Pré-cadastro no CadÚnico pode ser feito pela internet; veja como funciona

Famílias de baixa renda interessadas em se inscrever no CadÚnico podem realizar o pré-cadastro de forma totalmente online sem sair de casa.

O governo federal têm um cadastro que reúne informações das famílias de baixa renda por todo o território nacional. Chamada de Cadastro Único, essa base de dados serve como parâmetro para concessão de benefícios sociais. As famílias interessadas, inclusive, podem fazer pré-cadastro no CadÚnico pela internet.

Leia também

É importante ressaltar que esse registro serve para catalogar as pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social. A partir dessas informações, o governo verifica quais famílias se encaixam em quais programas sociais e realizam as inclusões. Isso vale para benefícios a níveis municipal, estadual e nacional.

Quem pode se inscrever no CadÚnico?

A base de dados do governo têm alguns requisitos que precisam ser cumpridos para que a família possa se inscrever. Pelas regras, é preciso atualizar as informações uma vez a cada dois anos para não ter a inscrição excluída. Com isso, é possível evitar fraudes no pagamento de benefícios.

Nesse sentido, podem fazer o pré-cadastro no CadÚnico:

  • Famílias que tenham renda mensal de até meio salário mínimo vigente (R$ 606 atualmente) por pessoa;
  • Famílias que tenham renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.636 hoje);
  • Famílias que tenham renda mensal superior a três salários mínimos, mas tenham direito ao cadastro por conta de inclusão em programa social;
  • Famílias unipessoais, que são formadas por pessoas que moram sozinhas;
  • Pessoas em situação de rua, estejam elas sozinhas ou com sua família.

Como fazer o pré-cadastro no CadÚnico?

Aplicativo do CadÚnico permite fazer cadastro online; plataforma já está disponível
Foto: montagem / Pexels – Canva PRO.

Até março de 2022, para ser incluída na base de dados, a família precisava ir pessoalmente em um Centro de Referência em Assistência Social fazer a inscrição. No entanto, nesse ano foi criado o aplicativo CadÚnico que permite a realização dos primeiros passos de registro pela internet.

Esse procedimento cabe ao Responsável Familiar (RF) fazer. É necessário que o RF tenha, pelo menos, 16 anos de idade. De acordo com as regras, é preferível que o RF seja uma mulher. Sendo assim, o pré-cadastro no CadÚnico deve ser realizado da seguinte forma:

  1. Acesse o portal do CadÚnico;
  2. Faça login com CPF e senha cadastrados no Gov.BR, ou crie uma nova conta;
  3. Informe número de pessoas que moram na mesma casa (incluindo membros que estão internados ou abrigados em hospitais e asilos por até 12 meses);
  4. Informe o número do CPF do RF e pelo menos um documento de identificação de cada membro da família;
  5. Informe as despesas da família.

O que fazer depois do pré-cadastro do CadÚnico?

O formulário online é apenas a primeira parte do processo de inclusão na base de dados. O Responsável Familiar precisa ficar atento ao preencher as informações antes de fazer o envio. Depois que o pré-cadastro no CadÚnico estiver finalizado, o RF tem 120 dias para se apresentar numa unidade do CRAS.

No posto de atendimento, será necessário apresentar o CPF do Responsável e um documento de identificação de cada um dos integrantes da família. Pode ser:

Então, um servidor irá realizar uma entrevista para confirmar as informações prestadas no pré-cadastro do CadÚnico. Por fim, será feita uma verificação para saber se a família já tem um Número de Identificação Social (NIS). Caso não tenha, será criado um NIS para a família dentro de 48 horas.

Leia também


você pode gostar também

Saque triplo do PIS/Pasep pode ser feito neste mês; veja quem tem direito

Valores são referentes ao dinheiro não retirado dos anos-base 2019 e 2020, além das cotas do extinto Fundo PIS/Pasep.

Afinal, 14º salário do INSS sairá para aposentados ainda neste ano?

O 14º salário do INSS é um Projeto de Lei que visa beneficiar segurados impactados pela crise econômica ocasionada durante a pandemia.

Quem poderá perder o benefício do INSS em outubro? Veja regras do pente-fino

Aposentados e pensionistas do INSS serão convocados para passar por pente-fino de verificação da elegibilidade e algumas pessoas podem perder o benefício.

Pente-fino do BPC: veja quem poderá ficar sem as parcelas de R$ 1,2 MIL

O pente-fino do BPC também deve revisar outros benefícios por incapacidade, bem como demais aposentadorias do INSS.

Empréstimo Auxílio Brasil: veja regras, valor máximo e taxa de juros

O Empréstimo Auxílio Brasil consiste numa modalidade do empréstimo consignado para os beneficiários do programa social, com desconto das parcelas na folha do benefício.

Novo saque FGTS é liberado pela Caixa; veja valores e quem recebe

O novo saque FGTS liberado pela Caixa Econômica Federal atende os brasileiros que optaram pela modalidade do Saque-Aniversário e nasceram no mês de outubro.