É aposentado e ainda trabalha? Você poderá sacar o FGTS mensalmente

As regras do FGTS autorizam pessoas aposentadas que continuam trabalhando a sacar o FGTS mensalmente em situação específica.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do IBGE, mostrou que, até o final do mês de junho, o Brasil tinha mais de 32 milhões de pessoas acima de 60 anos. Dessas, mais de 7 milhões são aposentados que ainda trabalham e podem ser elegíveis para sacar o FGTS mensalmente.

Leia também

Pelas regras do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), quando uma pessoa solicita a aposentadoria, ela pode retirar o dinheiro guardado na conta. No entanto, essa autorização muda se, mesmo depois de aposentar, o trabalhador continua realizando atividade remunerada com carteira assinada.

Aposentado que trabalha pode sacar FGTS?

FGTS, saque FGTS, R$ 10 mil do FGTS, revisão do FGTS
Saque do FGTS. Foto: montagem / Pexels – Canva PRO

Uma pessoa que trabalha em determinada empresa e pede a aposentadoria tem direito aos valores do Fundo pelo sistema geral. Já quem recebe o benefício e continua na ativa precisa esperar o fim do contrato para obter os valores novamente. No entanto, existe uma forma para aposentado que trabalha sacar o FGTS mensalmente.

Isso pode acontecer se o funcionário se aposentar e se mantiver trabalhando na mesma empresa, ele passa a poder fazer retirada todos os meses. Ou seja, o patrão continua fazendo o recolhimento no Fundo de Garantia e, a partir da data da aposentadoria, o trabalhador pode resgatar o dinheiro depositado.

Porém, se a pessoa se aposentar e começar a trabalhar numa nova instituição, ela será submetida à regra do fim de contrato como os demais colegas. Para esses aposentados que ainda trabalham, também possível sacar o FGTS em casos de:

  • Financiamento de imóveis;
  • Doenças graves, como câncer ou HIV;
  • Desastres naturais ou calamidade pública;
  • Demissão sem justa causa, recebendo multa de 40% sobre o saldo do Fundo;
  • Ter idade igual a 70 anos ou mais.

É importante ressaltar que o aposentado que continua trabalhando de carteira assinada, como autônomo ou microempreendedor individual, além de poder sacar o FGTS deve cumprir com os mesmos deveres dos demais funcionários. Sendo assim, as contribuições mensais com o INSS serão mantidas.

FGTS também tem um saque anual

Caso o trabalhador aposentado iniciar um novo contrato poderá optar pela modalidade de aniversário. Essa permite que o beneficiário saque parte do saldo do FGTS uma vez por ano no mês do seu aniversário. Os valores ficam disponíveis por 90 dias. A próxima liberação de 2022 será para o mês de outubro.

Os interessados em fazer a retirada devem solicitar por meio o aplicativo do Fundo de Garantia. As quantias dependem do saldo existente na conta:

  • Saldo de até R$ 500: 50% do saldo total, sem adicional, totalizando até R$ 250;
  • Saldo entre R$ 500,01 e R$ 1.000: 40% do valor recolhido e adicional de R$ 50, totalizando até R$ 450;
  • Saldo entre R$ 1.000,01 e R$ 5.000: 30% do valor recolhido e adicional de R$ 150, totalizando até R$ 1.650;
  • Saldo entre R$ 5.000,01 e R$ 10.000: 20% do valor recolhido e adicional de R$ 650, totalizando até R$ 2.650;
  • Saldo entre R$ 10.000,01 e R$ 15.000: 15% do valor recolhido e adicional de R$ 1.150, totalizando até R$ 3.400;
  • Saldo entre R$ 15.000,01 e R$ 20.000: 10% do valor recolhido e adicional de R$ 1.900, totalizando até R$ 3.900;
  • Saldo acima de R$ 20.000: 5% do valor recolhido e parcela adicional de R$ 2,9 mil, totalizando no mínimo de R$ 3.900.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio Brasil dobrado em dezembro: veja quem pode receber até R$ 1,2 mil

Auxílio Brasil dobrado em dezembro é uma possibilidade para pessoas que cumprirem regras específicas do programa.

BPC bloqueado ou suspenso? Saiba como reativar o benefício de R$ 1,2 mil

Falta de atualização cadastral é um dos principais motivos para o bloqueio do benefício, pago a um grupo específico de contribuintes previdenciários.

Aposentadoria: saiba quem tem direito ao adicional de 25% no valor

Alguns aposentados do INSS têm direito a receber um adicional de 25% no valor de seus benefícios mensais. Veja como funciona essa regra.

BPC: saiba se o benefício pode ser acumulado com aposentadoria

Por ter natureza assistencial, o BPC gera algumas dúvidas em seus beneficiários. Uma delas é se o benefício pode ser acumulado com aposentadoria. Se você também tem essa dúvida, confira neste texto a resposta.

Minha Casa Minha Vida: comissão aprova projeto para renegociação de dívidas

O objetivo do projeto é oferecer aos beneficiários a oportunidade de regularizar sua situação com descontos sobre multas e juros moratórios. Descubra neste texto o que falta para o projeto virar lei.

Salário-Maternidade Urbano do INSS: veja regras oficiais e como solicitar

Benefício é cedido a pessoas que precisam se afastar do trabalho ao completarem uma gestação e em outras situações como adoção, por exemplo.