Mutirão para negociar dívidas com bancos termina nesta quarta, 30

Confira quais dívidas podem ser renegociadas em mais de 150 instituições e como ter acesso ao evento sem sair de casa.

Interessados têm até quarta-feira, 30, para participar do Mutirão Nacional de Negociação de Dívidas e Orientação Financeira. “Podem ser negociadas dívidas no cartão de crédito, cheque especial, crédito consignado e demais modalidades de crédito contraídas de bancos e instituições financeiras”, explica a Federação Brasileira de Bancos.

As opções incluem parcelamentos, descontos no valor da dívida e/ou redução da taxa de juros. A iniciativa, que se estende durante todo o mês de novembro, é fruto de parceria entre Febraban, Banco Central (BC), Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e unidades do Procon espalhadas pelo país.

Confira a seguir como renegociar as dívidas por meio do mutirão.

Como participar do Mutirão Nacional de Negociação de dívidas?

mutirão nacional de negociação de dívidas
Mutirão Nacional de Negociação de Dívidas. Imagem: Reprodução/Febraban

Consumidores são orientados a acessar a página específica do mutirão, na qual estão listadas as mais de 150 instituições participantes e respectivos canais de atendimento, além do link para o Registrato – sistema disponibilizado pelo Banco Central para acesso direto a dívidas no nome do cliente.

Já a negociação pode ser realizada diretamente por meio do Portal do Consumidor, que solicita cadastro prévio e criação de uma conta. Uma vez registrado o pedido de renegociação, o banco tem dez dias para analisar a solicitação e apresentar a proposta.

Saiba mais

Realizado em março de 2022, o último mutirão registrou 1,7 milhão de contratos renegociados, segundo dados da Febraban. A entidade destaca que ultrapassa 22 milhões o número total de contratos em atraso contemplados no período entre 2020 e 2022.

Divulgado bimestralmente pela Serasa, o Mapa da Inadimplência revela que 68,3 milhões de brasileiros estavam com o nome restrito até setembro, indicando um crescimento do índice pelo nono mês consecutivo. A faixa etária de 31 a 40 anos representa 31,3% do total de inadimplentes.

Analistas avaliam que, em caso de superindividamento, é aconselhável buscar orientação em órgãos de proteção e defesa do consumidor, a exemplo do Procon, antes de recorrer a negociações diretamente com instituições financeiras.

Leia também

você pode gostar também

Estágio Caixa tem 6,8 mil vagas abertas; saiba como se inscrever

Estágio Caixa Econômica Federal é destinado a estudantes do ensino médio, técnico e superior. Veja como participar.

Pagamento em cheque cai em desuso e Pix pode ter influenciado

Pagamento por meio de cheque especial segue caindo. Redução chega a 94% em comparação com o ano de 1995.

Venda de férias está prevista na CLT; veja as regras e como funciona

Comum entre os trabalhadores, prática acontece em empresas, entretanto existem algumas regras e limites previstos na lei para a venda de férias.

IPTU atrasado gera multa para o contribuinte

A multa para o contribuinte que não paga o IPTU no prazo correto é acumulativa, e varia de acordo com o período de inadimplência do cidadão.

NASA: viagem para Marte pode acontecer ainda em 2023

Uma equipe de cientistas explica que a propulsão térmica a laser pode reduzir o tempo de viagem, que atualmente é de cerca de seis meses.

5G: Mais de 75 cidades brasileiras têm sinal autorizado pela Anatel

Nesta semana, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) liberou o sinal de 58 em mais de 75 cidades brasileiras, localizadas próximos de capitais. A expectativa é continuar ampliando o acesso à tecnologia.