Pagam bem: 5 profissões para quem não quer trabalhar com atendimento

Se você é uma pessoa introvertida e não gosta de lidar com público, conheça cinco profissões para quem não quer trabalhar com atendimento.

Nem todos os profissionais gostam de lidar com o público no ambiente de trabalho e acabam optando por carreiras que possam ser exercidas sem o envolvimento de muitas pessoas. Essa matéria selecionou cinco profissões para quem não quer trabalhar com atendimento.

Leia também

Mesmo que evitar totalmente o contato humano seja algo praticamente impossível, já que vivemos em sociedade, existem trabalhos que não necessitam da convivência diária com outras pessoas. Então, confere aí.

5 profissões para quem não gosta de lidar com público

1) Fotógrafo

Essa é uma das profissões para quem não quer trabalhar com atendimento ao público. Se você é daqueles que não é muito fã de trabalhar com outros colegas em um escritório e ama a arte da fotografia, essa profissão pode ser ideal, mesmo que não tenha uma rotina flexível.

O Fotógrafo está presente em festas de aniversário ou formaturas, bailes, eventos em geral, casamentos, parques, shows e onde mais os clientes desejarem. Tudo o que ele precisa é muita inspiração, criatividade e uma boa câmera fotográfica, para que as fotos sejam de qualidade.

Se você tem habilidades com esse tipo de equipamento e sabe capturar momentos únicos da vida das pessoas, pode se dar bem nessa profissão. É possível ter um estúdio de edição em sua própria casa. E o melhor: não é preciso diploma de faculdade. Os ganhos podem chegar a R$ 4 mil por mês.

2) Programador

Este cargo de TI pode obter salário de R$ 17 MIL no país; veja qual é
Foto: Pexels.

Mais uma das profissões para quem não quer trabalhar com atendimento. Os Programadores podem exercer o seu trabalho sem a dependência de outras pessoas. Se você manja de desenvolvimento de softwares e tem perfil criativo, que tal se arriscar nessa área?

É possível trabalhar no conforto de casa e prestar serviço para diversas empresas. Lembre-se de que programar exige muita imaginação, foco e conhecimento técnico, para que um trabalho de qualidade seja desenvolvido no dia a dia. É possível faturar até R$ 5 mil por mês.

A maioria desses profissionais preferem exercer suas atividades de maneira mais solitária (já que o silêncio é primordial) e, preferencialmente, sem nenhuma interrupção. O mercado de trabalho está bastante aquecido para os Programadores mais capacitados.

3) Profissões para quem não quer trabalhar com atendimento: Escritores

Se você tem paixão pela arte da escrita, perfil introvertido, criatividade aguçada e domina a Língua Portuguesa, já cogitou a possibilidade de trabalhar como escritor? Esse profissional pode encontrar diversas oportunidades de trabalho por aí, dependendo das suas competências.

Pessoas que são especialistas em algum assunto podem ganhar um bom dinheiro escrevendo livros (literários ou didáticos) no conforto de casa e com horários flexíveis. Basta ter um espaço que seja adequado para o bom desenvolvimento das atividades e pronto.

Afinal, a imaginação de um escritor precisa aflorar praticamente todos os dias. Dessa forma, se você não gosta de lidar com público e prefere a solidão do seu próprio “mundo”, essa é uma das profissões para quem não quer trabalhar com atendimento. Os ganhos giram em torno de R$ 4,5 mil por mês.

4) Bibliotecário

Considerado um dos trabalhos menos estressantes que existem, o Bibliotecário é o profissional responsável pela organização e preservação dos livros que fazem parte do acervo de bibliotecas em geral. A convivência com outras pessoas pode ser rara no dia a dia.

Por isso, se você é daqueles que preferem trabalhos que não têm pressão, contato com o público, cobranças constantes e cujas as atividades podem ser desenvolvidas no seu ritmo, a profissão de Bibliotecário pode ser ideal para tais necessidades. O salário fica em torno de R$ 3,5 mil.

É possível atuar na iniciativa privada ou pública, desde que você seja aprovado em um concurso. Dependendo do dia da semana, a demanda de trabalho costuma ser bem tranquila para esse profissional. Você passará o dia em um ambiente calmo e, sobretudo, silencioso.

5) Caminhoneiro

Finalmente, a última das profissões para quem não quer trabalhar com atendimento. Se você não se importa em dirigir por várias horas seguidas, detesta rotina e adora a sua própria companhia (ou de uma boa música), que tal se tornar um Caminhoneiro?

A única exigência é que você tenha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias C, D ou E. A faixa de ganhos de um Caminhoneiro é variável, mas fica por volta de R$ 3 mil, trabalhando no regime CLT.

Quem é um bom motorista, tem muita responsabilidade e prefere trabalhar viajando pelas estradas Brasil afora, já que não consegue ficar preso à rotina de um escritório, essa profissão pode ser perfeita. Pense nisso.

Leia também


você pode gostar também

“Subir para cima”: 11 exemplos de pleonasmo para evitar no dia a dia

"Subir para cima", "descer para baixo" ou "sair para fora": confira alguns exemplos de pleonasmo para evitar no dia a dia.

Estes 5 sinais mostram se o seu amigo está apaixonado por você

Tem percebido que a pessoa com a qual tem amizade quer algo mais sério contigo, concurseiro? Fique por dentro dos cinco sinais de que o seu amigo está apaixonado por você.

Confira 3 signos que, geralmente, preferem ficar sozinhos

Existem alguns signos que, geralmente, preferem ficar sozinhos e apreciam a solidão mais do que ninguém. Confira quais deles integram a lista.

11 carros incríveis para quem é apaixonado por tecnologia

Se você é fã de carteirinha do universo automotivo, conheça 11 carros incríveis e tecnológicos, com funções incríveis de motorização, conforto e segurança.

Entenda para que realmente serve o lado preto da raquete de ping pong

A raquete de ping pong é um dos principais instrumentos do tênis de mesa, mas nem todas as pessoas conhecem para que realmente serve o lado preto dessa ferramenta.

7 hábitos que realmente podem prejudicar a sua produtividade

Quer realmente ser aprovado em um concurso público e alcançar a tão sonhada estabilidade financeira? Conheça os sete hábitos que prejudicam a sua produtividade e deixam a sua aprovação mais longe.