Hora do Enem 2022: devo começar pela redação ou questões objetivas?

Descubra se é mais interessante começar fazendo as questões objetivas ou a redação, na hora do Enem 2022.

Vamos começar essa matéria com uma simples pergunta: como fica o seu coração na hora do Enem 2022? Ele te pede para começar pelas questões objetivas ou pela redação? Essa é uma dúvida extremamente comum entre milhares de candidatos.

Continue a leitura até o final e conheça os prós e contras de começar pela redação ou pelas questões objetivas. Independente da sua escolha, o mais importante é que você consiga uma nota alta e conquiste a tão sonhada vaga em uma prestigiada universidade pública. Confira.

Hora do Enem 2022: redação ou prova objetiva, por onde começar?

Começar pela redação: Prós

Muitos estudantes defendem a tese de começar primeiro pela redação, na hora do Enem 2022. As provas objetivas são extensas e, por vezes, cansativas, o que pode deixar o candidato esgotado, física e mentalmente para desenvolver uma redação de qualidade. Isso é fato.

Se você começar pela redação, a sua mente vai estar muito mais descansada para concatenar as ideias e organizar os argumentos para conseguir elaborar um texto persuasivo. E o melhor de tudo: sem aquela correria maluca, já que a preocupação com falta de tempo não existe, nesse sentido.

Começando pela redação, o candidato tem tempo para fazer um breve rascunho, passar a limpo (com calma) para a folha final e ainda revisar o texto. Se você resolver fazer a redação primeiro, pode sair no lucro, já que essa prova é extremamente importante.

Começar pela redação na hora do Enem 2022: Contras

Em contrapartida, começar pela redação também tem alguns empecilhos, na hora do Enem 2022. Muitas vezes, ter que fazer uma redação, logo de cara, pode ser bem complicado, já que o estudante pode levar um bom tempo para pensar no tema que será desenvolvido e em como colocar as ideias no papel.

O nosso cérebro leva um tempo para assimilar o assunto que está sendo cobrado na prova. Aqueles 20 minutinhos a mais que o candidato passa organizando os conceitos em sua mente, podem fazer diferença na resolução das provas objetivas.

Quem opta por começar pela redação, na hora do Enem 2022, precisa ter uma boa gestão do seu tempo, ter um bom controle emocional e saber prever o tempo médio que vai gastar para resolver cada questão das provas objetivas. Lembre-se de que o nervosismo pode dar as caras.

Começar pelas questões objetivas: Prós

Agora, se você começar respondendo as questões objetivas na prova do Enem 2022, também pode sair no lucro. Além de estar com a mente mais relax, o candidato pode fazer uma leitura dinâmica em todo o caderno de questões e ter uma noção do nível de dificuldade da prova.

Depois disso, é possível começar pelas questões mais fáceis (que levam menos tempo do que o previsto) e depois partir para aquelas que você julgou mais complicadas. Com base no tempo destinado para cada questão, é possível resolver todas elas e ainda preencher o cartão-resposta, com calma.

Além disso, a prova em si também pode dar alguma dica sobre a redação e até auxilia o candidato a pensar no tema que está sendo proposto. Dessa forma, você pode ter uma ideia ou conceito a mais em sua mente sobre aquilo que vai escrever depois.

Começar pelas questões objetivas: Contras

Mas como nada na vida só tem vantagens, começar pelas questões objetivas na hora do Enem 2022, pode fazer o candidato se “enrolar” todo, se ele não tiver o mínimo de organização e planejamento. Esses dois fatores são cruciais para qualquer pessoa que está fazendo uma prova ou prestando um concurso público.

Por exemplo, se você se afobar por causa do tamanho da prova ou demorar mais do que o previsto para resolver cada questão, pode não dar tempo de responder todas elas e muito menos fazer a redação. Aí complica, candidato.

Agora, você decide

Na verdade, o estudante precisa analisar a metodologia que se mostrar mais vantajosa para ele, na hora do Enem 2022. É preciso levar em consideração o seu ritmo, perfil e os assuntos nos quais tem mais facilidade.

Dependendo do seu nível de conhecimento, pode ser mais interessante começar pelas questões objetivas e deixar a redação para o final. Agora, se você souber gerir bem o tempo total de prova (cinco horas), pode começar pela redação, sem problemas.

Muitas vezes, o candidato recebe a prova, se identifica com o tema do texto e começa a escrever logo de cara. Já em outras, ele acredita que pode se sair melhor se começar pelas questões objetivas, depois de “passar” rapidamente o olho no caderno e perceber que domina a maioria delas. Lembre-se: o essencial é que você faça ambos bem feito, combinado? Boa sorte.

Leia também

você pode gostar também

7 sinais de que você deveria mudar de profissão

Está insatisfeito com o seu atual emprego? Então conheça os sete sinais de que você deveria mudar de profissão e cogite uma transição de carreira.

Para que servem aquelas bolas laranjas nos fios de transmissão?

Fios de alta tensão geralmente possuem itens de segurança bastante chamativos para evitar acidentes que possam danificar os fios e causar maiores problemas.

Convocação, nomeação e posse: saiba qual é a diferença

A diferença entre a etapa de convocação, nomeação e posse em um concurso público pode criar dúvidas nos candidatos, principalmente sobre a burocracia e procedimentos ao longo desses níveis.

O que 2023 reserva para os concursos? Veja 7 editais previstos

Os concursos públicos previstos para serem realizados no Brasil em 2023 podem ofertar vagas para profissionais de níveis médio, técnico e superior.

7 verdades sobre concursos públicos que vão te motivar

Está querendo começar uma carreira pública em 2023? Então, conheça sete verdades sobre concursos públicos que podem deixar a sua motivação nas alturas.

Como usar o marketing pessoal para ter bons relacionamentos no trabalho?

Entenda melhor o conceito de marketing pessoal e veja como aplicar esse conhecimento à sua vivência profissional.