Concurso IBGE: já é possível solicitar devolução das taxas; veja como funciona

Candidatos do concurso IBGE podem solicitar devolução das taxas pelo site do próprio Instituto. O prazo para o estorno é de 40 dias.

Nesta sexta-feira (03/12), foi iniciada a devolução das taxas do concurso IBGE. O certame, que tinha mais de 200 mil vagas, acabou sendo cancelado por conta do fim do contrato com a banca organizadora.

A seleção iria contratar, por tempo determinado, Agente Censitário Municipal, Agente Censitário Supervisor e Recenseador. Esses iriam trabalhar colhendo dados do Censo Demográfico 2021.

A empresa que seria responsável pelo concurso IBGE era o Cebraspe. O contrato entre as instituições foi firmado para realização do certame em 2020, que foi cancelado por causa da pandemia.

Em 2021, novos editais foram lançados, mas acabaram sendo suspensos novamente. Antes que as etapas fossem retomadas, o contrato com a banca expirou e não foi renovado.

Concurso IBGE: como pedir devolução das taxas

Conforme informações do órgão, os valores devem ser estornados para mais de 580 mil pessoas. Veja o passo a passo para solicitar a devolução das taxas do concurso IBGE:

  1. Acesse o portalportal do IBGE;
  2. Informe seu CPF e os quatro últimos dígitos do número do seu celular ou o e-mail cadastrados no ato na inscrição;
  3. Preencha os dados da conta corrente da qual você é titular (banco, números da agência e da conta);
  4. Por fim, anote o número do protocolo. A partir desse código, você poderá acompanhar o andamento da sua solicitação.

Concurso IBGE: como serão feitos os estornos

Quem se inscreveu no concurso IBGE e quer reaver o valor pago precisa se cadastrar no site do Instituto. De acordo com as regras, o dinheiro será estornado para a conta bancária do candidato.

É necessário que seja uma conta corrente, não podendo ser poupança, salário ou conjunta. Além disso, é preciso que a pessoa não esteja com o CPF negativado e esteja regular junto à Receita Federal.

A devolução das taxas do concurso IBGE será feita em até 40 dias depois que a solicitação foi concluída no sistema do órgão. O Instituto informou ainda que, posteriormente, fará o reembolso por meio de saque.

Essa modalidade será liberada a partir do dia 17 de janeiro de 2021. As retiradas serão feitas através de ordem bancária no Banco do Brasil. Vale ressaltar que a opção será para os candidatos que:

  • Não tiverem conta corrente;
  • A conta corrente não estiver de acordo com os parâmetros definidos; ou
  • Preferirem a segunda modalidade ao depósito em conta.

Leia também

você pode gostar também