Novas profissões: confira 7 empregos que não existiam há duas décadas

A era digital abriu portas a profissões associadas a novas formas de viver e relacionar-se no mundo; confira algumas delas que não existiam há alguns anos atrás.

Certamente em mais de uma ocasião você já ouviu falar de realidade virtual (RV), criptomoedas, influenciadores, gamers ou aplicativos. A evolução da tecnologia na era digital invadiu todos os aspectos de nossas vidas, inclusive o local de trabalho. Por isso já surgiram novas necessidades, como a criação de postos de trabalho, o surgimento de carreiras e a extinção de algumas outras.

Além disso, segundo o Fórum Econômico Mundial (FEM), no relatório Futuro do Trabalho, pelo menos 65% das crianças que ingressam hoje na escola primária acabarão trabalhando em algo que talvez ainda não exista hoje.

Isso será possível graças a tendências como robótica, transporte autônomo, inteligência artificial, biotecnologia e genômica, entre outras, segundo o FEM. Por isso, apresentamos abaixo sete profissões que não existiam há duas décadas.

Confira as profissões que não existiam 2 décadas atrás

1. Desenvolvedor de Aplicativos

Bancos, plataformas de comunicação, lojas ou centros médicos são algumas das empresas que decidem disponibilizar um aplicativo para os seus clientes.

O Desenvolvedor de Aplicativos Móveis ou Desenvolvedor Mobile lida com todo o processo de desenvolvimento do código do aplicativo desde sua concepção inicial, sua implementação, seu teste ou seu design até a publicação final. Um perfil altamente exigente e com um futuro profissional muito promissor.

2. Youtuber (Criador de Conteúdo do YouTube)

Graças ao YouTube e outras plataformas de compartilhamento de vídeo, agora ser um Youtuber, Blogueiro de Vídeo ou Vlogger é uma carreira. Por exemplo, as grandes estrelas do canal de vídeos do Google chegam para trazer milhões de dólares para seus portfólios por meio de publicidade, redes sociais e patrocínios.

3. Social Media

Em 2006, o Facebook estava engatinhando, o Instagram não existia e o Twitter estava apenas começando, então não havia necessidade de ter Gerentes de Mídia Social ou Social Media como parte da estratégia de marketing para as marcas se aproximarem de seus clientes, mas hoje é o oposto.

O Facebook com 2,9 bilhões de contas ativas é a rede social mais popular do mundo, e é seguido pelo WhatsApp, com mais de 2 bilhões de usuários, segundo dados do estudo Digital 2022: Global Overview Report.

4. Motoristas Uber

A Uber foi fundada em 2009 e hoje é a startup mais valorizada do mundo, com valor de mercado estimado em mais de 62 bilhões de dólares. Apesar dos conflitos que tem enfrentado ao redor do mundo, a receita da empresa subiu 83% no último trimestre de 2021.

No entanto, talvez este trabalho não dure tanto quanto outros desta lista, já que, por exemplo, a Uber está de olho no uso de veículos autônomos para fornecer seu serviço.

Mesmo assim, e como parece que ainda têm um longo caminho a percorrer antes de atingir seu objetivo, hoje esses serviços permitiram que muitas pessoas conseguissem um trabalho e se tornaram uma alternativa de emprego bastante comum.

5. Analista de Big Data

Este é um perfil profissional que, graças ao estudo e interpretação dos dados, pode estabelecer estratégias dentro de uma empresa. A matemática e a estatística são a base de qualquer análise completa, assim como o trabalho em equipe para alcançar um bom resultado.

Pela sua determinação, o Analista de Big Data é uma figura necessária em qualquer tipo de setor e departamento e, sem dúvida, tem um dos desafios mais interessantes que surgirão nos próximos anos.

Vale lembrar que esse profissional difere do Cientista de Dados. A principal diferença entre os dois é que o analista usa dados de uma única fonte como um sistema CRM, enquanto o cientista deve analisar dados de múltiplas fontes e ter uma visão mais ampla orientada aos negócios.

6. Agile Coach

A estes profissionais cabe liderar metodologias ágeis e de trabalho em equipe, em diferentes áreas de atividade, principalmente em ambiente web. Assim, eles estão revolucionando as metodologias com as quais as empresas respondem aos requisitos de seus clientes.

7. Especialista em Computação em Nuvem

Uma década atrás, se alguém dissesse que trabalhava na nuvem, você poderia entender que ele estava falando que era Piloto de Avião. O termo aparentemente surgiu de uma conferência de 2006 na qual Eric Schmidt descreveu a abordagem do Google para software como “computação em nuvem”.

Hoje, o termo “nuvem” é muito comum no mundo virtual. Com efeito, mais da metade das empresas americanas usam esse tipo de serviço (também conhecido como SaaS: Software as a Service).

Assim, gerenciamento de nuvem, engenharia e desenvolvimento de estratégias para esse ambiente se tornaram alguns dos serviços do especialista em computação em nuvem, profissão que se popularizou nos últimos anos.

Leia também

você pode gostar também

11 profissões que você nem sabia que já existiram

Conheça um pouco mais sobre as profissões que você nem sabia que já existiram e que só são relembradas em documentários da TV ou nos livros escolares.

Oscar 2023: lista completa de indicados e onde assistir cada filme

Você sempre foi fã das novidades do mundo do cinema? Então, conheça os filmes indicados ao Oscar 2023 e saiba onde assistir a cada um deles.

Mal ou mau: qual a diferença? Veja exemplos

Uma das maiores dificuldades dos falantes da língua portuguesa é descobrir quando usar corretamente os termos mau ou mal. Para sanar esta dúvida de uma vez por todas, confira algumas dicas para exercitar as palavras.

Recebeu uma multa que não é sua? Veja o que fazer e como recorrer

Se você foi multado, mas a pena foi aplicada de forma equivocada ou indevida, é possível entrar com recurso e regularizar a situação.

Tire estes aparelhos da tomada para Economizar Energia

Economizar energia elétrica pode ser mais simples do que se pensa; veja quais eletrônicos devem ficar fora da tomada.

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.