Pensão por morte INSS: confira regras e como solicitar o benefício

O INSS paga pensão por morte, por pelo menos 3 anos, para os dependentes de trabalhadores e aposentados segurados que vierem a falecer.

pensão por morte é um benefício do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) pago aos dependentes do trabalhador que for a óbito. O auxílio é concedido quando o segurado falece ou desaparece, sendo declarado morto oficialmente pela Justiça.

Leia também

O auxílio é dividido em duas categorias: urbano e rural. A primeira considera que a pessoa era aposentada ou trabalhadora com atividade em perímetro urbano. Já a segunda modalidade é composta por segurados especiais, nos casos de:

  • Trabalhador rural;
  • Pescador artesanal; e
  • Indígena que produz em regime de economia familiar, sem mão de obra assalariada permanente.

Os beneficiários não precisam ir às agências da previdência para obter a pensão por morte do INSS, já que o dinheiro é depositado diretamente na conta bancária.

Quem tem direito à pensão por morte

Como já informado, o benefício é devido aos dependentes de um trabalhador ou aposentado contribuinte do INSS. Para receber a pensão por morte, é necessário comprovar ser:

  • Cônjuge ou companheiro(a), tendo casamento ou união estável na data em que o segurado faleceu;
  • Filho ou equiparado, com menos de 21 anos de idade. São aceitos dependentes maiores de 21, desde que sejam inválidos ou pessoas com deficiência (PcD);
  • Pais, que tinham dependência econômica do segurado;
  • Irmãos, que tinham dependência econômica do segurado e sejam menores de 21 anos, salvo se for inválido ou PcD.

Quanto tempo dura a pensão por morte

De acordo com o governo federal, a duração dos pagamentos depende da idade dos dependentes quando for declarado óbito e da categoria do trabalhador. Contudo, o período mínimo de transferências é de três anos. Apenas em alguns casos especiais a pensão por morte do INSS é paga com duração reduzida:

  • Se o falecimento acontecer sem que o segurado tenha tido tempo para fazer o mínimo de 18 contribuições mensais à Previdência;
  • Se o casamento ou união estável foi iniciado em menos de dois anos antes do falecimento do segurado;
  • Se o óbito ocorreu depois de 18 contribuições mensais pelo segurado e pelo menos dois anos após o início do casamento ou da união estável;
  • Se o óbito for causado por acidente de qualquer natureza, independentemente da quantidade de contribuições e tempo de casamento ou união estável.

Como solicitar a pensão por morte pelo Meu INSS

O dinheiro é depositado diretamente na conta dos beneficiários. Entretanto, o repasse não é automático após a morte do segurado. Os dependentes devem solicitar os pagamentos por meio do portal Meu INSS. Veja o passo a passo para pedir a pensão por morte:

  1. Fazer login no site ou app Meu INSS com o usuário e senha cadastrados no Gov.BR;
  2. Selecionar “Agendamentos/Requerimentos” e depois a opção “Novo requerimento”;
  3. Clicar em “Atualizar” para conferir e modificar os dados pertinentes e clicar em “Avançar”;
  4. No campo de pesquisa, escrever a palavra “pensão” e selecionar o benefício.

Caso seja necessário, o INSS irá informar a necessidade de apresentar documentação comprobatória e/ou atendimento presencial.

Leia também


você pode gostar também

Aposentados podem se tornar MEIs sem perder o benefício do INSS?

A crise econômica está forçando os aposentados a consultarem a possibilidade de se tornar MEIs sem perder o benefício do INSS, mas existem regras sobre isso na legislação previdenciária.

Auxílio Brasil: veja quem tem prioridade para ser aprovado no programa

Os inscritos no Auxílio Brasil devem aguardar os procedimentos do Ministério da Cidadania para receber os pagamentos, mas existe um público que tem prioridade para ser aprovado no programa.

Auxílio Brasil terá calendário diferente em dezembro; entenda

O Auxílio Brasil é um programa social do Governo Federal que atende as famílias vulneráveis. Confira calendário de dezembro e o valor das parcelas.

Bolada do INSS de até R$ 72,7 mil: saiba consultar se você tem dinheiro a receber

Beneficiários do INSS que ganharam ações podem ter valores a receber. O dinheiro será pago a mais de 100 mil segurados do instituto.

Auxílio Moradia em São Paulo: confira regras e quem tem direito

Confira abaixo detalhes sobre o Auxílio Moradia, programa disponível no estado de São Paulo, e entenda quais famílias podem ter direito ao benefício.

Calendário Saque FGTS 2023: veja todas as datas previstas para ano que vem

O calendário FGTS 2023 vai contar com 12 saques na modalidade aniversário. Essa é optativa e deve ser solicitada até o mês de resgate.