Quem pode receber a bolada de R$ 10 mil do FGTS? Entenda as regras

Revisão pode garantir, em média, pagamentos de R$ 10 mil do FGTS. Confira quem deverá ser beneficiado com a situação.

O Supremo Tribunal Federal (STF) está discutindo a possibilidade de revisão dos valores do FGTS. O debate se deve a ações abertas a pedido de trabalhadores que já estão na Justiça. Caso o STF decida a favor dos beneficiários, estima-se que R$ 10 mil do FGTS devam ser distribuídos, em média, por pessoa.

Vale lembrar que o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um direito de todo trabalhador com carteira assinada. Mensalmente, o empregador deposita uma porcentagem, prevista em lei, nas contas do fundo no nome do trabalhador.

O recurso vai acumulando e pode ser liberado em casos especiais como demissão sem justa causa, aposentadoria e compra do imóvel próprio. Nós listamos as possibilidades no final da matéria.

R$ 10 mil do FGTS: o que é a revisão

Revisão do FGTS: veja o que é, quem tem direito e se será paga em 2022
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO.

Anualmente, os valores do FGTS são corrigidos de acordo com a Taxa Referencial (TR). Segundo a Constituição, é determinado que a TR siga o índice da inflação. Entretanto, na prática, isso não acontece no FGTS.

Todos os trabalhadores de com carteira assinada a partir de 1999 deixaram de ter a TR com base na inflação. Assim, com o passar dos anos, milhares de reais deixaram de serem contabilizados. Existe uma estimativa de que, em média, esse valor chegue aos R$ 10 mil.

Com isso, alguns trabalhadores passaram a entrar na Justiça para pedir a sua revisão. As ações estão tramitando no Juizado Especial Federal, com o limite de pedido de 60 salários mínimos (cerca de R$ 72 mil).

R$ 10 mil do FGTS: FGTS deve votar sobre revisão

Por conta do número crescente de processos relacionados ao tema, o STF passou a discutir sobre o assunto da correção monetária do FGTS.

Se a decisão da corte for favorável aos trabalhadores, eles terão direito a receber a diferença que não foi paga, com correção da inflação. Inclusive, até mesmo o dinheiro que em algum momento foi sacado deverá ser revisto.

Já houve até mesmo uma identificação de inconstitucionalidade em não rever a TR. Por isso, há tendência de vitória dos trabalhadores. Ainda não há previsão, no entanto, de quando sairá a decisão do FGTS. Como a corte possui diversos assuntos considerados urgentes, outras votações podem acabar ocorrendo antes.

Todavia, existe uma expectativa de que, nos próximos anos, haja uma resposta sobre o assunto. Enquanto isso, como informado, muitos trabalhadores estão entrando na Justiça para ter direito aos seus valores.

FGTS: quando é possível fazer o saque do fundo

A liberação dos recursos do FGTS pode ser feita no app do fundo (Android e iOS) ou em uma agência da Caixa. Veja quais situações permitem o saque do FGTS:

  • Trabalhador demitido sem justa causa;
  • Pessoa com 70 anos ou mais ou quem aposentou;
  • Fim do contrato de trabalho ou suspensão de trabalho avulso;
  • Casos nos quais haja a rescisão contratual por força maior ou culpa recíproca;
  • Pessoa que more em local onde foi declarado estado de calamidade por desastre natural;
  • Trabalhador com doença grave, conforme previsto em lei;
  • Pessoa que esteja sem trabalhar com carteira assinada há, no mínimo, três anos (fora do regime do FGTS);
  • Quem for comprar a casa própria (liquidação, prestação ou amortização);
  • Trabalhador que seja dono da conta e que faleceu (herdeiro legal pode sacar).

Além das opções citadas anteriormente, ainda há o saque-aniversário, que permite saques anuais no mês de nascimento do trabalhador. O pedido pode ser feito no aplicativo do FGTS (Android e iOS).

Leia também


você pode gostar também

Auxílio de R$ 3 mil será pago AINDA em setembro; veja público atendido

Cerca de 154,6 mil caminhoneiros fizeram o registro e, se atenderem aos requisitos do benefício, receberão o valor acumulado e retroativo.

Pente-fino do Auxílio Brasil: quem pode perder o benefício em outubro?

Famílias com dados desatualizados ou inconsistentes podem ser excluídas do Auxílio Brasil após pente-fino do Ministério da Cidadania.

Auxílio-inclusão de R$ 606: governo confirma NOVOS beneficiários

Autorização do Ministério do Trabalho permite que mais pessoas tenham direito ao auxílio-inclusão de R$ 606. Novos beneficiários podem pedir os valores pela internet.

CadÚnico tem direito ao Kit Antena Digital; saiba com obter o equipamento

O Kit Antena Digital é um direito de todas as famílias cadastradas no CadÚnico, que tenham uma antena parabólica da versão antiga.

BPC: qual é o período máximo para análise e concessão de R$ 1,2 MIL?

O período máximo para análise e concessão dos pagamentos mensais do BPC por parte do INSS foi atualizado em junho deste ano, a partir do acordo feito com o STF.

Trabalhou entre 1971 e 1988? Bolada do PIS/Pasep está disponível para saque

De acordo com a Caixa Econômica Federal, a bolada do PIS/Pasep totaliza R$ 24,6 bilhões em recursos destinados para quem trabalhou entre 1971 e 1988.