Trabalhou em 2021? Veja prazo previsto para o pagamento do abono PIS/Pasep

Apesar de ainda não ter um calendário oficial publicado, os prazos previstos para o abono salarial PIS/Pasep referentes ao ano-base 2021 foram estabelecidos pelo Governo Federal.

O abono PIS/Pasep para quem trabalhou em 2021 foi confirmado pelo Governo Federal, mas ainda não possui um calendário específico ou cronograma com as normas. Neste ano de 2022, o benefício trabalhista foi adiado em decorrência de um remanejamento orçamentário e, por isso, não houve o pagamento previsto.

Leia também

De qualquer maneira, as regras para recebimento dos valores foram fixadas pelo Ministério do Trabalho e da Previdência. No geral, são atendidos os trabalhadores das empresas privadas e os servidores públicos. Confira mais a seguir sobre o prazo previsto para o pagamento:

Qual o prazo previsto para o pagamento do abono PIS/Pasep?

Ao que tudo indica, a previsão é de que os pagamentos do abono PIS/Pasep referente a 2021 sejam liberados entre janeiro e dezembro de 2023. Contudo, os prazos específicos não foram confirmados pelo governo, mas as transferências deveriam ter acontecido no primeiro semestre deste ano de 2022.

Por conta do remanejamento orçamentário e atraso nos repasses, somente o abono salarial com ano-base 2020 foi pago neste ano, entre os meses do primeiro semestre. Os valores poderão ser acessados até o dia 29 de dezembro de 2022, por meio de solicitação direta ao Ministério do Trabalho e da Previdência.

O Programa de Integração Social (PIS) atende os trabalhadores de empresas privadas, com transferências realizadas pela Caixa Econômica Federal e casas lotéricas autorizadas. Por outro lado, o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) atende aos profissionais do setor público, por meio do Banco do Brasil.

Contudo, os trabalhadores que não possuem contas bancárias vinculadas a essas instituições podem acessar os valores retirando o benefício em qualquer caixa eletrônico. Para isso, devem utilizar o Cartão Cidadão e a senha registrada para saque, disponível em qualquer agência da Caixa Econômica.

Quais são as regras do abono PIS/Pasep?

O abono salarial PIS/Pasep com ano-base 2021 está previsto para acontecer de acordo com as regras de elegibilidade do benefício. Sendo assim, os profissionais precisam:

  • Ter atuado por um período mínimo de 30 dias, com carteira assinada na empresa;
  • Ter o cadastro regular e atualizado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Receber uma remuneração mensal com uma média de no máximo dois salários mínimos durante o ano-base do abono salarial;
  • Estar com os dados informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais ou pelo eSocial.

O valor do abono salarial é pago de maneira proporcional aos meses trabalhados. Para calcular, o trabalhador deve dividir o salário mínimo vigente no período das transferências por 12 e multiplicar pela quantidade de meses trabalhados.

Para consultar o benefício, os trabalhadores podem acessar o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, disponível para Android e iOS. Além disso, é possível acessar as informações através do número de telefone 158, na Central Alô Trabalho do Ministério da Cidadania.

O atendimento por telefone está disponível ao longo da semana entre 9h e 19h, sendo gratuito para qualquer telefone fixo. Além disso, a consulta é feita de maneira automatizada, diretamente com um atendente. Assim como no caso do aplicativo, é necessário indicar o CPF e outras informações pessoais.

Leia também


você pode gostar também

Saque triplo do PIS/Pasep pode ser feito neste mês; veja quem tem direito

Valores são referentes ao dinheiro não retirado dos anos-base 2019 e 2020, além das cotas do extinto Fundo PIS/Pasep.

Afinal, 14º salário do INSS sairá para aposentados ainda neste ano?

O 14º salário do INSS é um Projeto de Lei que visa beneficiar segurados impactados pela crise econômica ocasionada durante a pandemia.

Quem poderá perder o benefício do INSS em outubro? Veja regras do pente-fino

Aposentados e pensionistas do INSS serão convocados para passar por pente-fino de verificação da elegibilidade e algumas pessoas podem perder o benefício.

Pente-fino do BPC: veja quem poderá ficar sem as parcelas de R$ 1,2 MIL

O pente-fino do BPC também deve revisar outros benefícios por incapacidade, bem como demais aposentadorias do INSS.

Empréstimo Auxílio Brasil: veja regras, valor máximo e taxa de juros

O Empréstimo Auxílio Brasil consiste numa modalidade do empréstimo consignado para os beneficiários do programa social, com desconto das parcelas na folha do benefício.

Novo saque FGTS é liberado pela Caixa; veja valores e quem recebe

O novo saque FGTS liberado pela Caixa Econômica Federal atende os brasileiros que optaram pela modalidade do Saque-Aniversário e nasceram no mês de outubro.