11 palavras do inglês americano que são diferentes no britânico

As diferenciações podem causar confusão nos falantes, ainda mais considerando questões como sotaques e gírias típicas.

Apesar de terem a mesma origem linguística quando se pensa no agrupamento dos idiomas, o inglês americano e o inglês britânico têm algumas distinções específicas. Isso inclui as 11 palavras do inglês americano que se dizem de outra forma no idioma britânico.

continua depois da publicidade

No geral, essas diferenças são causadas por fatores culturais, mas também pelas próprias transformações que o idioma passa dentro do contexto das nações. Comumente, os falantes determinam mudanças importantes na língua. Entenda mais a seguir.

Quais são as palavras do inglês americano que são diferentes do inglês britânico?

Leia também
Inglês AmericanoInglês BritânicoSignificado em Português
ApartmentFlatApartamento
ElevatorLiftElevador
TruckLorryCaminhão
VacationHolidayFérias
DiaperNappyFralda
FaucetTapTorneira
SoccerFootballFutebol (o esporte)
CookieBiscuitBiscoito
TrashRubbishLixo
SidewalkPavementCalçada
GasolinePetrolGasolina

Por que esses idiomas têm diferenças?

Processo de colonização

A colonização britânica na América do Norte resultou na difusão do inglês britânico na região. O que acontece é que, ao longo do tempo, as influências culturais e linguísticas locais levaram ao desenvolvimento de diferenças linguísticas entre os idiomas.

Sendo assim, o inglês falado nos Estados Unidos é semelhante ao inglês britânico, mas possui suas distinções. Não dá para dizer que é um idioma completamente diferente, e sim que possui suas particularidades.

continua depois da publicidade

Resultado da imigração

Além da colonização britânica, houve imigração significativa para os Estados Unidos de várias partes da Europa e do mundo. Esse movimento migratório criou uma mistura cultural que contribuiu para a diversidade linguística do país.

Aliás, foi essa mistura de influências que levou à adoção de novas palavras e expressões no inglês americano, entende? Sem contar que também afetou muito a pronúncia, significação de alguns termos, gírias e regionalismos.

Dentro desse processo, dá para identificar distinções no idioma dentro do próprio país. O inglês falado no Texas é diferente do que se ouve em Nova Iorque, da mesma forma que o inglês de Londres é distinto do inglês de Leeds, por exemplo.

continua depois da publicidade

Influência da inovação tecnológica

O avanço tecnológico que as duas nações passaram a partir do século XX, somado aos aspectos culturais, criou diferentes formas de se comunicar dentro das duas nações. Por isso, existem palavras e expressões diferentes para falar da mesma coisa.

Isso porque a maneira com que essas inovações tecnológicas foram recebidas é bem distinta em cada região.

Pouco intercâmbio cultural entre as nações

Embora os dois países compartilhem uma língua comum, houve relativamente pouco intercâmbio cultural direto entre o Reino Unido e os Estados Unidos em certos períodos.

continua depois da publicidade

Isso permitiu que as diferenças linguísticas se desenvolvessem de forma permanente.

Quando os Estados Unidos se tornaram uma nação independente e deixaram de ser colônia inglesa, a região começou a se consolidar com suas próprias referências.

É claro que ainda hoje existe uma certa influência do período colonial, mas as características próprias se sobressaem.

Normas linguísticas distintas

A padronização da língua muitas vezes ocorre em níveis nacionais ou regionais. Portanto, diferenças de ortografia, vocabulário e gramática podem surgir devido à preferência ou decisões normativas diferentes adotadas nessas áreas.

Isso também explica a formação dos regionalismos e como um mesmo idioma pode ser múltiplo ao redor do país. Além dessas questões maiores, é importante considerar as particularidades de cada região.

Nos Estados Unidos, a distinção entre os estados do Norte e do Sul é o maior exemplo de como as características regionais afetam a utilização da língua. Por isso mesmo se percebe um inglês tão diferente à medida que você cruza o país.

Compartilhe esse artigo

Leia também

Concursos em sua
cidade