Não sabe se cometeu multa de trânsito? Veja como consultar pelo CPF

A consulta às multas de trânsito é realizada pela internet. O procedimento permite que os condutores confiram os detalhes de cada infração.

Motoristas precisam ficar atentos às regras de trânsito, para evitar problemas futuros com a sua permissão para dirigir. Dessa maneira, é sempre importante realizar consultas das multas de trânsito pela internet, utilizando o CPF, para verificar sua pontuação. Também é possível conferir se há alguma infração com pagamento pendente e/ou dentro do prazo para recurso.

Em 2021, o Código de Trânsito Brasileiro passou por alterações, modificando o limite para a suspensão. Segundo as novas normas, a Carteira Nacional de Habilitação é suspensa após atingir 40 pontos. No entanto, se o condutor tiver cometido alguma infração gravíssima, o limite diminui e, em alguns casos, pode até acarretar recolhimento do veículo.

Multas de trânsito: consultar pelo CPF

multas de trânsito, infrações de trânsito
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO

O procedimento é realizado junto ao portal de serviços SENATRAN e demora apenas alguns minutos, sendo um serviço totalmente gratuito. A pesquisa permite que o motorista verifique todo o histórico de infrações e detalhes de cada uma delas.

Para consultar as multas de trânsito é preciso a CNH Digital ativa, com validação presencial no Detran ou facial pelo aplicativo. A partir disso, o interessado em fazer a verificação deve seguir o seguinte passo a passo:

  • Primeiro, acesse o portal do SENATRAN;
  • Selecione “Entrar com o Gov.BR” no canto superior direito da tela;
  • Depois, faça login com CPF e senha cadastrados;
  • Em seguida, clique no ícone de “Infrações”;
  • Clique em “infrações por infrator” ou “infrações por veículo”.

Depois disso, você poderá conferir todas as multas de trânsito que estão no seu nome, seja na carteira de motorista ou automóvel. Interessados em tirar dúvidas ou obter mais informações devem entrar em contato pelos seguintes canais:

  • Telefone: 0800 728 2324;
  • E-mail: css.serpro@serpro.gov.br.

Multas autossuspensivas: conheça algumas delas

Existem mais de 21 infrações que configuram multas autossuspensivas. A maioria delas implica em suspensão da CNH de 2 a 8 meses, mas alguns casos podem chegar até 12 meses. Confira algumas delas:

  1. Dirigir sob influência alcoólica: multa de R$ 2.934,70, com fator multiplicador de até 10 vezes o valor original. O tempo de suspensão é de 12 meses;
  2. Dirigir ameaçando pedestres e outros motoristas: multa de R$ 293,47. Suspensão de até 8 meses;
  3. Recusar fazer o teste de bafômetro: multa de R$ 2.934,70, com fator multiplicador de 10 vezes. A suspensão é por 12 meses;
  4. Condutor que não prestar socorro às vítimas após acidente: R$ 1.467,35 de multa, com fator multiplicador de até 5 vezes. Suspensão por até 8 meses;
  5. Condutor que não prestar informações para boletim de ocorrência: multa de R$ 1.467,35, com fator multiplicador de até 5 vezes. Suspensão por até 8 meses;
  6. Forçar passagem de veículos: multa de R$ 2.934,70, podendo multiplicar em até 10 vezes o valor original. Suspensão por até 8 meses.
  7. Interromper a livre circulação da via sem autorização com algum veículo: multa de R$ 5.869,40, podendo multiplicar em até 20 vezes o valor original. Suspensão por até 12 meses.
  8. Organizar a interrupção da circulação da via sem autorização: multa de R$ 17.608,20, com fator multiplicador de 60 vezes. Suspensão por até 12 meses.

Inicialmente, o motorista recebe a multa em casa, com possibilidade de entrar com algum recurso. Caso não apresente defesa ao órgão autuador, o Detran é comunicado, e a suspensão é iniciada.

Limite de pontos na CNH

De acordo com o CTB, cada categoria de infração possui uma quantidade de pontos que será descontado. Elas são divididas em quatro tipos:

  • Leves: descontam 3 pontos na CNH, e tem cobrança de multa no valor de R$ 88,38;
  • Média: descontam 4 pontos na CNH, e tem cobrança de multa no valor de R$ 130,16;
  • Graves: descontam 5 pontos na CNH, e tem cobrança de multa no valor de R$ 195,23;
  • Gravíssimas: descontam 7 pontos na CNH, e tem cobrança de multa no valor de R$ 293,47.

Quando o condutor não comete nenhuma infração gravíssima, e atinge somatória de 40 pontos, a CNH é suspensa. Aqueles que cometem pelo menos uma gravíssima, no entanto, o limite é reduzido para 30 pontos.

Se o motorista tiver duas ou mais infrações gravíssimas, a pontuação para suspensão é de 20 pontos.

Leia também


você pode gostar também

Não tem multas na CNH? Você poderá ser recompensado por isso

Projeto é parte do Registro Nacional Positivo de Condutores e engloba várias empresas privadas e órgãos públicos parceiros.

Moeda de R$ 1 de 2014 pode valer uma BOLADA em breve; veja modelo

Em vídeo do TikTok, colecionador chama a atenção para a moeda de R$ 1 cunhada em 2014 que pode passar por valorização nos próximos anos.

Imposto será DEVOLVIDO a brasileiros; veja se você irá receber em outubro

Decisão da Anatel pode gerar redução nas cobranças de telefone, internet e TV a cabo por meio da devolução de parte do imposto pelos serviços.

Novo RG só será permitido se houver correção do CPF; veja como funciona

Já existem estados que estão emitindo o novo RG. Documento possui várias modificações em relação à versão antiga.

Eleições 2022: saiba como consultar o local de votação pelo seu CPF

Os cidadãos podem consultar o local de votação das Eleições 2022 pelo CPF através do site do Tribunal Superior Eleitoral, mas também por meio de aplicativo e bot no WhatsApp.

Quase 200 mil motoristas poderão ficar sem dirigir em breve, informa Detran

Prazo de suspensão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) será entre dois meses até um ano, dependendo da situação do condutor.