Aplicativo do FGTS libera resgate das cotas PIS/Pasep; veja como funciona

O total de R$ 24,6 bilhões está disponível para todos os trabalhadores da iniciativa privada ou servidores públicos que trabalharam entre os anos de 1971 e 1988.

Os trabalhadores beneficiados pelas cotas PIS/Pasep já podem consultar e solicitar o saque destes valores. A informação foi liberada pela Caixa Econômica Federal na última quinta-feira (25), e o processo está disponível por meio do aplicativo do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Leia também

Com base no que foi repassado pela instituição, cerca de 10,6 milhões de pessoas possuem valores a receber, de um total de R$ 24,6 bilhões em cotas do PIS/Pasep. Vale lembrar que o montante não faz referência ao abono salarial dos benefícios, visto que as cotas possuem regras diferentes.

Neste sentido, os recursos estão disponíveis para aqueles que trabalharam com carteira assinada como servidores públicos ou em iniciativa privada, entre os anos de 1971 e 1988. As cotas possuem um valor médio de R$ 2,3 mil, mas o saldo individual depende do tempo de serviço do funcionário.

Como solicitar o resgate das cotas PIS/Pasep

Desde 2019 é permitido que os trabalhadores possam buscar tais recursos e realizar o saque integral. Anteriormente, o dinheiro só poderia ser retirado em casos como doenças graves ou aposentadoria.

É possível solicitar as cotas PIS/Pasep por meio das agências da Caixa, por exemplo. Só é necessário levar documentos como um documento de identificação pessoal, a certidão do PIS/Pasep e uma declaração de dependentes habilitados.

Contudo, a forma mais fácil de sacar os valores é por meio do aplicativo do FGTS. O app é gratuito e permite que inúmeros processos sejam feitos de forma remota.

Para solicitar no aplicativo, é necessário seguir o passo a passo: após acessar o aplicativo, selecione a mensagem “Você possui saque disponível”, e então “Solicitar o saque do PIS/Pasep”.

É possível escolher entre recebimento em crédito em conta ou presencial. A Caixa ainda informa que o saque pode ser creditado em conta bancária de qualquer instituição financeira que o trabalhador indique;

No caso da escolha de recebimento do valor em espécie, é possível fazer o saque com o Cartão Cidadão, com um limite de R$ 3 mil em unidades lotéricas e terminais de autoatendimento da Caixa.

Caso o trabalhador tenha falecido, o parente beneficiário pode fazer os resgates pelo mesmo aplicativo. Para isso, é necessário clicar em “Meus saques”, e então “Outras situações de saque” e “PIS/Pasep – Falecimento do trabalhador”.

Por fim, é preciso anexar os documentos necessários, como uma certidão do PIS/Pasep do INSS, uma selfie e um documento de identificação com foto.

Sobre o PIS/Pasep

O PIS/Pasep é a união de dois programas criados para beneficiar os trabalhadores. Enquanto o PIS busca integrar o empregado do setor privado no desenvolvimento da empresa, o Pasep contribui com fundos destinados aos funcionários do setor público. O PIS é pago pela Caixa Econômica Federal, e o Pasep pelo Banco do Brasil.

Já o fundo PIS/Pasep é a unificação de fundos de recursos dos dois programas. Os valores são arrecadados em bases próprias, que oferecem amparo ao trabalhador quando necessário. Normalmente, tais valores retornam aos funcionários como benefício, dependendo da quantidade de meses trabalhados.

Leia também


você pode gostar também

14º salário do INSS terá valor de R$ 2,4 MIL e será pago ainda em 2022?

O projeto de lei da Câmara dos Deputados que cria o 14° salário do INSS ainda deve ser analisado por uma comissão especial.

Saque FGTS terá 2 lotes em outubro; valores podem superar R$ 4 mil

Fundo de Garantia do Tempo de Serviço libera duas modalidades do Saque FGTS no mês de outubro. Veja se terá direito.

Auxílio Brasil de outubro já tem calendário previsto; veja as datas

Com dez transferências, o calendário do Auxílio Brasil de outubro tem datas previstas, começando as transferências a partir do dia 18, por meio da Caixa Econômica Federal.

É necessário fazer a prova de vida do INSS ainda em 2022? Veja as regras

Aposentados e pensionistas passam pela prova de vida do INSS todos os anos para comprovar que ainda têm direito aos benefícios.

NOVO saque FGTS será liberado na próxima semana; veja valores

Trabalhadores formais de carteira assinada poderão fazer saque de parte do saldo guardado na sua conta do FGTS em outubro.

BPC de R$ 1,2 mil é pago para quem nunca contribuiu ao INSS; veja regras

O BPC de R$ 1,2 mil é um benefício assistencial do INSS que não equivale à aposentadoria, pois transfere valores para cidadãos que nunca contribuíram com o instituto.