Concurso TST Unificado: banca organizadora é contratada; edital em breve

Os trâmites do novo concurso TST Unificado já estão em andamento. Após a contratação da banca, o próximo passo é o lançamento do edital.

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) pode abrir novas vagas para magistrados dos Tribunais Regionais (TRTs) em breve. Na última quarta-feira (16/11), o órgão confirmou a escolha da banca organizadora para o próximo concurso TST Unificado. A empresa admitida foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Leia também

A assinatura de contratação foi firmada seis dias antes da publicação, no dia 10 de novembro. Segundo o extrato expedido no Diário Oficial da União, o acordo com a FGV ficará vigente até o fim da validade do certame, inclusive em caso de prorrogação. Veja o que diz o documento:

concurso TST unificado, concurso tst unificado banca organizadora
Foto: Reprodução / Diário Oficial da União – edição de 16/11/2022

O próximo passo é a publicação do edital que deve acontecer nos próximos meses, possivelmente no primeiro semestre de 2023.

Quais serão as vagas do concurso TST Unificado?

O número de oportunidades ainda não foi divulgado, mas é sabido que existem mais de 200 cargos vagos nos TRTs. Segundo dados do Conselho Superior da Magistratura do Trabalho (CSJT), o déficit é de 278 vacâncias, considerando todas as regiões brasileiras. O novo concurso TST Unificado pode oferecer até esse número de oportunidades.

Todas as vagas serão para o cargo de Juiz do Trabalho Substituto, com remuneração próxima aos R$ 27,5 mil. Esse valor foi oferecido no edital de 2017 e pode estar defasado. Sendo assim, é possível que o pagamento seja ainda maior, mas só será confirmado no novo edital.

Requisitos

“A Justiça do Trabalho é o ramo do Poder Judiciário que mais concilia. Cerca de 40% dos processos são solucionados por meio da conciliação. Isso requer dos magistrados habilidade para essa característica que está no DNA da Justiça Trabalhista, que é a mediação”, afirmou o presidente do TST e do CSJT, ministro Lelio Bentes Corrêa.

De acordo com edital passado, para ingressar no cargo de Juiz do Trabalho, é necessário:

  • Ter nível superior completo de bacharelado em Direito;
  • Experiência mínima de três anos em atividade jurídica;
  • Ser aprovado no concurso TST Unificado;
  • Estar no exercício dos direitos civis e políticos;
  • Ter nacionalidade brasileira;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais e, em caso de candidato do sexo masculino, também com as militares;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo;
  • Comprovar bons antecedentes morais e sociais, bem como saúde física e mental e características psicológicas adequadas ao exercício do cargo;
  • Não registrar antecedentes criminais.

Como serão as etapas do concurso TST Unificado?

concurso TST unificado, concurso tst unificado banca organizadora, vagas concurso TST Unificado. etapas concurso TST Unificado, concurso tst
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO

Ainda não é possível ter certeza de como será realizada a nova seleção, mas, caso siga os moldes da anterior, deve contar com cinco etapas avaliativas. É provável que os candidatos do concurso TST Unificado passem pelas seguintes fases:

  1. Prova objetiva;
  2. Prova discursiva;
  3. Inscrição definitiva, exame de sanidade física e mental, sindicância da vida pregressa e investigação social;
  4. Prova oral; e
  5. Prova de títulos.

Veja o que estudar para a prova objetiva

Apesar dos detalhes do concurso TST Unificado ainda não terem sido divulgados, os interessados em participar já podem começar a estudar. Para isso, é interessante se basear no conteúdo programático do edital passado. Saiba quais assuntos devem ser abordados na prova:

Bloco I

  • Direito Individual do Trabalho;
  • Direito Coletivo do Trabalho;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Penal.

Bloco II

  • Direito Processual do Trabalho;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Constitucional do Trabalho;
  • Direito Civil;
  • Direito da Criança, do Adolescente e do Jovem.

Bloco III

  • Direito Processual Civil;
  • Direito Internacional e Comunitário;
  • Direito Previdenciário;
  • Direito Empresarial;
  • Direitos Humanos e Direitos Humanos Sociais;
  • Noções Gerais de Direito e Formação Humanística.

O que aconteceu no último concurso TST Unificado?

O primeiro concurso TST Unificado para o cargo de Juiz do Trabalho Substituto ofereceu 165 vagas imediatas, sendo 132 de ampla concorrência. Do restante, 7 foram reservadas para pessoas com deficiência (PcD) e as outras 26 para candidatos negros. O edital teve oportunidades ofertadas para:

Os demais estados foram incluídos como “vaga futura”. Ou seja, na abertura de novos cargos durante a vigência do concurso TST Unificado, os aprovados poderiam ser convocados. A banca organizadora na época foi a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat).

Leia também

você pode gostar também

Concurso MP BA: banca é contratada; edital deve sair em breve

O novo concurso MP BA (Ministério Público do Estado da Bahia) será para Assistente Técnico-Administrativo e Analista Técnico.

Concurso PM SC: organizadora já está contratada; 550 vagas

Concurso PM SC (Polícia Militar do Estado de Santa Catarina) deve ser publicado em breve, sob os cuidados do Cebraspe. Confira os principais detalhes.

Concurso CNMP: seleção será feita pelo Cebraspe

O concurso CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) está cada vez mais próximo. Plenário do órgão aprovou contratação do Cebraspe como banca.

Concurso PC SP: editais com 3.500 vagas em breve

Concurso PC SP: Polícia Civil do Estado de São Paulo é autorizada a prover 3.500 vagas para diversos cargos. Confira os detalhes.

IBGE abre edital de processo seletivo com 135 vagas

Processo seletivo IBGE contará com ganhos que podem superar os R$ 3 mil. Edital aponta que não haverá taxa de inscrição.

Concurso INSS: prova remarcada para GEX de Guarulhos

Concurso INSS (Instituto Nacional do Seguro Social): anunciada remarcação das provas dos que concorrem às vagas de Gerência Executiva (GEX) Guarulhos.