Auxílio emergencial: 7ª parcela começa a ser paga para Bolsa Família; veja datas

Auxílio emergencial paga 7ª parcela para os inscritos no Bolsa Família. Repasses seguem o dígito final do Número de Identificação Social (NIS).

Nesta segunda-feira (18/10), o governo federal começa o pagamento da 7ª parcela do auxílio emergencial. Os depósitos são para quem faz parte do grupo do Bolsa Família e que possuem o dígito final 1 do Número de Identificação Social (NIS). Os repasses vão até o dia 29 de outubro.

Os valores das parcelas do auxílio emergencial continuam os mesmos: são pagos R$ 375 para mulheres chefes de famílias monoparentais, R$ 150 para a pessoas que mora sozinha e R$ 250 para os outros casos previstos em lei.

Calendário 7ª parcela do auxílio emergencial para Bolsa Família

Abaixo, o calendário da 7ª parcela do auxílio emergencial para Bolsa Família conforme o dígito final do NIS:

Número final do NIS Datas de pagamento
NIS 1 18 de outubro de 2021
NIS 2 19 de outubro de 2021
NIS 3 20 de outubro de 2021
NIS 4 21 de outubro de 2021
NIS 5 22 de outubro de 2021
NIS 6 25 de outubro de 2021
NIS 7 26 de outubro de 2021
NIS 8 27 de outubro de 2021
NIS 9 28 de outubro de 2021
NIS 0 29 de outubro de 2021

Quem faz parte do grupo de trabalhadores, MEIs, autônomos e inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) possui um outro cronograma com regras diferentes.

Auxílio emergencial no Caixa Tem

Conforme determinado pelo governo, os repasses do auxílio emergencial são realizados em contas sociais digitais. A movimentação deve ser feita mediante o aplicativo Caixa Tem (disponível para Android e iOS). Para inscritos no Bolsa Família, os saques também podem ser realizadas pelos cartões tradicionais do programa (‘Cidadão’ ou ‘Bolsa Família’).

Lembrando que o Caixa Tem oferece diversos serviços bancários como transferências, Pix, saques, compras e pagamentos de boletos e contas (luz, gás, internet, telefone). Além disso, o interessado pode habilitar um cartão de débito virtual.

Recentemente, foi aberta uma linha de crédito no Caixa Tem. Os empréstimos são entre R$ 300 e R$ 1 mil, com taxa de juros de 3,99% ao mês. É possível que o interessado parcele os pagamentos da dívida em até 24 vezes. Há uma análise de crédito do interessado. Portanto, os valores não são emprestados automaticamente.

Vale salientar que os empréstimos no Caixa Tem não serão permitidos para beneficiários do Bolsa Família.

Leia também

você pode gostar também