30 palavras diferentes da Língua Portuguesa que caíram no esquecimento

Cada mudança tecnológica, social ou cultural influencia na Língua Portuguesa, fazendo com que as palavras caiam no esquecimento, por exemplo. Conheça 30 dessas palavras.

A Língua Portuguesa chegou ao Brasil em 1500 com a vinda dos portugueses, mas somente começou a ser difundida com a chegada família real portuguesa ao país em 1808. A partir daí, a língua sofreria influências de mudanças sociais, culturais e tecnológicas que aconteceriam no país ao longo dos séculos.

Desde a sua chegada ao Brasil no século 16, a Língua Portuguesa tem se mantido em constante evolução, justamente por conta das mudanças tecnológicas, sociais ou culturas.

A cada mudança, as palavras mudam de grafia ou ganham outros significados. Além disso, podem surgir novas palavras enquanto outras caem em desuso. Quando caem em desuso, as palavras acabam caindo também no esquecimento dos brasileiros e, portanto, deixam de ser utilizadas no dia a dia.

Quando as palavras caem no esquecimento, as gerações mais recentes, ao conhecerem tais palavras, acabam achando esses termos um tanto estranhos e diferentes.

Se você faz partes das gerações mais recentes e ficou curioso em conhecer algumas das palavras que estão esquecidas hoje em dia, confira, a seguir, 30 palavras diferentes da Língua Portuguesa que caíram no esquecimento.

30 palavras diferentes que caíram no esquecimento

  1. Sirigaita: antigamente, a palavra sirigaita era dirigida a mulheres mal-educadas e com atitudes constrangedoras, portanto, quando era usada tinha o sentido de ofensa;
  2. Quiçá: a palavra significa talvez, porventura;
  3. Supimpa: quando usada, a palavra supimpa se referia a algo ótimo, excelente;
  4. Ceroulas: a palavra se referia a uma peça do vestuário masculino, mais precisamente, era usada para se referir a cuecas compridas, que iam até abaixo do joelho;
  5. Quiproquó: quando usada, a palavra quiproquó se referia a confusão, mal-entendido, engano;
  6. Sacripanta: a palavra significa mau-caráter, desprezível, patife;
  7. Lambisgoia: a palavra lambisgoia era usada para se referir a uma mulher antipática, convencida, sem graça, pretensiosa;
  8. Botica: a palavra botica era usada para se referir ao que conhecemos hoje como farmácia;
  9. Cacareco: a palavra significa objeto usado, sem valor, coisa velha, objeto que não tem serventia;
  10. Convescote: a palavra convescote era utilizada para se referir ao que conhecemos hoje como piquenique;
  11. Pachorra: quando usada, a palavra pachorra se referia a falta de pressa, calma excessiva, paciência;
  12. Jorna: a palavra podia fazer referência ao salário diário;
  13. Chapoletada: a palavra era usada quando alguém dizia que queria bater em outra pessoa;
  14. Safanão: a palavra safanão era usada no sentido de dar um empurrão forte ou puxão a alguém;
  15. Obséquio: a palavra era usada no sentido de gentileza, fineza, favor, amabilidade;
  16. Dondoca: quando usada, a palavra se referia a mulher que tinha uma boa situação social, era ociosa e fútil;
  17. Asseado: a palavra significa limpo, com asseio ou ainda feito com perfeição, esmerado;
  18. Acartado: se referia a alguém que tinha diploma, formação superior;
  19. Fuzarca: a palavra é sinônimo de festa muito animada com a participação de muitas pessoas, festança, farra;
  20. Borocoxô: quando usada, a palavra borocoxô era usada para dizer que uma pessoa estava triste;
  21. Lero-lero: a palavra era usada para se referir a conversa fiada;
  22. Vosmecê: a palavra significa você;
  23. Deveras: a palavra devera era usada com o significado de realmente, verdadeiramente, muito;
  24. Munheca: a palavra munheca era usada para se referir a uma pessoa que era pão-duro;
  25. Depós: a palavra significa após;
  26. Remelado: a palavra remelado era usada para se referir a uma pessoa que estava com conjuntivite ou disfunção lacrimal;
  27. Pera: a palavra é sinônimo de para;
  28. Apalarmado: a palavra apalermado era usada para se referir a uma pessoa era boba;
  29.  Soer: a palavra significa costurar;
  30. Lanfranhudo: quando usada, a palavra lanfranhudo se referia a homem mal-humorado, carrancudo e feio.

Leia também

você pode gostar também

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.

Grampeador tem função “secreta” que muitas pessoas ainda não conhecem

Embora todos nós usemos um grampeador de vez em quando, você provavelmente não conhece este tipo de uso secreto para ele.

15 nomes antigos que voltaram a ser populares no Brasil

Alguns dos nomes retrôs são muito populares hoje em dia no Brasil, sejam femininos ou masculinos. Confira alguns deles abaixo.

Como começar a empreender? Veja 7 dicas para ter um negócio de sucesso

Está querendo começar a empreender em 2023 e pretende alcançar o êxito profissional? Fique por dentro de sete dicas para ter um negócio de sucesso.