Petrobras confirma novo aumento no preço do diesel; entenda

O preço do diesel deve sofrer reajuste a partir de amanhã (29/09). O aumento será, em média, de R$ 0,22 nos postos de combustível.

A partir desta quarta-feira (29/09), a Petrobras irá aumentar o preço do diesel A em quase 9%. Essa novidade foi anunciada pela própria empresa após 85 dias de estabilidade dos valores. O reajuste será de R$ 0,25 para as distribuidoras.

Dessa forma, a venda nas refinarias passa de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro. Sendo assim, o preço médio nos postos de combustível deve subir R$ 0,22, levando em consideração a mistura obrigatória de 12% de biodiesel e 88% de diesel A.

A cobrança nas bombas depende ainda das margens das distribuidoras e revendedoras e também de tributos. O presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, ressaltou que as políticas de prelos ainda seguem indicadores internacionais.

De acordo com a estatal, o aumento no preço do diesel é um reflexo “da elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo e da taxa de câmbio”. Entretanto, Luna disse ainda que a empresa evita a volatilidade externa.

Alta no preço da gasolina também é confirmada

Além do aumento no preço do diesel, o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) confirmou um reajuste no preço de outros combustíveis. Entre eles, haverá uma alta na gasolina em 18 estados brasileiros.

Na maioria das localidades, o litro ficará em valores superiores a R$ 6,00. A atualização na tabela de cobranças entrará em vigor a partir deste sexta-feira (01/10). O aumento, de acordo com o diretor-executivo de Comercialização e Logística da Petrobras, Cláudio Mastella, já era esperado.

De acordo com ele, os valores cobrados estavam defasados em relação ao mercado internacional. A Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom) informou que a diferença no preço do diesel é de 14%. Já no caso da gasolina é de 10%.

Leia também

você pode gostar também