Ter sido remunerado com até dois salários mínimos, na média;
  • Não estar na categoria de empregado doméstico ou ser contratado por pessoa física.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio Brasil dobrado em dezembro: veja quem pode receber até R$ 1,2 mil

Auxílio Brasil dobrado em dezembro é uma possibilidade para pessoas que cumprirem regras específicas do programa.

BPC bloqueado ou suspenso? Saiba como reativar o benefício de R$ 1,2 mil

Falta de atualização cadastral é um dos principais motivos para o bloqueio do benefício, pago a um grupo específico de contribuintes previdenciários.

Aposentadoria: saiba quem tem direito ao adicional de 25% no valor

Alguns aposentados do INSS têm direito a receber um adicional de 25% no valor de seus benefícios mensais. Veja como funciona essa regra.

BPC: saiba se o benefício pode ser acumulado com aposentadoria

Por ter natureza assistencial, o BPC gera algumas dúvidas em seus beneficiários. Uma delas é se o benefício pode ser acumulado com aposentadoria. Se você também tem essa dúvida, confira neste texto a resposta.

Minha Casa Minha Vida: comissão aprova projeto para renegociação de dívidas

O objetivo do projeto é oferecer aos beneficiários a oportunidade de regularizar sua situação com descontos sobre multas e juros moratórios. Descubra neste texto o que falta para o projeto virar lei.

Salário-Maternidade Urbano do INSS: veja regras oficiais e como solicitar

Benefício é cedido a pessoas que precisam se afastar do trabalho ao completarem uma gestação e em outras situações como adoção, por exemplo.