Quem poderá solicitar revisão da aposentadoria em 2022? Confira aqui

A revisão da aposentadoria em 2022 será possível aos beneficiários que passaram a receber as parcelas em dezembro de 2011.

Os aposentados e pensionistas que recebem valores do Instituto Nacional do Seguro Social devem ficar atentos ao prazo de revisão da aposentadoria em 2022. Aqueles que tiverem alguma manifestação, e começaram a receber a aposentadoria entre dezembro de 2011 e novembro de 2012, podem solicitar a revisão a partir de 2022.

De acordo com o INSS, o beneficiário tem o prazo de recurso para aposentadorias e pensões por morte de até dez anos, contados a partir do pagamento da primeira parcela.

Revisão da aposentadoria em 2022

Os cidadãos que passaram a receber o benefício a partir de dezembro de 2011 precisam estar atentos e agilizar a entrega dos documentos com objetivo de solicitar a revisão da aposentadoria.

Dessa forma, caso o aposentado ou pensionista do INSS tenha algum questionamento, deverá solicitar a revisão para correção dos valores. As falhas podem ter fruto em fontes diversas, como:

  • Contribuições não repassadas pelo empregador;
  • Trabalho autônomo que não consta no CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais);
  • Período em atividade especial não reconhecido.

Como solicitar a revisão da aposentadoria?

Aqueles que podem pedir a revisão do benefício têm duas maneiras de fazer a solicitação: diretamente com o INSS e a judicial.

Para a revisão diretamente com o Instituto Nacional de Seguro Social, que é um processo administrativo, será preciso realizar a solicitação via internet, por meio do aplicativo ou site Meu INSS.

Para este procedimento, o segurado deverá apresentar a seguinte documentação:

  • RG e CPF;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • Lista de motivos para revisão, além de uma documentação comprobatória que pode ser adicionada (fotos e contracheques).

Caso o solicitante receba uma resposta negativa ao pedido, será preciso entrar com revisão judicial. Para isso, é importante procurar acompanhamento de um advogado previdenciário.

Leia também

você pode gostar também