É possível fazer inscrição no auxílio emergencial para receber as novas parcelas?

Para os pagamentos de 2021, o governo federal realizou a inscrição automática no auxílio emergencial com base nos cadastros antigos.

O governo federal estabeleceu que a inscrição no auxílio emergencial 2021 seria reaproveitada do ano anterior. Ou seja, os cadastros antigos seriam reavaliados e selecionados para receber as novas parcelas. Dessa forma, os beneficiários não precisaram fazer um novo registro e outras pessoas não puderam pleitear os pagamentos.

Para este ano, foram autorizadas quatro parcelas originalmente. No entanto, com a pandemia ainda bastante forte no país, outras três rodadas foram liberadas. Essas seguirão o mesmo esquema de valores variáveis entre R$ 150 e R$ 375 dependendo do perfil dos cadastrados. Os depósitos devem ser realizados até o mês de outubro.

Inscrição no auxílio emergencial é baseada nos cadastros antigos

O Ministério da Cidadania, juntamente com a Dataprev, fez uma reanálise de todos os beneficiários que receberam as quantias em 2020. A partir dos cadastros já existentes, o órgão fez a inscrição automática de mais de 45 milhões de famílias no auxílio emergencial 2021. Entre as regras para conseguir as transferências estavam:

  • Ter renda familiar por pessoa de até R$ 550 (meio salário mínimo);
  • Ter renda familiar total de até R$ 3.300 (três salários mínimos);
  • Ter recebido o auxílio emergencial em 2020;
  • Não possuir vínculo de emprego formal;
  • Não receber benefícios previdenciários, assistenciais ou trabalhistas;
  • Residir no Brasil.

Outra novidade é que novas análises estão sendo feitas mensalmente antes do pagamento de cada uma das parcelas. Assim, quem recebeu as primeiras rodadas corre o risco de ficar de fora das próximas, caso tenha alguma informação divergente no cadastro ou, por alguma razão, saia dos critérios exigidos.

Por isso, a Caixa Econômica Federal, responsável pelos pagamentos do benefício, incentiva as pessoas a manter sua inscrição no auxílio emergencial sempre atualizada. De acordo com o banco, essa ação garante acesso aos serviços e mais segurança contra possíveis fraudes.

Leia também

você pode gostar também

14º salário INSS será aprovado em comissão especial ainda em 2022?

Projeto de lei que cria o 14° salário do INSS deve ser avaliado por comissão especial na Câmara dos Deputados. Saiba os detalhes.

Por erro do INSS, segurados podem receber dinheiro extra; entenda

As irregularidades cadastrais podem gerar processos judiciais por danos morais previdenciários, nos casos em que o INSS comete uma falta direta com os segurados.

Auxílio Brasil: como descobrir se estou na fila de espera para receber o valor?

Os brasileiros que atendem aos critérios de elegibilidade do Programa Auxílio Brasil podem consultar a situação cadastral por meio do telefone, mas também através dos aplicativos.

Saque Digital FGTS é liberado para trabalhadores; veja como funciona

O Saque Digital FGTS é uma modalidade de retirada remota que permite maior praticidade, segurança e agilidade aos trabalhadores, sem necessidade de atendimento presencial.

BPC de R$ 1,2 mil terá mais inscritos a partir de nova medida? Entenda

Parceria entre INSS e DPU pode aumentar número de inscritos no BPC de R$ 1,2 mil e ainda reduzir conflitos entre beneficiários e o instituto.

Saque FGTS: 3 lotes somam mais de R$ 4,9 mil, dependendo do caso

Saque triplo do FGTS pode somar mais de R$ 4,9 mil EM 2022. Confira cada uma deles e quem pode acessar os valores.