Concurso CGU: edital retificado; 375 vagas e ganhos de até R$ 19 mil

Concurso CGU (Controladoria-Geral da União): oportunidades nos cargos de Técnico e Auditor, voltados para os níveis médio e superior.

O edital nº 1/2021, relativo ao concurso CGU (Controladoria-Geral da União), que oferta 375 vagas, passou por algumas atualizações. Do total de postos existentes, 300 vagas são para o cargo de Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC) e 75 são destinadas a Técnico Federal de Finanças e Controle (TFFC). As mudanças foram na distribuição de vagas, nos conteúdos da prova e na data de inscrição.

De acordo com a retificação, o cargo de Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC), na especialidade Correição e Combate à Corrupção, teve as 54 vagas redistribuídas da seguinte forma: 40 vagas de ampla concorrência, 11 vagas para negros e 3 para pessoas com deficiência.

Também houve atualizações nos conteúdos programáticos do cargo de AFFC, área de Contabilidade e Finanças, na disciplina de Auditoria Governamental, e do cargo de AFFC, área de Correição e Combate à Corrupção, na disciplina Direito Civil e Processual Civil. Além disso, um outro comunicado foi liberado, ressaltando que, por conta de instabilidades no site de inscrição, houve prorrogação da inscrição até 03 de fevereiro de 2022.

Concurso CGU: cargos disponíveis

As oportunidades estão distribuídas no Distrito Federal e nos sete estados da região Norte: Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Estão asseguradas as vagas para candidatos negros e pessoas com deficiência (PcD). Os profissionais selecionados cumprirão jornadas de trabalho de 40 horas semanais. Veja, em detalhes, quais as vagas por nível:

Nível médio

Técnico Federal de Finanças e Controle

  • Remuneração inicial: R$ 7.283,31;
  • Principais atribuições: prestar apoio técnico e administrativo, registrar e organizar dados e informações nos sistemas corporativos, auxiliar na execução de atividades de auditoria, fiscalização, correição, ouvidoria e transparência pública, entre outras.

Nível superior

Auditor Federal de Finanças e Controle

  • Remuneração inicial: R$ 19.197,06;
  • Áreas de especialização da prova: Auditoria e Fiscalização; Tecnologia da Informação; Contabilidade Pública e Finanças; Correição e Combate à Corrupção.
  • Principais atribuições: supervisionar e coordenar atividades de auditoria interna governamental, apuração, inspeções, triagem e instrução de manifestações, requerimentos e recursos.

Edital CGU: inscrições

Banca organizadora do certame, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) abriu inscrições pelo site a partir das 16h do dia 03 de janeiro, período que se estenderá, por causa de instabilidades no sistema, até as 16h do dia 03 de fevereiro de 2022. Serão cobradas as seguintes taxas, de acordo com a área de interesse:

  • Nível médio – R$ 80,00;
  • Nível superior – R$ 120,00.

Concurso CGU: provas

Única etapa do certame, a aplicação das provas objetivas e discursivas está prevista para o dia 20 de março de 2022, em horários diferentes, a depender da vaga pleiteada:

Técnico Federal de Finanças e Controle (TFCC/nível médio) – turno único

  • Das 8h às 12h30 – provas objetivas e discursivas.

Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC/nível superior) – dois turnos

  • Das 8h às 12h30 – prova objetiva de conhecimentos básicos e prova discursiva;
  • Das 15h às 19h – prova objetiva de conhecimentos específicos e prova objetiva de conhecimentos especializados.

A aplicação das provas acontece em 11 cidades disponibilizadas pelo certame e escolhidas pelo candidato durante a inscrição: Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Recife (PE), São Paulo (SP), Rio Branco (AC), Manaus (AM), Macapá (AP), Belém (PA), Porto Velho (RO), Boa Vista (RR) e Palmas (TO).

Conteúdo programático: o que será cobrados dos candidatos?

Provas objetivas

O cargo de Técnico Federal de Finanças e Controle conta com 80 questões de múltipla escolha, sendo 30 sobre conhecimentos básicos e 50 sobre conhecimentos específicos. Confira as disciplinas cobradas em cada área de conhecimento:

  • Conhecimentos Básicos: Língua Portuguesa (15); Língua Inglesa (5); Raciocínio Lógico-quantitativo (5); Noções de Tecnologia da Informação (5).
  • Conhecimentos Específicos: Noções de Direito Constitucional (10); Noções de Direito Administrativo (10); Noções de Administração Financeira e Orçamentária (10); Noções de Administração Geral (10); Controladoria-Geral da União – organização, competências e sistemas estruturantes (10).

Para o cargo de Auditor Federal de Finanças, a avaliação será composta por 110 questões de múltipla escolha, sendo 30 sobre conhecimentos básicos, 40 sobre conhecimentos específicos e outras 40 acerca de conhecimentos especializados.

  • Conhecimentos Básicos: Língua Portuguesa (15); Língua Inglesa (5); Administração Pública e Políticas Públicas (10).
  • Conhecimentos Específicos: Direito Constitucional (10); Direito Administrativo (14); Administração Financeira e Orçamentária (5); Fundamentos de Auditoria Governamental (6); Controladoria-Geral da União – organização, competências e sistemas estruturantes (5).

Conhecimentos Especializados

  • Área – Auditoria e Fiscalização: Auditoria Governamental e Controle Interno (10); Contabilidade Aplicada ao Setor Público (10); Avaliação de Políticas Públicas (10); Finanças Públicas (10).
  • Área – Correição e Combate à Corrupção: Direito Administrativo Sancionador (16); Direito Civil e Processual Civil (8); Direito Penal e Processual Penal (8); Direito Empresarial (8).
  • Área – Tecnologia da Informação: Ciência de Dados (8); Desenvolvimento de Sistemas (8); Bancos de Dados (8); Infraestrutura Tecnológica (8); Segurança da Informação (8).
  • Área – Contabilidade Pública e Finanças: Auditoria Governamental (10); Contabilidade Aplicada ao Setor Público (10); Análise de Demonstrações Financeiras (5); Estatística (5); Finanças (10).

Provas discursivas

Candidatos habilitados na fase objetiva terão corrigidas as provas discursivas/manuscritas, também de caráter eliminatório e classificatório. A avaliação será constituída de:

  • Técnico Federal de Finanças e Controle (TFFC): redação de até 30 linhas sobre tema da atualidade;
  • Auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC): dissertação de até 90 linhas e uma questão, de até 15 linhas, ambas sobre temas relacionados a áreas como administração pública, financeira e orçamentária, além de Direito Constitucional e Administrativo.

Saiba mais

Outras informações sobre o concurso CGU podem ser acessadas diretamente no edital de abertura ou, em caso de dúvidas, solicitadas à banca organizadora pelos canais: 0800 283 4628 ou concursocgu21@fgv.br.

Leia também

você pode gostar também