Profissões que podem deixar de existir no Brasil; veja se a sua é uma delas

As revoluções do mercado de trabalho modificaram várias carreiras. Veja quais profissões podem deixar de existir no país.

O avanço tecnológico modificou diferentes aspectos das nossas vidas, como no campo profissional. A partir disso, novas profissões surgiram com o desenvolvimento urbano e, principalmente, digital. A seguir, confira algumas profissões que podem deixar de existir no país, ou que podem ser modificadas no Brasil.

Leia também

Essa mudanças não são específicas da revolução digital. Ao longo dos anos, muitas funções foram substituídas por máquinas e até produtos que podem ser comprados em lojas. Por exemplo, um despertador. A função de acordar as pessoas já foi, um dia, o trabalho de alguém. Depois, passou a ser atividade específica de um objeto e, hoje, está disponível em qualquer celular.

Outras carreiras, no entanto, estão surgindo e crescendo para ser o futuro do mercado de trabalho. Esse movimento de transformação é bastante comum e continuará acontecendo conforme a evolução da sociedade, que está em constante mudança. Pensando nisso, o site Concursos no Brasil listou profissões que podem deixar de existir em breve.

Profissões que podem deixar de existir

profissões extintas, profissões que vão acabar, profissões que vão sumir
Foto: montagem / Pexels – Canva PRO

Todas as transformações acarretam mudanças nas relações de trabalho. Estima-se que profissões nas áreas de exatas vão crescer mais nos próximos anos. Como, nos próximos anos, diversas profissões muito provavelmente poderão ser extintas, listamos 20 que mais estão correndo riscos. Acompanhe:

  1. Secretário;
  2. Auxiliar de escritório;
  3. Faxineiro;
  4. Vigilante;
  5. Contador;
  6. Caixa de supermercado;
  7. Vendedor;
  8. Assistente jurídico;
  9. Cartógrafo;
  10. Analista de crédito;
  11. Analista de empréstimo;
  12. Arquivista;
  13. Bibliotecário;
  14. Corretores de Seguro;
  15. Analista de Risco;
  16. Digitador;
  17. Recrutador;
  18. Piloto de avião;
  19. Escrivão;
  20. Alimentador de linha de produção.

Além disso, as contratações em regime de CLT podem estar com os dias contados. A sua extinção, no entanto, está relacionada à mudança na forma de trabalho e não diretamente à tecnologia. Isso, porque as empresas vão buscar contratar por projeto, em regime de freelance, em vez de ficar com o profissional por longos períodos.

De acordo com pesquisa realiza pelo Laboratório da UnB, 30 milhões de empregos podem desaparecer até 2026, caso os profissionais de hoje não estejam atentos às mudanças.

Mudanças no mercado de trabalho

Para muito além das revoluções tecnológicas, o modelo de trabalho também está em mudança. A pandemia de COVID-19 acabou acelerando a implantação das novas tecnologias no mercado de trabalho.

Algo desmistificado neste período foi a ideia de que o trabalho remoto não funciona. Muito pelo contrário, essa modalidade evidenciou que as pessoas se tornam muito mais produtivas e ela veio para ficar.

Quem está buscando oportunidades deve se preparar para trabalhar de casa, assim como participar de processos seletivos remotos. Assim, uma boa dica para conseguir uma colocação no mercado é manter o perfil do LinkedIn atualizado.

Contudo, não basta evidenciar suas habilidades técnicas, é preciso mostrar que você domina as habilidades comportamentais necessárias para trabalhar em equipe, mesmo à distância. Além disso, a pandemia e a digitalização do trabalho também evidenciaram a importância de cuidar da saúde mental e manter uma vida equilibrada.

Quais as profissões do futuro?

Muitas das novas profissões do futuro estão ligadas à tecnologia. Confira algumas delas:

  1. Detetive de dados;
  2. Facilitador de TI;
  3. Gestor de desenvolvimento de negócios de inteligência artificial;
  4. Conselheiro de compromisso de saúde;
  5. Alfaiate digital;
  6. Guia de loja virtual;
  7. Construtor de jornadas de realidade aumentada;
  8. Curador de memórias especiais;
  9. Gerente de equipe humanos-máquinas;
  10. Analista de cybercidade.

Entre as habilidades e características apontadas como necessárias para o futuro do mercado de trabalho estão a criatividade, trabalho em equipe, liderança, pensamento analítico e a inteligência emocional.

Também é importante que os profissionais também aprimorem suas habilidades digitais para atender as demandas de um mercado de trabalho mais informatizado. Dessa maneira, além da adaptação às profissões do futuro, os benefícios da requalificação já são sentidos no presente por quem busca se especializar e aprender novas habilidades.

Leia também


você pode gostar também

Tem inglês fluente? Veja 5 profissões ideais para você e que pagam bem

Se você domina bem a língua inglesa, conheça cinco profissões que exigem inglês fluente e que pagam bem.

Dias contados: estes 11 carros vão SAIR de linha a partir de 2023

Os carros que vão sair de linha a partir de 2023 incluem modelos populares e de grande adesão dos brasileiros, como é o caso do Volkswagen Gol e do Fiat Uno.

Garçonete recebe gorjeta de R$ 15,5 mil e chora de tristeza depois. Saiba o motivo

Esta gorjeta acabou indo parar nas barras dos tribunais e envolve a garçonete, o cliente e o restaurante. Confira a matéria completa!

Concurso INSS: qual a nota mínima para ser aprovado nas provas?

As regras e normas do concurso INSS estão previstas no edital, onde os candidatos podem acessar as informações sobre qual a nota mínima para ser aprovado nas provas objetivas.

Pensão alimentícia: definição, principais regras e novas mudanças

Está estudando para um disputado certame da área jurídica? Conheça as particularidades da pensão alimentícia, que faz parte do conteúdo programático de vários editais.

Quer passar na prova teórica da CNH? Veja 5 dicas para se dar bem

Saiba como passar na prova teórica da CNH através de cinco dicas incríveis e aumente as chances do seu sonho se tornar uma realidade.