Você é um concurseiro inteligente? Veja 5 fortes sinais para identificar

Conheça cincos indicativos que mostram se você é ou não um concurseiro inteligente e saiba se está no rumo certo para a tão sonhada aprovação.

Para começar uma carreira pública, desfrutar de um alto salário todos os meses, ter mordomias exclusivas e uma aposentadoria tranquila no futuro, é preciso passar em um concurso.

Mas como saber se você está no caminho certo durante a fase de preparação para as provas? Simples. Vamos te mostrar cinco sinais que identificam se você é ou não um concurseiro inteligente.

1. Você estuda de maneira antecipada

Um concurseiro inteligente não espera a publicação do edital para só depois começar a estudar. Pelo contrário, assim que o certame é autorizado pelo Governo Federal ou Estadual, ele já começa a se preparar para as provas. Dessa forma, ele ganha mais um tempo considerável para aprender tudo o que precisa, o que é sempre bem-vindo.

A questão é que, quando o edital é publicado, o candidato tem cerca de três meses (ou menos) para se preparar efetivamente. E na maioria das vezes, esse tempo não é suficiente, já que o conteúdo cobrado pela banca examinadora costuma ser bem extenso.

Por isso, se você se antecipa nos estudos, mesmo que o edital ainda não tenha sido publicado, está no caminho certo para a aprovação.

2. Você lê todo o edital de abertura antes de se inscrever no concurso

Outro indicativo que mostra se você é ou não um concurseiro inteligente. Aquele candidato que acha bobagem (ou perda de tempo) ler o edital antes de fazer a inscrição em um concurso público, pode deixar sua aprovação mais longe.

Na verdade, esse documento traz informações importantes sobre as particularidades do certame que será realizado. Cargos em aberto, número de vagas, nível escolar exigido, bibliografia sugerida para estudo, locais das provas, cidades para onde as vagas se destinam, peculiaridades de cada função, bem como outros detalhes importantes, constam no edital.

Lembre-se de que nem todo concurso combina com o seu perfil. Por isso, é primordial ler todo o edital antes de fazer a inscrição.

3. Você cria um cronograma inteligente de estudos

Todo concurseiro inteligente e que está realmente focado em passar nas provas do certame, jamais deixa de elaborar um cronograma de estudos que seja sensato e realista.

Sem um plano de estudos fica muito difícil o candidato se organizar para aprender todo o conteúdo das disciplinas exigido pelo edital. Afinal, é muita informação que precisa ser absorvida pela mente em pouco tempo.

Por isso, é fundamental criar um cronograma de estudos, pois ele permite o concurseiro ter um panorama geral da quantidade de matérias que precisam ser estudadas e do tempo disponível até a data das provas.

Um plano de estudos inteligente que é fielmente seguido pelo candidato, aumenta bastante suas chances de aprovação no concurso. Pode acreditar.

4. Você é resiliente e não desiste na primeira tentativa

Um concurseiro inteligente sabe muito bem que passar nas provas de um disputado certame pode não ser tão fácil, mas não é impossível. Por isso, mesmo que ele não consiga ser aprovado na primeira tentativa (o que é bastante comum), precisa se manter resiliente e jamais desistir da carreira pública por causa disso.

O candidato deve ter maturidade suficiente para entender que, se ele não passar no concurso, nada vai acontecer com ele. Além disso, é preciso se lembrar de que é possível aprender com os eventuais fracassos.

Por isso, o concurseiro deve sempre manter a resiliência em alta. Não passou no primeiro certame? Mantenha a calma e o foco, já que outros vão aparecer.

5. Você tem sempre um plano B, C e D

Aquele concurseiro inteligente sempre tem de uma “carta debaixo da manga”, caso algo saia do controle durante a fase de preparação para as provas.

Afinal de contas, imprevistos podem acontecer quando menos esperamos, certo? Por exemplo, suponha que, por qualquer motivo, o seu cronograma de estudos, que foi previamente elaborado, não dê para ser seguido.

É preciso encontrar uma outra alternativa para estudar que seja viável e não afete o seu aprendizado. O candidato que não é precavido no dia a dia pode ser pego de surpresa, o que reduz suas chances de aprovação no concurso.

Lembre-se de que absolutamente nada pode atrapalhar a sua fase preparação para as provas do certame. Por isso, ter sempre um plano B, C e D é uma atitude sensata.

Viu como um concurseiro inteligente pode ter mais chances de ser aprovado no certame e decolar rumo ao sucesso em uma prestigiada carreira pública?

Leia também


você pode gostar também

Pagam bem: 5 profissões para quem não quer trabalhar com atendimento

Se você é uma pessoa introvertida e não gosta de lidar com público, conheça cinco profissões para quem não quer trabalhar com atendimento.

5 filmes da Netflix para se inspirar e ter motivação nos estudos

Se você anda meio sem inspiração para continuar estudando para as provas do concurso, conheça cinco filmes da Netflix que podem te motivar.

Concurso INSS: o que levar em conta na hora de estudar leis? Veja 5 dicas

Vai prestar o concurso INSS e precisa ser aprovado? Conheça cinco dicas incríveis sobre como estudar leis.

Conheça 7 tipos de aprendizagem e suas vantagens durante os estudos

Está começando a estudar para um concurso público? Conheça os sete tipos de aprendizagem e as vantagens de cada um deles.

Validade de concursos: como esse prazo afeta os concurseiros?

Entenda como funciona a validade de concursos públicos e saiba como esse prazo afeta a vida de todo concurseiro aprovado.

Estas 5 profissões antigas voltaram à moda no país e ganharam relevância

Conheça cinco profissões antigas que voltaram a ganhar espaço e relevância no mercado de trabalho brasileiro.