Salário mínimo 2023 tem valor aprovado no Congresso; veja previsão

Apesar de as previsões serem realizados ao longo deste ano, a correção oficial do valor do salário mínimo nacional é anunciada somente em janeiro de 2023.

Na última terça-feira, 12 de julho, foi aprovado no Congresso Nacional a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023, que estabelece o valor do salário mínimo 2023 nacional para R$ 1.294. Conforme a proposta, o piso nacional para o próximo ano poderá ter reajuste pouco maior do que 6,7%.

É importante lembrar que a LDO serve de base para a Lei Orçamentária Anual (LOA), que regulamenta os gastos do governo federal ao longo do próximo ano. Portanto, previsões orçamentárias são feitas para que os recursos sejam alocados da melhor maneira possível, considerando a arrecadação de impostos e as despesas.

O valor do salário mínimo para 2023, então, poderá ser corrigido conforme os níveis atualizados da inflação.

Salário mínimo 2023 sem ganho real

De acordo com o que foi aprovado pelos parlamentares na LDO, o salário mínimo saltará de R$ 1.212 para R$ 1.294 em 2023. A quantia representa aumento de 6,77% em relação ao valor anterior.

Contudo, é importante analisar que esse aumento concedido está abaixo daquele divulgado pelo Boletim Focus, do Banco Central (BC), com previsão para a inflação de 2022. Portanto, se o BC estiver correto, o piso nacional aprovado pelos deputados e senadores não ficará compatível com a realidade econômica do país.

Independentemente disso, a partir do reajuste do salário mínimo, aposentados e pensionistas do INSS, beneficiários do BPC e outros auxílios baseados no piso nacional serão afetados com o reajuste.

Apesar de as previsões serem realizados ao longo deste ano, a correção oficial do valor do salário mínimo nacional é anunciada somente em janeiro de 2023. Ou seja, após a divulgação da inflação real por parte do Instituto Brasileiros de Geografia e Estatística (IBGE). Assim, todos os números apresentados são especulações que podem ou não serem confirmadas.

Em todos os casos, a Constituição determina que o reajuste seja maior que a inflação, para resguardar os cidadãos brasileiros. Contudo, o valor do salário mínimo nacional segue sendo reajustado sem aumento real desde o ano de 2020, considerando apenas a inflação do ano anterior e as estimativas do INPC.

Caso permaneça assim, o poder de compra dos brasileiros seguirá inalterado.

Piso poderá ser superior ao aprovado na LDO

De acordo com as novas estimativas da inflação divulgadas pelo Ministério da Economia nesta mesma semana, está previsto um aumento do valor estabelecido para o salário mínimo, que poderá chegar a R$ 1.302.

Basicamente, esse cálculo considera o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), responsável por medir a inflação para famílias cuja renda seja de até cinco salários mínimos. Desse modo, as projeções preveem uma inflação de 7,41% em 2022, o que pode afetar o reajuste do piso salarial no país.

Leia também

você pode gostar também

Auxílio-alimentação tem novas regras aprovadas para trabalhadores

Congresso Nacional aprova novas regras para o auxílio-alimentação. MP ainda trata de home office. Veja principais alterações.

Exame da OAB tem edital divulgado; veja calendário e como se inscrever

Novo Exame da OAB receberá inscrições entre 12 e 19 de agosto de 2022. No edital divulgado, é possível conferir todas as informações.

Restituição do IR: veja prazo para consulta e pagamento do 4º lote

Próximo pagamento da restituição do IR deve ocorrer a partir do dia 31 de agosto, e consulta pode ser feita uma semana antes da data.

Salário mínimo 2023 recebe nova estimativa de valor; veja previsão

Ministério da Economia deverá apresentar nova previsão do salário mínimo de 2023. Aumento não deverá ter ganho real.

Voto facultativo: veja regras oficiais e quem não precisa votar em 2022

No Brasil, o voto facultativo contempla apenas alguns grupos de pessoas que ficam isentas de participar das eleições e de pagar multa.

O que acontece se eu dirigir com a CNH suspensa? Veja consequências

Dirigir com a CNH suspensa pode aumentar o tempo de bloqueio do documento, gerar pagamento de multa triplicada e outras penalidades.