Vai usar Pix durante a Black Friday? Confira dicas para evitar golpes

Saiba o que fazer para não cair em golpes durante suas compras na Black Friday, especialmente utilizando o Pix como forma de pagamento.

A Black Friday está sendo realizada nesta sexta-feira (26/11). O evento costuma oferecer grandes descontos em serviços e produtos, principalmente em compras online. Se você vai usar o Pix na Black Friday, veja o que fazer para não cair em golpes.

O Pix foi criado no final de 2020 pelo Banco Central (BC) com o objetivo de simplificar transações de recursos. A plataforma se tornou muito utilizada pelos brasileiros, com números que superam a Transferência Eletrônica Disponível (TED) e o Documento de Ordem de Crédito (DOC) em quantidade de transações.

Recentemente, o Pix passou até mesmo os boletos bancários em quantidade. Segundo o BC, até outubro de 2021, 7 bilhões de transferências foram realizadas. A plataforma movimentou aproximadamente R$ 4 trilhões e 348,1 milhões de chaves Pix foram cadastradas por pessoas físicas e jurídicas (empresas).

Dicas do Pix durante a Black Friday

Para não cair em golpes na Black Friday ao utilizar o Pix, siga algumas das dicas listadas abaixo para compras online:

  • Se comprar online verifique se o site é seguro. Opte por locais mais conhecidos;
  • Prefira fazer pagamentos por meio do QR Code para evitar repasses errados;
  • No momento de confirmar o Pix, confira se o dinheiro vai para o destinatário correto;
  • Evite fazer compras por meio de redes sociais como WhatsApp ou Facebook;
  • Lembre-se de cadastrar a autenticação em dois fatores para fazer o Pix;
  • Peça ao seu banco para enviar SMS a cada compra feita no seu nome.

Para compras presenciais, lembre-se de ir em locais que oferecem produtos originais, com certificados de garantia. Sempre exija a nota fiscal com seu nome e CPF para o caso de trocas ou devoluções. No momento do pagamento, siga as instruções já informadas para as compras online.

Leia também

você pode gostar também