Saiba como consultar benefício do INSS por meio do CPF

Consulta do INSS por meio do CPF pode ser feita de três maneiras diferentes. Confira cada uma delas e descubra a melhor para você.

Geralmente, os aposentados e pensionistas do INSS utilizam seus números de inscrição para obterem os serviços e detalhes dos pagamentos. No entanto, é possível consultar o benefício do INSS por meio do CPF. Saiba como fazer.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) conta com milhões de segurados. Por isso, o governo passou a ofertar um leque maior de opções de consulta de dados ou mesmo a obtenção dos comprovantes de pagamento (extrato).

Como consultar o INSS pelo CPF?

De acordo com o governo federal, o beneficiário do INSS possui três formas diferentes de consultar o INSS pelo CPF:

continua depois da publicidade
  • Aplicativo do Meu INSS;
  • Site do Meu INSS;
  • Ligação para a Central do INSS (135).

Consultar pelo aplicativo Meu INSS

O Aplicativo Meu INSS pode ser baixado por meio do sistema Android ou iOS. Depois de fazer o download informe seu CPF e sua senha do INSS. Ao entrar na plataforma, é possível obter todos os detalhes da sua conta do INSS

Consultar pelo site Meu INSS

Caso você não tenha um smartphone ou não esteja conseguindo fazer login no aplicativo, o governo federal disponibilizou a consulta em um site próprio. Também denominado de Meu INSS, a página oferece praticamente todos os serviços do aplicativo.

Para entrar, basta digitar seu login (CPF) e a senha por meio do “gov.br”. Caso não tenha se cadastrado, é só ir na opção de cadastrar e informar seus dados pessoais.

Consultar pelo telefone 135

Quem não tem acesso à internet ainda tem uma terceira opção. Pelo telefone 135, o interessado deve ligar dentro do período de funcionamento (segunda-feira a sábado, das 7h às 22h). Lá, basta seguir as instruções e esperar que um servidor atenda à chamada.

Então, explique a situação e os dados que deseja obter. O servidor pedirá o número do CPF para confirmar se é o beneficiário quem está falando. Vale lembrar que o governo não liga para os beneficiários pedindo seus dados. Caso isso ocorra com você, desconfie, pode ser um golpe.

Leia também

você pode gostar também