BPC: saiba quando crianças podem ter acesso às parcelas de R$ 1,2 mil

As crianças podem ter acesso às parcelas do BPC, desde que cumpram alguns critérios de elegibilidade. Confira quais são.

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é um benefício social pago pelo INSS aos idosos com 65 anos ou mais e às pessoas com deficiência de qualquer idade. Apesar do público distinto, crianças também podem ter acesso às parcelas, caso se enquadrem nos critérios de elegibilidade.

Por sua vez, os valores da rodada de novembro do BPC já começaram a ser liberados, com parcelas de R$ 1,2 mil. Assim como outros benefícios gerais do INSS, as datas de liberação dos valores são as mesmas.

Neste mês, os pagamentos são feitos entre os dias 24 a 7 de dezembro. Beneficiários do BPC devem ter em mente que o calendário, diferentemente de outros programas do instituto, utilizam a lista de cidadãos que recebem até um salário mínimo. Outros utilizam até dois calendários, sendo um para valores de até um salário mínimo e outro para parcelas acima do piso nacional.

Quando crianças podem ter acesso às parcelas do BPC?

As parcelas do BPC já estão disponíveis para as crianças, bem como para todos os beneficiários. Para receber este benefício, é preciso cumprir certos requisitos.

No caso das crianças, estes valores são disponibilizados apenas para crianças com deficiência. Afinal, o BPC é destinado aos idosos com 65 anos ou mais ou às pessoas com deficiência de qualquer idade. Neste público, a condição deve ser capaz de lhe causar impedimentos físicos, sensoriais, mentais ou intelectuais a longo prazo, ou seja, pelo menos 2 anos.

Além disso, o benefício só contempla indivíduos cuja renda por pessoa da família seja igual ou menor a 1/4 do salário mínimo. Além disso, as pessoas com deficiência devem realizar uma avaliação médica e social com regularidade no INSS.

As crianças ou qualquer pessoa com deficiência devem passar pela perícia médica do INSS, onde é avaliada a deficiência ou doença, bem como os impactos desta enfermidade. Algumas, por exemplo, podem atrapalhar o desenvolvimento infantil, tanto na aprendizagem quanto nas relações interpessoais.

Por fim, o benefício só é liberado com o cadastramento do indivíduo e de sua família no CadÚnico. Este cadastro deve ser feito antes da solicitação do BPC, visto que sem o cadastro, não é possível recebê-lo.

Este processo pode ser feito por meio de um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), por meio de uma entrevista e do registro de cada membro da família. O cadastro é gratuito e não é preciso pagar agenciadores ou intermediários.

Feito o cadastro, basta requerer o BPC por meio de um dos canais de atendimento do INSS, como o telefone 135 ou o site e aplicativo Meu INSS. A solicitação só é registrada com a apresentação de um documento de identificação com foto, do responsável e do resto da família.

Calendário BPC de novembro

As datas e definições do calendário oficial do BPC são as mesmas de outros benefícios do INSS. Cada dia é organizado com base no penúltimo dígito do número de inscrição do cartão do beneficiário. Neste mês, as datas para recebimento são as seguintes:

  • Penúltimo número da inscrição 1: 24 de novembro;
  • Penúltimo número da inscrição 2: 25 de novembro;
  • Penúltimo número da inscrição 3: 28 de novembro;
  • Penúltimo número da inscrição 4: 29 de novembro;
  • Penúltimo número da inscrição 5: 30 de novembro;
  • Penúltimo número da inscrição 6: 01 de dezembro;
  • Penúltimo número da inscrição 7: 02 de dezembro;
  • Penúltimo número da inscrição 8: 05 de dezembro;
  • Penúltimo número da inscrição 9: 06 de dezembro;
  • Penúltimo número da inscrição 0: 07 de dezembro.

Leia também

você pode gostar também

Calendário do INSS: aposentadoria é depositada para mais um grupo

Nesta sexta-feira, o INSS também paga o benefício a pensionistas e a trabalhadores que recebem o auxílio-doença; veja o calendário de janeiro.

Como saber quanto vou receber de Abono PIS/Pasep? Saiba calcular

Com a chegada de 2023, muitos trabalhadores passam a aguardar pela liberação dos valores do abono PIS/Pasep. Saber quanto irá receber é essencial para se organizar durante os envios.

Desempregados podem ter acesso a transporte público gratuito

Projeto de Lei está tramitando na Câmara dos Deputados. Caso seja aprovado, população de baixa renda e desempregados podem ter acesso a transporte público gratuito.

CadÚnico dá direito à isenção em concurso público? Entenda as regras

Pagar a taxa de inscrição para participar de concursos públicos pode desestruturar as finanças de muitas pessoas; veja se o cadastro no banco de dados do governo ajuda.

Auxílio Gás terá sua primeira parcela de 2023 em fevereiro; confira o valor

O pagamento do Auxílio Gás, benefício destinado às famílias de baixa renda, ocorre a cada dois meses. A primeira parcela deste ano será paga em fevereiro.

Benefício de R$ 1,2 mil é pago para ESTE grupo de trabalhadores

Uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) garante a um grupo específico de trabalhadores um benefício de R$ 1,2 mil em parcela única. Saiba mais sobre o assunto.