Retorno do Horário de Verão poderá se tornar realidade em 2022?

Governo Federal solicitou uma reavaliação sobre necessidade de um eventual retorno do horário de verão. Veja o que se sabe.

Retorno do horário de verão é uma possibilidade. A reanálise sobre o tema foi um pedido realizado pelo Ministério de Minas e Energia para o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Assim, a discussão analisa o benefício com retorno do horário de verão, podendo gerar aos consumidores uma redução nos horários de pico.

Esta é a segunda vez que o Ministério de Minas e Energia solicita novos estudos para avaliar retorno do horário de verão, extinto pelo próprio governo Bolsonaro em 2019.

Em julho de 2021, diante da crise energética, o governo havia solicitado que o operador reavaliasse eventual retorno do horário de verão. Contudo, na época, o ONS não identificou benefícios relevantes para sua retomada.

Retorno do Horário de Verão em 2022?

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico, o pedido do Governo Federal aconteceu durante uma reunião técnica, realizada no dia 19 de agosto, para discutir condições de atendimento da demanda de energia em 2022.

O objetivo da adoção do horário de verão é garantir melhor aproveitamento da energia solar, diminuindo o consumo da energia elétrica. Assim, ao estender o período em que há luz natural, há expectativa de diminuição no consumo de energia entre as 18 e 21 horas.

O Operador Nacional informou não haver expectativa de adoção do horário de verão neste ano. No entanto, não foi informado se esse estudo já foi concluído e se está descartado o retorno do mecanismo também em 2023.

Além disso, a decisão final para determinar o retorno do horário de verão será do presidente Jair Messias Bolsonaro.

Horário de verão no Brasil

O horário de verão foi extinto em abril de 2019 pelo Governo de Jair Bolsonaro, sendo baseado em estudos desenvolvidos pelo Ministério de Minas e Energia. Eles apontaram pouca efetividade na economia energética. Além disso, estudos da área da saúde apontaram o quanto o horário de verão afetava o relógio biológico das pessoas.

Com relação à economia de energia, algumas metodologias apontaram neutralidade na variação de energia, enquanto outras apontaram para aumento. A pasta avaliou o resultado regulatório da extinção do horário de verão, e apontou que a economia de energia com a medida foi sendo reduzida nos últimos anos.

Dessa maneira, já estaria próximo da neutralidade em razão das mudanças no hábito de consumo de energia da população.

No Brasil, o horário de verão foi usado pela primeira vez no início da década de 1930, pelo Governo de Getúlio Vargas, que buscava uma maior economia em tempos de crise econômica mundial.

Assim, o horário de verão tinha por objetivo aliviar o pico de consumo, que era em torno das 18 horas, e trazer economia de energia enquanto a iluminação solar era aproveitada por mais tempo.

No entanto, o Ministério de Minas e Energia constatou, em 2019, uma alteração no horário de pico com maior consumo de energia no período da tarde, em razão da intensificação do uso do ar condicionado quando o horário de verão não tem nenhuma influência.

Vale lembrar que nem todos os estados brasileiros vinham adotando o horário de verão, apenas os seguintes:

  • Rio Grande do Sul;
  • Santa Catarina;
  • Paraná, São Paulo;
  • Rio de Janeiro;
  • Espírito Santo;
  • Minas Gerais;
  • Goiás;
  • Mato Grosso;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Distrito Federal.

Leia também


você pode gostar também

Eleições 2022: saiba como consultar o local de votação pelo seu CPF

Os cidadãos podem consultar o local de votação das Eleições 2022 pelo CPF através do site do Tribunal Superior Eleitoral, mas também por meio de aplicativo e bot no WhatsApp.

Quase 200 mil motoristas poderão ficar sem dirigir em breve, informa Detran

Prazo de suspensão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) será entre dois meses até um ano, dependendo da situação do condutor.

Enfermagem: quando o piso de R$ 4,7 MIL começará a valer no país?

O Congresso está analisando projetos que podem viabilizar o piso salarial para a Enfermagem, que está suspenso desde o início de setembro.

CNH: se você cometer ESTA infração, poderá receber multa de quase R$ 20 MIL

A multa mais cara do país é uma infração gravíssima multiplicada 60 vezes e pode gerar outras penalidades na CNH.

É possível antecipar o pagamento do 13º salário neste ano de 2022?

Alguns trabalhadores ativos e aposentados podem antecipar o 13° salário? Saiba mais detalhes e como ser beneficiado.

IR: mais de 1 milhão de pessoas entram na malha fina; saiba resolver o problema

Atualmente, já foram retidas um total de 1.032.272 declarações do IR que caíram na malha fina, 2,7% de mais de 38 milhões.