5 mitos de Natal que muitas pessoas ainda acreditam que sejam reais

A maioria desses 5 mitos de Natal está relacionada ao nascimento de Jesus. Conheça-os.

O Natal traz consigo toda a magia e encantamento que lhes são característicos. Nessa época do ano, as pessoas afloram seus sentimentos e emoções. As crianças, por sua vez, ficam à espera da chegada do Papai Noel, o bom velhinho que voa pelo céu no seu trenó puxado por renas, para entregar os presentes para a criançada.

Esse é um mito de Natal que surgiu no século 4, em Mira, atual Turquia. Portanto, ele vem sendo repassado há séculos. Mas esse não é o único mito de Natal. Há muitos outros que, inclusive, muitas pessoas ainda acreditam que sejam reais. A seguir, conheça 5 mitos de Natal.

Quais são os 5 mitos de Natal?

1º mito de Natal: Jesus nasceu em 25 de dezembro

Jesus nasceu 1. d.C., na cidade de Belém, hoje, atual Palestina. O seu nascimento passaria a ser celebrado no dia 25 de dezembro séculos depois, em 4 d.C. Mas essa é somente uma suposição, pois não se sabe ao certo quando isso de fato passou a acontecer. Tampouco se tem conhecimento do dia exato em que Jesus nasceu.

Para os estudiosos, é improvável que Jesus tenha nascido no dia 25 de dezembro. A Bíblia narra que Jesus nasceu na época de recenseamento, na qual as pessoas eram obrigadas a saírem do campo para se alistarem. Ocorre que, no Oriente Médio, em dezembro, é época de inverno, que costuma ser bastante rigoroso. Desse fato, portanto, surge o questionamento se um grande número de pessoas iria se deslocar sob baixas temperaturas.

2º mito de Natal: “Jingle Bells” é uma música natalina

Como não lembrar do Natal sem vir a nossa mente os seguintes versos: “Jingle bells, jingle bells. Jingle all the way”. Esses versos são da música “Jingle Bells”, considerado um clássico de Natal. Mas, o que muitas pessoas não sabem é que a canção não foi feita para essa data comemorativa.

Na verdade, a música é sobre o Dia de Ação de Graças, comemorado na quarta quinta-feira do mês de novembro, nos Estados Unidos. Portanto, ela não faz nenhuma menção ao Natal. A canção foi escrita em 1857 pelo americano James Pierpont. Originalmente, ela tinha como título “One Horse Open Sleigh”.

3º mito de Natal: Três reis magos visitaram Jesus

Outro mito de Natal em que muitas ainda acreditam ser real é a visita à Jesus de três reis magos. Nas escrituras, há a narração de que “homens sábios”, e não reis, levaram presentes para Jesus. Foram três presentes no total: incenso, ouro e mirra.

Por ter sido três presentes, começou-se a acreditar de que seriam então três pessoas, cada uma levando um presente. No entanto, a Bíblia não fornece um número exato, somente afirma que havia mais de um homem sábio.

4º mito de Natal: Jesus nasceu em um estábulo

Esse é mais um mito de Natal. Muitas pessoas ainda acreditam que Jesus nasceu em um estábulo, mas, na Bíblia, não há a afirmação de que isso tenha ocorrido. As escrituras somente descrevem que o lugar onde Jesus nasceu não havia espaço para sua família. Além disso, narram que, após Jesus nascer, ele foi envolvido por um pano e colocado em uma manjedoura, uma espécie de tabuleiro onde são colocados alimentos para animais.

Há a suposição de que Jesus tenha nascido em uma casa em que não havia quarto para a sua família devido a superlotação do local.

5º mito de Natal: Maria foi carregada por um burro

No final de sua gravidez, Maria viajou de Nazaré até Belém para ter Jesus. Muitas pessoas acreditam que para fazer essa viagem, ela foi carregada por um burro. No entanto, provavelmente, esse é mais um mito. Na Bíblia, não há menção ao animal. Na verdade, nem descreve a forma pela qual Maria, na companhia de José, fez aquele trajeto.

Na época em que Jesus nasceu era comum utilizar como meio de transporte o cavalo, camelo ou carroça puxada por animais. O burro somente seria usado nos casos em que fosse preciso carregar objetos, mantimentos, etc.

Leia também

você pode gostar também

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.

Grampeador tem função “secreta” que muitas pessoas ainda não conhecem

Embora todos nós usemos um grampeador de vez em quando, você provavelmente não conhece este tipo de uso secreto para ele.

15 nomes antigos que voltaram a ser populares no Brasil

Alguns dos nomes retrôs são muito populares hoje em dia no Brasil, sejam femininos ou masculinos. Confira alguns deles abaixo.

Como começar a empreender? Veja 7 dicas para ter um negócio de sucesso

Está querendo começar a empreender em 2023 e pretende alcançar o êxito profissional? Fique por dentro de sete dicas para ter um negócio de sucesso.