Abril terá nova chuva de meteoros e 'Cometa do Diabo'; veja datas

Além do eclipse solar, abril traz consigo diversos fenômenos astronômicos, como a chuva de meteoros e o 'cometa do diabo'.

Abril já começou e traz consigo diversos eventos astronômicos que prometem encantar a muitos. Entre eles, a Chuva de Meteoros Líridas, que proporcionará um espetáculo de luzes cruzando o céu noturno.

continua depois da publicidade

Além disso, a Lua Cheia Rosa brilhará intensamente. Apesar de não ser realmente rosa, recebeu esse nome dos ameríndios para representar a cor de uma flor selvagem que costuma desabrochar nesta época do ano.

E não podemos esquecer do 'Cometa do Diabo', um cometa do tamanho do Monte Everest que retorna ao Sistema Solar após 70 anos. Confira as datas a seguir.

Eventos astronômicos de abril de 2024

Leia também

Eclipse solar total 

No dia 8 de abril, um eclipse solar total será o destaque nos céus da América do Norte. Estima-se que 652 milhões de pessoas nos Estados Unidos, Canadá, México e outros países terão a oportunidade de observar ao menos a fase parcial deste fenômeno. 

continua depois da publicidade

Ocorrendo em um momento de intensa atividade solar, espera-se que a coroa solar — a camada mais externa da atmosfera solar — esteja mais expansiva.

Apesar de não ser visível no Brasil, será possível acompanhar o fenômeno pelas redes sociais da NASA.

Alinhamentos planetários

Neste mês, ocorrerão dois alinhamentos planetários notáveis. O primeiro, em 4 de abril, apresentará Vênus, Netuno, Saturno e Marte alinhados no céu da manhã, embora possam ser difíceis de ver devido à proximidade com o Sol. 

O segundo alinhamento, por volta de 20 de abril, incluirá Vênus, Mercúrio, Netuno, Marte e Saturno, com quatro desses planetas visíveis a olho nu. 

continua depois da publicidade

Conjunções planetárias

Este mês também teremos a oportunidade de observar quatro conjunções planetárias. No dia 3, Vênus e Netuno se encontram pela manhã, seguidos por Marte e Saturno no dia 10. 

Júpiter e Urano se alinham à noite no dia 20, e Marte e Netuno encerram o mês com uma conjunção matinal no dia 29. 

Observadores do Hemisfério Sul terão uma visão privilegiada de Marte e Saturno, enquanto no Hemisfério Norte, Júpiter e Urano serão mais visíveis. 

Para a conjunção de Marte e Netuno, o uso de binóculos ou telescópios é recomendado para uma melhor observação.

continua depois da publicidade

Lua Cheia Rosa

A Lua Cheia de abril ocorrerá no dia 23, às 23:49 GMT. Antes disso, o Último Quarto será no dia 2, a Lua Nova no dia 8 e o Primeiro Quarto no dia 15. 

Durante a fase cheia, a Lua estará próxima das estrelas Spica e Antares. Essa fase dura vários dias, parecendo cheia durante toda a noite. 

Vale ressaltar que o termo "Lua Rosa" não se refere à cor real do satélite natural da Terra, mas sim à flor flox selvagem que desabrocha nesta época do ano.

Cometa do Diabo

Neste mês, o cometa 12P/Pons-Brooks, também conhecido como "Cometa do Diabo", retornará ao Sistema Solar após décadas. 

Este cometa, que pode ser visto uma ou duas vezes na vida, atingirá sua maior aproximação ao Sol e seu brilho máximo em 21 de abril. 

Observadores no hemisfério norte terão a melhor visibilidade do cometa durante o eclipse solar no início do mês, embora seja necessário o uso de lentes seguras para uma observação adequada. 

A rocha espacial, que tem um núcleo estimado em 34 km de diâmetro, foi descoberta em 1812 e não será visível novamente até 2095.

Além do 12P/Pons-Brooks, o cometa C/2021 S3 (PanSTARRS) também estará visível, embora esteja se apagando, com uma magnitude prevista entre 11 e 12 de abril.

Chuva de meteoros

Fechando o mês, os entusiastas de astronomia podem esperar dois espetáculos de meteoros: as Líridas e as π-Púpidas. 

Os picos dessas chuvas ocorrerão respectivamente nos dias 22 e 23, oferecendo duas noites consecutivas de observação. 

As Líridas podem trazer aproximadamente 18 meteoros por hora, enquanto as π-Púpidas são menos previsíveis em sua atividade.

Compartilhe esse artigo

Leia também

Concursos em sua
cidade