Quais são as 20 cidades mais violentas do país? Veja ranking de 2022

O ranking com as 20 cidades mais violentas do país é baseado no Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado no mês de junho de 2022 por órgãos competentes do setor.

Em primeiro lugar, as 20 cidades mais violentas do país foram selecionadas com base no levantamento realizado em junho de 2022 pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Basicamente, essa organização sem fins lucrativos trabalha na cooperação técnica e educacional na área da segurança pública no país.

Sobretudo, o Anuário Brasileiro de Segurança Pública utiliza como referência todas as informações fornecidas por parte das secretarias de segurança pública no Brasil.

Portanto, trabalha diretamente com relatórios das Polícias Civil, Federal e Militar para mapear a situação desse setor no país, promovendo transparência e prestando contas aos cidadãos.

Veja quais são as 20 cidades mais violentas do Brasil

Quais são as 20 cidades mais violentas do país? Veja ranking de 2022
Foto: Reprodução / Pixabay.

No geral, o Anuário Brasileiro de Segurança Pública é um instrumento de identificação do cenário da segurança no Brasil, além de servir como portal de transparência e prestação de contas sobre os investimentos neste setor.

Desse modo, não somente produz conhecimento por meio dos dados divulgados como também permite a criação de novas políticas públicas.

Por promover o debate de novos temas na agenda da Segurança Pública, tornou-se uma das principais referências no país. Divulgado em junho deste ano, as 20 cidades mais violenta do país segundo as informações levantadas são:

  1. São José do Jaguaribe (Ceará);
  2. Jacareacanga (Pará);
  3. Aurelino Leal (Bahia);
  4. Santa Luzia d’Oeste (Rondônia);
  5. São Felipe d’Oeste (Rondônia);
  6. Floresta do Araguaia (Pará);
  7. Umarizal (Rio Grande do Norte);
  8. Guaiúba (Ceará);
  9. Jussari (Bahia);
  10. Aripuanã (Mato Grosso);
  11. Rodolfo Fernandes (Rio Grande do Norte);
  12. Extremoz (Rio Grande do Norte);
  13. Chorozinho (Ceará);
  14. Japurá (Amazonas);
  15. Japi (Rio Grande do Norte);
  16. Cumaru do Norte (Pará);
  17. Tibau (Rio Grande do Norte);
  18. Itaju do Colônia (Bahia);
  19. Glória d’Oeste (Mato Grosso);
  20. Senador José Porfírio (Pará).

Como é feito o levantamento das cidades mais violentas do país?

Para realizar esse levantamento, o estudo considera o índice de mortes a cada 100 mil habitantes. Sendo assim, o cálculo é proporcional também à quantidade de moradores na região e as mortes violentas intencionais, o que inclui os casos de lesão corporal seguida de morte, homicídio doloso e latrocínio.

De acordo com o levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 10 cidades da Amazônia chegaram ao ranking de cidades mais violentas.

Sobretudo, estima-se que esse dado decorre da violência nas áreas fronteiriças e próximas às comunidades indígenas, como é o caso do brutal assassinato do jornalista inglês Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira.

Para evitar distorções ao levantamento ou incoerência nos dados, foi considerado o recorte de três anos, entre 2019 e 2021. Em resumo, considerar somente o período de 12 meses seria insuficiente para indicar o fenômeno da violência no país, principalmente nas pequenas cidades.

Os resultados gerais também envolvem 30 cidades na Região Norte, o que registra um crescimento em 2021 em relação ao período passado.

O Nordeste segue tendo maior representação, com 18 cidades na lista de lugares mais violentos no país. Por sua vez, o Centro-Oeste aparece com duas cidades, mas sem nenhuma cidade do Sul e do Sudeste.

O que esses dados mostram sobre o Brasil?

Em resumo, o levantamento demonstra que existe um cenário de impunidade por conta da precariedade na estrutura das forças de Segurança Pública nas regiões que foram apontadas como as cidades mais violentas do país. No caso da Amazônia, por exemplo, é responsabilidade do delegado realizar também as investigações criminais.

A pesquisa apontou ainda que entre todas as 30 cidades elencadas como mais violentas, cerca de 18 estão localizadas em áreas rurais, 8 são intermediárias e somente 4 são urbanas. Desse modo, estima-se que a briga por terrenos e conflitos familiares são o principal motivo por trás destes dados.

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública complementa outros dados sobre violência no país. De acordo com o Fórum de Segurança Pública, o Brasil registrou 47,5 mil mortes violentas ao longo de 2021, sendo que a taxa chegou a 22,3 mortes a cada 100 mil habitantes.

Leia também

você pode gostar também

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.

Grampeador tem função “secreta” que muitas pessoas ainda não conhecem

Embora todos nós usemos um grampeador de vez em quando, você provavelmente não conhece este tipo de uso secreto para ele.

15 nomes antigos que voltaram a ser populares no Brasil

Alguns dos nomes retrôs são muito populares hoje em dia no Brasil, sejam femininos ou masculinos. Confira alguns deles abaixo.

Como começar a empreender? Veja 7 dicas para ter um negócio de sucesso

Está querendo começar a empreender em 2023 e pretende alcançar o êxito profissional? Fique por dentro de sete dicas para ter um negócio de sucesso.