Projeto de Lei cria novo auxílio de R$ 1,2 mil; veja quem tem direito

Auxílio que paga um salário mínimo (R$ 1.212) por mês já foi protocolado no Congresso. Projeto pode beneficiar milhares de pessoas.

Um novo Projeto de Lei (PL) na Câmara dos Deputados prevê a criação de um novo auxílio de pouco mais de R$ 1,2 mil. Entenda quais pessoas poderão receber o dinheiro e o que falta para a medida ser aprovada no Congresso Nacional.

Leia também

Auxílio de 1,2 mil: quem receberá o dinheiro

O Projeto de Lei (PL) nº 470/2022 é de autoria do deputado Júlio Delgado (PSB – MG). No caso, há a previsão de concessão de auxílio assistencial de um salário mínimo (R$ 1.212) a pacientes em tratamento de doenças graves, que impedem que o indivíduo consiga realizar atividades básicas diárias.

Pare receber o dinheiro, é preciso que a pessoa tenha entre 18 e 59 anos de idade. Além disso, é necessário estar vinculado ao Sistema Único de Assistência Social (Suas), não ter renda e também não possuir algum vínculo familiar.

Atualmente, o governo federal oferece assistência e acompanhamento para quem está em situação de rua, quem é idoso, crianças e adolescentes e mulheres vítimas de violência doméstica. Entretanto, para doenças graves em adultos, o auxílio é limitado e por tempo reduzido, praticamente baseado nos serviços do SUS (Sistema Único de Saúde).

Segundo o deputado Júlio Delgado, quando o prazo de assistência pública termina, em muitos casos, o governo vai atrás das famílias, por meio do serviço social, para que a pessoa tenha algum tipo de apoio. Entretanto, existem parentes que não são encontrados ou que não querem auxiliar o paciente.

Situação do auxílio de R$ 1,2 mil

No momento, o PL aguarda que um relator seja escolhido na Comissão de Seguridade Social e Família. Depois deverá passar pela Comissão de Finanças e Tributação, Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e ser votado na Câmara e no Senado.

Passando em tudo, só restará a sanção presidencial. Portanto, é possível que o texto ainda demore alguns meses antes de virar lei. É provável que os repasses, se o projeto for aprovado, seja feito em contas sociais digitais do Caixa Tem.

Leia também


você pode gostar também

Aposentados podem se tornar MEIs sem perder o benefício do INSS?

A crise econômica está forçando os aposentados a consultarem a possibilidade de se tornar MEIs sem perder o benefício do INSS, mas existem regras sobre isso na legislação previdenciária.

Auxílio Brasil: veja quem tem prioridade para ser aprovado no programa

Os inscritos no Auxílio Brasil devem aguardar os procedimentos do Ministério da Cidadania para receber os pagamentos, mas existe um público que tem prioridade para ser aprovado no programa.

Auxílio Brasil terá calendário diferente em dezembro; entenda

O Auxílio Brasil é um programa social do Governo Federal que atende as famílias vulneráveis. Confira calendário de dezembro e o valor das parcelas.

Bolada do INSS de até R$ 72,7 mil: saiba consultar se você tem dinheiro a receber

Beneficiários do INSS que ganharam ações podem ter valores a receber. O dinheiro será pago a mais de 100 mil segurados do instituto.

Auxílio Moradia em São Paulo: confira regras e quem tem direito

Confira abaixo detalhes sobre o Auxílio Moradia, programa disponível no estado de São Paulo, e entenda quais famílias podem ter direito ao benefício.

Calendário Saque FGTS 2023: veja todas as datas previstas para ano que vem

O calendário FGTS 2023 vai contar com 12 saques na modalidade aniversário. Essa é optativa e deve ser solicitada até o mês de resgate.