Salário mínimo terá “ganho real” em 2023? Veja nova previsão de valor

O Ministério da Economia liberou uma nova estimativa para o valor do salário mínimo 2023. O percentual é superior ao previsto no Orçamento.

Na última quinta-feira (19/05), a Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia divulgou a nova estimativa do salário mínimo para 2023. A pasta calculou um reajuste de R$ 98,17 baseado no índice de inflação, que subiu de 6,7% para 8,1%. Ao que tudo indica, não haverá ganho real pelo 4° ano seguido.

Isso porque a atualização do piso salarial está levando em consideração apenas o percentual notado pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor. No cálculo da Secretaria, não há valores excedentes à inflação e o pagamento mínimo deve ficar em R$ 1.310,17.

Vale ressaltar que essa é apenas uma estimativa do salário mínimo 2023 e o valor oficial só será confirmado em janeiro. Sendo assim, é provável que haja nova alteração até o fim de 2022. A partir das previsões, é possível que o piso do próximo ano acabe superando o proposto na Lei de Diretrizes Orçamentárias.

O documento define as seguintes quantias:

  • R$ 1.294 para 2023;
  • R$ 1.337 para 2024; e
  • R$ 1.378 para 2025.

É importante saber que esse pagamento é referência para mais de 56 milhões de brasileiros, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O órgão ainda informa que, desse número, 24,2 milhões são segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Novo salário mínimo deve influenciar em benefícios governamentais

O reajuste no salário mínimo 2023 tem impacto não só para trabalhadores ativos, mas também em alguns benefícios. Isso porque a correção feita nos pagamentos governamentais é o mesmo utilizado no piso nacional. Dessa forma, as alterações que podem acontecer são:

  • Aposentadoria: piso deve subir para R$ 1.310 e o teto para R$ 7.661;
  • Seguro-desemprego: piso deve subir para R$ 1.310 e o teto para R$ 2.276;
  • BPC: o benefício deve passar para R$ 1.310 e o critério de renda mínima equivalente a 1/4 do salário mínimo para R$ 327,50.

Assim como o piso salarial, o valor dos benefícios só será confirmado oficialmente no início de 2023.

Leia também

você pode gostar também