Profissões extintas: confira 6 cargos que deixaram de existir

A tecnologia trouxe transformações na forma de trabalhar em todo o mundo, eliminando profissões e também criando novos cargos e funções.

As inovações tecnológicas e o advento das invenções no mercado de trabalho, a forma de realizar as atividades se transformou com o tempo. Desse modo, muitos processos se tornaram automáticos, deixando de demandar a mão de obra humana para transferir a responsabilidade de algumas funções mecânicas às máquinas.

Leia também

Como consequência, as profissões também se transformaram em decorrência das revoluções na forma de trabalhar. Portanto, enquanto novos cargos surgiram, outras profissões se tornaram extintas.

Sobretudo, essa transformação acontece de maneira natural, e vem acompanhando a sociedade desde o início dos tempos. Atualmente, as chamadas habilidades do futuro permitem mapear e compreender quais são as exigências profissionais atuais, e permitem que os trabalhadores se adaptem a esse movimento.

Em resumo, consistem em características, práticas e conhecimentos de natureza humana que são fundamentais para acompanhar essa transformação em curso. Para além da representação em filmes e séries, conheça seis cargos que deixaram de existir nesse processo:

1) Acendedor de poste

Em resumo, a criação das primeiras lâmpadas, em 1879, envolviam modelos incandescentes. Desse modo, as ruas ainda tinham sistemas de iluminação a gás ou a óleo. Sobretudo, esses produtos exigiam que alguém acendesse as luzes no final do dia e apagasse no começo da manhã.

Para essa função, criou-se a profissão de acendedor de poste. A partir da implementação da rede elétrica nas cidades, no final do século 19, esse cargo tornou-se extinto.

2) Operador de telégrafo

Na década de 1850, o telégrafo era o principal equipamento para comunicação, antecedendo o telefone que conhecemos atualmente. Sendo assim, o operador de telégrafo funcionava como um transmissor de mensagens, recebendo e enviando-as para diferentes pontos.

3) Leiteiro

Ainda que seja comum nas cidades do interior, os leiteiros costumavam ser os principais profissionais para entrega de leite nas grandes cidades.

Até o começo da década de 50, os leiteiros circulavam com os produtos naturais, direto das fazendas, para entregar nas residências. Além disso, também entregavam derivados, como queijo ou manteiga.

4) Telefonista

Com o final do telégrafo e a implementação dos telefones através das redes de comunicação, as centrais telefônicas passaram a exigir profissionais que conectassem as chamadas, pois esse era um processo manual. Desse modo, os telefonistas eram responsáveis por conectar ligações a diferentes terminais, através de um painel com cabos e setores.

Em resumo, a profissão tornou-se extinta a partir dos anos 1960, quando a rede telefônica passou a incluir ligações diretas.

5) Atores de rádio

Ainda que a rádio continue sendo uma mídia vigente, seus gêneros e formatos passaram por imensa transformação. Na década de 80, as radionovelas eram extremamente populares e demandavam atores e atrizes capazes de interpretar histórias completas através da voz.

6) Despertador humano

Curiosamente, entre os séculos 18 e 19, existiam trabalhadores encarregados de saírem nas ruas logo cedo batendo em portas e janelas para despertar os trabalhadores. Para isso, utilizavam longos cabos para alcançar diferentes pontos nas residências, e também usavam instrumentos, como apitos e tambores.

Leia também


você pode gostar também

Concurso INSS terá curso de formação em nova etapa

A nova etapa do concurso INSS é caracterizada por um curso de formação, com treinamento específico dos candidatos e avaliação do desempenho ao longo do processo.

35 nomes estranhos que já foram registrados no Brasil

Se você curte tudo aquilo que é fora do comum, conheça alguns nomes estranhos que já foram registrados no Brasil.

5 empregos bizarros que ninguém conhecia, mas pagam muito bem

Se você está pensando em uma transição de carreira, conheça cinco empregos bizarros que pagam muito bem e que têm uma alta demanda no mercado.

Você é super inteligente? Veja 4 características que definem a condição

A super inteligência é multidimensional, e pode ser despertada em diversas áreas do conhecimento humano.

Estas 19 cidades já mudaram de nome no Brasil e você não sabia

Várias cidades brasileiras mudaram de nome ao longo dos séculos e décadas, sendo a alteração mais recente datada de 2021.

7 profissões mais bem pagas para quem é organizado e ama rotinas

Se você faz questão de ter uma rotina diária e deixa a organização fazer parte da sua vida, conheça sete profissões para quem é organizado.