Estrela, sino e velas: veja qual é o significado destes símbolos do Natal

A partir de dezembro em muitos lares é comum enfeitar as casas para receber o Natal, com luzes, sinos, árvores e velas, e cada um deles tem um significado.

O Natal é uma celebração universal e famosa em todo o planeta. Realizada em dezembro, a festa natalina comemora o nascimento de Jesus Cristo. E o ritual, assim como o conhecemos hoje, começou a ser celebrado no início do século IV.

Em suma, essa tradição começou dentro da cultura pagã e, com o tempo, a Igreja resolveu adotá-la e adaptar seu significado. Eles escolheram 25 de dezembro do ano 4 a.C. como o nascimento de Jesus Cristo, coincidindo com o momento em que Roma estabeleceu o cristianismo como religião oficial.

As duas festividades que até então aconteciam, a “Saturnalia” e o “Sol Invictus”, tornaram-se a “Festa da Natividade”, uma alternativa dita “não pecaminosa”, adequada para todas as famílias.

Símbolos natalinos

Os adornos natalinos podem variar de um país para outro, mas se eles têm algo em comum é a árvore de Natal. A árvore de natal é um elemento que enfeita a maioria dos lares do mundo e que ao longo dos anos se consolidou como uma tradição que reflete a época natalina.

Em diversas culturas, a árvore representa a união do céu e da terra, portanto em certas religiões, principalmente as orientais, a árvore é um sinal de contato com o sagrado, um ponto de encontro entre o ser humano e a divindade. Acredita-se que a árvore de Natal pode ter sua origem nos celtas da Europa Central, que costumavam usar árvores para representar vários de seus deuses.

Além da árvore, a tradição de Natal conta com outros símbolos, como estrela, sino e velas. Conheça a seguir o significado de cada um.

1. Estrela

A estrela de Natal representa a luz que guiou os Reis Magos até ao local onde nasceu o Menino Jesus. É um elemento muito importante da árvore, pois é inspirado na estrela de Belém. A chamada estrela de Belém significa também a esperança e a fé que guia todos os crentes no Menino Jesus.

A forma triangular da estrela de Natal representa a Santíssima Trindade e as suas cores simbolizam as diferentes orações do Advento. Azul é reconciliação, prata é agradecimento, ouro é louvor e verde é abundância e natureza. Além disso, ela deve ter cinco pontas e é sempre colocada no topo da árvore no final de sua decoração.

2. Vela

Durante a época natalina, costuma-se acender velas de todos os tipos e tamanhos. Este ornamento remonta a quando a Virgem Maria trouxe o Menino Jesus ao mundo à luz de velas na manjedoura.

Desse modo, a tradição de acender velas começou para lembrar o nascimento de Jesus, mas com o passar do tempo começaram a ser usadas velas de cores diferentes. Estas representam diferentes fortunas: amarelo para dinheiro e trabalho, vermelho para amor e paixão, azul para tranquilidade e saúde, verde para esperança e branco para paz.

Vale dizer que, desde suas origens, o fogo sempre foi um símbolo ligado à magia. Por isso, não é de se estranhar que muitas pessoas acendam suas velas no réveillon para fazer desejos, que geralmente estão relacionados a dinheiro, saúde e amor para o ano que se inicia.

Além disso, na tradição judaica, acender velas remete ao feriado judaico de Hanukkah, que celebra a recuperação da cidade de Jerusalém pelos macabeus. Todas as forças da natureza estão presentes na chama da vela. Assim, a vela acesa é um símbolo da espiritualidade e dos anos vividos.

3. Sino

Pendurados nas portas e janelas, os sinos representam a euforia do nascimento do menino Jesus e a chegada do Natal. Assim, os sinos representam a típica mensagem de alegria para essas festas. Simbolizam o bom presságio da chegada do novo ano e do menino Jesus ao mundo, dois eventos cheios de bondade, paz e bons votos.

Porém, na tradição pagã e pré-cristã, os sinos tocavam com a chegada do outono e do inverno. Naquela época, o significado dos sinos no Natal também estava ligado à crença de que seu som afugentava os maus espíritos nas noites longas e escuras.

Com o passar do tempo, a tradição de tocar os sinos foi reorientada para algo mais positivo, tornando-se um sinal de festa, sendo até utilizados como instrumentos em cânticos natalícios.

Leia também

você pode gostar também

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.

Grampeador tem função “secreta” que muitas pessoas ainda não conhecem

Embora todos nós usemos um grampeador de vez em quando, você provavelmente não conhece este tipo de uso secreto para ele.

15 nomes antigos que voltaram a ser populares no Brasil

Alguns dos nomes retrôs são muito populares hoje em dia no Brasil, sejam femininos ou masculinos. Confira alguns deles abaixo.

Como começar a empreender? Veja 7 dicas para ter um negócio de sucesso

Está querendo começar a empreender em 2023 e pretende alcançar o êxito profissional? Fique por dentro de sete dicas para ter um negócio de sucesso.