Estes 5 sinais mostram que você é mais inteligente do que pensa

Conheça os cinco principais sinais que mostram que você é mais inteligente do que realmente pensa.

Você já percebeu que, vira e mexe, postamos artigos que falam sobre a inteligência? Isso tem o propósito de te mostrar quão complexa ela é e como você pode aguçá-la ainda mais. Por exemplo, se você não tem certeza a respeito do seu próprio nível intelectual, pode ser um forte indicativo de que é muito inteligente, já que percebeu que tem limitações.

Selecionamos cinco sinais de inteligência que vão te mostrar que você pode ser mais inteligente do que pensa.

Quais sinais indicam que você é inteligente?

1) Você já fez aulas de música na infância

Esse é um dos principais sinais de inteligência que, por vezes, são negligenciados. A música cria uma enorme quantidade de conexões neurais e tem uma fortíssima influência na capacidade intelectual da criança praticante.

Crianças que fazem ou adultos que já fizeram aulas de música na infância costumam ter a inteligência mais desenvolvida do que a maioria das pessoas. A música trabalha conceitos linguísticos e matemáticos de uma forma contundente.

Aprender música (principalmente aulas de piano) pode fazer o cérebro funcionar de uma maneira extremamente eficiente, além de exercitar o raciocínio lógico e a memorização. Então, se você já frequentou aulas de música na sua infância ou adolescência, a sua inteligência é mais aguçada.

2) Se preocupa com frequência

Mais um dos sinais de inteligência que precisam ser levados em consideração. Ser uma pessoa com um nível de preocupação dentro da normalidade é até saudável, já que não demonstra alienação com o mundo, além de ser um indicativo de inteligência emocional.

Mas a preocupação na qual estamos nos referindo aqui, se traduz na capacidade de superar o estresse do dia a dia, transformando essa incômoda sensação em uma oportunidade de aprender ainda mais, para evitar o motivo que a desencadeou, no futuro. E isso significa mais resiliência na vida profissional e pessoal.

Quando nos preocupamos com uma certa periodicidade, mais aguçada pode ficar a nossa inteligência. O fato de pensar continuamente sobre situações que incomodam ou que precisam ser mudadas, pode “obrigar” o cérebro a encontrar alternativas viáveis para solucioná-las.

3) É um curioso nato

Pessoas curiosas, muitas vezes, são mal-interpretadas. Mas esse é um dos sinais de inteligência mais interessantes. Quem é um curioso nato e sempre está à procura de respostas para os seus questionamentos, tende a ter um maior QC (quociente de curiosidade) do que os demais.

Mas qual é a vantagem disso? Pessoas com alto QC são bem mais tolerantes em relação à ambiguidade, têm uma mente mais aberta para ideias inovadoras e costumam ser mais sutis. Um QC elevado significa, pelo menos na maioria dos casos, um nível de investimento intelectual mais alto.

E isso pode ser entendido como uma maior aquisição do conhecimento ao longo dos anos, em diversas áreas. Por isso, se você tem a curiosidade elevada desde pequeno, pode ser mais inteligente do que imaginava.

4) Faz questão de passar um tempo sozinho

Se você é daqueles que acreditam que não precisam estar o tempo todo ao lado de outras pessoas e que isso não é sinônimo de felicidade, provavelmente também tem a inteligência aguçada. Esse é um dos típicos sinais de inteligência que merecem destaque.

É claro que a vida em sociedade nos obriga a conviver, preferencialmente de maneira pacífica. Mas isso não significa que sejamos obrigados a estar permanentemente ao lado de outras pessoas. Pessoas consideradas inteligentes adotam conceitos diferentes no que tange aos de níveis de socialização e felicidade.

Mesmo que você goste de estar ao lado dos seus amigos, mas eventualmente prefere a companhia de si mesmo em alguns momentos, esse é um indicativo que é uma pessoa bastante inteligente.

5) Aprendeu a ler cedo

Por fim, esse é mais um dos sinais de inteligência. Se você foi o primeiro da turma da escola a aprender a ler ou já lia em uma idade precoce, provavelmente é mais inteligente do que pensava ser.

Pessoas que aprenderam a ler mais cedo costumam ter uma capacidade cognitiva, de comunicação e de raciocínio lógico, um pouco mais alta do que as demais. Especialistas afirmam que a leitura precoce aumenta o nível de inteligência em até 25% na fase adulta.

Até mesmo as emoções de um leitor precoce costumam ser mais bem controladas no dia a dia. Isso porque o cérebro foi forçado a trabalhar (desde muito cedo) para assimilar novas informações propiciadas pela leitura. Se você, mesmo na vida adulta, é um “devorador de livros”, provavelmente está desfrutando desse benefício até hoje.

Viu com os sinais de inteligência passam despercebidos por nós? Se você tem um ou mais destes, é mais inteligente do que imagina.

Leia também

você pode gostar também