Calendário INSS: benefício é pago para novo grupo; saiba quem recebe

Pagamentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já começaram e vão até o mês de outubro. Existem dois calendários.

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já divulgou o calendário dos seus benefícios para aposentados e pensionistas. Nesta quinta-feira (30/09), receberão as pessoas cujo o Número de Identificação Social (NIS) termine com o dígito 5 e que ganhe até R$ 1.100,00.

Por enquanto, o INSS já pagou os benefícios para quem possui os dígitos finais de 1 a 4 do NIS. Os repasses só terminam em 07 de outubro. Vale ressaltar que existem dois cronogramas diferentes. O primeiro calendário é para aposentados e pensionistas que recebem até R$ 1.100,00 e outro para valores acima de um salário mínimo.

Calendário INSS: quem ganha até R$ 1.100,00

Veja o calendário do INSS para pessoas que ganham até R$ 1.100,00 (um salário mínimo):

  • NIS final 1: 24/09;
  • NIS final 2: 27/09;
  • NIS final 3: 28/09;
  • NIS final 4: 29/09;
  • NIS final 5: 30/09;
  • NIS final 6: 01/10;
  • NIS final 7: 04/10;
  • NIS final 8: 05/10;
  • NIS final 9: 06/10;
  • NIS final 0: 07/10.

Calendário INSS: pagamentos acima de R$ 1.100,00

Confira o cronograma de repasses do INSS para beneficiários que ganham mais de R$ 1.100,00:

  • NIS finais 1 e 6: 01/10;
  • NIS finais 2 e 7: 04/10;
  • NIS finais 3 e 8: 05/10;
  • NIS finais 4 e 9: 06/10;
  • NIS finais 5 e 0: 07/10.

Como consultar os pagamentos realizados pelo INSS

É possível consultar os pagamentos para aposentados e pensionistas do INSS de forma gratuita e online. Basta o interessado realizar o download do aplicativo Meu INSS (Android e iOS). Em seguida, é necessário fazer o login e informar a senha. Caso não tenha uma conta na ferramenta, crie uma. Após entrar no aplicativo vá na opção de consulta dos repasses.

Conforme dados do próprio INSS, o Brasil conta com mais de 35 milhões de beneficiários, entre aposentados e pensionistas. O salário mínimo é utilizado com base para os pagamentos, sendo que reajustes no piso nacional afetam o quanto os inscritos no INSS receberão.

Leia também

você pode gostar também