Por que alguns tipos de plugues elétricos têm furos nos pinos?

Esses orifícios possuem uma história antiga e muitas explicações sobre suas principais funções, leia e descubra a seguir.

Se você já percebeu, alguns plugues de dois ou três pinos possuem orifícios nas pontas, e muita gente ainda pergunta por que eles estão lá. Para encontrar a resposta, precisamos voltar à primeira década do século XX.

Em 1904, Harvey Hubbell Jr. patenteou o primeiro plugue elétrico destacável. Tanto este como outros plugues que ele patenteou tinham entalhes nas pontas que se alinhavam com as pequenas saliências dos plugues elétricos.

Quando conectado ao soquete fêmea, o sistema de punção e entalhe ajudava a fixar as pontas no lugar. Dessa forma, os pinos não cairiam da parede. Com o tempo os entalhes foram substituídos por dois furos que funcionavam da mesma forma. Eles seguravam os plugues e impediam que fossem desligados acidentalmente.

Contudo, atualmente, essa não é a principal razão pela qual os pinos têm dois orifícios. Na verdade, não é essencial. Por exemplo, os carregadores europeus não têm mais furos nas pontas. Eles usam fricção e pressão para evitar que saiam do lugar.

Então, por que alguns tipos de plugues têm esses ‘furinhos’?

Hoje, os furos nas pontas dos pinos têm outros usos. Alguns fabricantes usam os orifícios para prender os pinos, eles os prendem a uma haste que enfiam nos orifícios, evitando que se movam enquanto estão embrulhados em plástico.

Outros fabricantes colocam mensagens de alerta nos furos para garantir que o consumidor leia as instruções antes de usar o aparelho. Também é frequentemente usado como um selo de garantia de fábrica.

E, finalmente, uma teoria popular afirma que esses furos economizam metal, reduzindo os custos de fabricação a longo prazo.

Quais são as partes de um plugue?

Saber quais são os elementos de um plugue ajudará você a entender e distinguir os diferentes tipos existentes. Um plugue é constituído por uma cabeça e pelos pinos. Com efeito, ao conectar esses elementos na tomada, a corrente elétrica é liberada.

O plugue macho é a parte com hastes metálicas (pinos) que se projetam e que são inseridas no plugue ou tomada fêmea. Eles estão no final do fio de um aparelho elétrico. Dependendo do tipo de plugue, os pinos têm diferentes tipos e formas, como aqueles que possuem furinhos.

A tomada ou plugue fêmea é o elemento que fica na parede. Assim, ao entrar em contato com os pinos do plugue, eles fecham o circuito e fazem a corrente fluir.

Por que existem diferentes tipos de plugues?

Por fim, a principal razão pela qual não existe um plugue universal é basicamente devido a um desenvolvimento tecnológico diferente em cada país e que, hoje, não existe um consenso para padronizar um tipo de plugue por fabricantes e países.

Somente com a eletricidade nos séculos XIX e XX, surgiram os primeiros eletrodomésticos e os fabricantes de cada país criaram seus próprios plugues. Naquela época, poucas pessoas tinham eletrodomésticos em casa e menos ainda viajavam para o exterior a lazer e descanso, por isso não era necessário ter um único plugue.

No mercado global de hoje, ter uma variedade tão grande de plugues é uma desvantagem, tanto para os fabricantes quanto para os usuários. A ideia de um plugue padronizado surgiu há décadas, embora até agora apenas o Brasil e a África do Sul a tenham adotado.

Leia também

você pode gostar também

Conheça 9 profissões que não precisam de diploma

Não pôde concluir os estudos e vai começar a procurar emprego? Conheça nove profissões que não precisam de diploma e que costumam ter uma grande demanda.

Saiba como aumentar sua produtividade em 7 passos

Procura uma forma de aumentar a produtividade nos estudos para as provas do concurso? Fique por dentro de sete dicas incríveis e turbine as suas chances de aprovação.

Síndrome de Burnout: qual é a causa? Descubra como evitar

A Síndrome de Burnout é um distúrbio emocional relacionado com o excesso de trabalho, sendo considerada uma doença ocupacional por especialistas da área de saúde.

9 profissões com bons salários que não exigem nível médio

Sempre sonhou em ganhar bem, mas não quis levar os estudos adiante? Conheça nove profissões com bons salários que não exigem nível médio.

9 informações que não precisam ser citadas em seu currículo

Vai começar a procurar emprego e quer aumentar as chances de ser convocado para um processo seletivo? Então, conheça nove informações que não precisam ser citadas no currículo.

5 profissões que pagam bem e têm vagas sobrando

As profissões que pagam bem e têm vagas sobrando saem das carreiras tradicionais por acompanharem as inovações no mercado de trabalho. Porém, existem requisitos para ocupar os cargos dessa lista.