Horário de Verão pode voltar em 2023? Veja o que se sabe até então

O Horário de Verão continua sendo pauta de discussão e o novo governo eleito já está se inteirando sobre a possibilidade do retorno em 2023.

A volta do Horário de Verão foi bastante debatida ao longo de todo 2022 e ainda é pauta de discussão para 2023. O tema chegou a virar enquete na página do Twitter do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva. Essa foi uma forma de consultar os brasileiros para saber o que a população prefere.

Ao todo, 2.363.087 pessoas participaram e a maioria votou a favor do fuso horário. O levantamento aconteceu no dia 07 de novembro, quatro dias após o ator Bruno Gagliasso mandar um recado para o vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, pedindo o retorno da medida.

Confira a enquete de Lula sobre a volta do Horário de Verão em 2023:

Horário de Verão vai voltar em 2023?

Apesar dos resultados da votação no Twitter, não há certeza se a medida será reimplementada no próximo ano. Na publicação do presidente Lula, muitas pessoas deixaram comentários debatendo sobre o assunto. Até mesmo a possibilidade de economia de energia com a medida foi relembrada.

Esse foi um ponto já havia sido avaliado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) pensando numa possível volta do Horário de Verão para agosto de 2022. O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) chegou a fazer a análise no mês em questão e também nos conseguintes.

O estudo verificou qual seria a economia de energia no horário de pico, que vai das 18h às 21h, caso a medida fosse aderida novamente. Na teoria, com uma hora a mais de luz solar, a população poderia utilizar menos eletricidade. Com isso, as usinas hidrelétricas ficariam menos sobrecarregadas.

No entanto, a ONS divulgou um parecer informando que não havia alterações significativas no uso de energia. Isso porque a economia no início da noite era compensada pelos gastos com luz artificial durante a manhã, por causa do “atraso” de uma hora do nascer do sol.

Além disso, o Sistema Interligado Nacional (SIN) não apresenta mudança no índice de consumo no turno da tarde, quando o uso de eletricidade é maior. O possível retorno do Horário de Verão ficou adiado para 2023. O novo governo eleito deverá avaliar as vantagens e desvantagens do fuso horário e divulgar a decisão no próximo ano.

Qual é a utilidade do Horário de Verão?

Conforme dito anteriormente, a política de mudança nos relógios é focada na economia de energia elétrica. O adiantamento do dia em uma hora foi instituído no Brasil em 1931, na época do governo Vargas.

O fuso garantia mais tempo de luminosidade solar no final da tarde, diminuindo o uso de lâmpadas ao longo do dia, gerando economia de 5%.

Além disso, a medida permitia que as usinas hidrelétricas ficassem menos sobrecarregadas durante a primavera, quando o clima é mais seco. Dessa forma, no horário de pico, os sistemas de distribuição de energia tinham uma folga. Os estados que participavam do Horário de Verão eram das regiões:

  • Centro-Oeste;
  • Sudeste; e
  • Sul.

Já nas regiões Norte e Nordeste, em que a luminosidade é praticamente a mesma quando comparado Inverno e Verão, a política foi descartada. Para que esse sistema seja utilizado novamente, é preciso verificar a vantagem e o aproveitamento da luz natural em relação ao consumo de energia artificial.

Caso o Horário de Verão volte em 2023, será a primeira vez que os brasileiros irão adiantar os relógios em uma hora depois de quatro anos. O fuso horário especial foi extinto já no primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro. A última vez que o Brasil utilizou a medida foi de outubro de 2018 até fevereiro de 2019.

Leia também

você pode gostar também

7 sinais de que você deveria mudar de profissão

Está insatisfeito com o seu atual emprego? Então conheça os sete sinais de que você deveria mudar de profissão e cogite uma transição de carreira.

Para que servem aquelas bolas laranjas nos fios de transmissão?

Fios de alta tensão geralmente possuem itens de segurança bastante chamativos para evitar acidentes que possam danificar os fios e causar maiores problemas.

Convocação, nomeação e posse: saiba qual é a diferença

A diferença entre a etapa de convocação, nomeação e posse em um concurso público pode criar dúvidas nos candidatos, principalmente sobre a burocracia e procedimentos ao longo desses níveis.

O que 2023 reserva para os concursos? Veja 7 editais previstos

Os concursos públicos previstos para serem realizados no Brasil em 2023 podem ofertar vagas para profissionais de níveis médio, técnico e superior.

7 verdades sobre concursos públicos que vão te motivar

Está querendo começar uma carreira pública em 2023? Então, conheça sete verdades sobre concursos públicos que podem deixar a sua motivação nas alturas.

Como usar o marketing pessoal para ter bons relacionamentos no trabalho?

Entenda melhor o conceito de marketing pessoal e veja como aplicar esse conhecimento à sua vivência profissional.