FGTS de R$ 6,2 mil é liberado para diversos estados; veja como solicitar

Conhecido como Saque Calamidade, o valor de R$ 6,2 mil liberado pelo FGTS atende trabalhadores que estão em estados atingidos por graves desastres naturais no país.

Neste ano, o FGTS liberou saques de até R$ 6,2 mil para trabalhadores de diversos estados. Isso por meio do que ficou conhecido como “Saque Calamidade”. Basicamente, essa modalidade permite que os trabalhadores retirem valores disponíveis em suas contas por decorrência de necessidade pessoal, urgente ou grave.

Além disso, atende os cidadãos em estados atingidos por desastres naturais. Entretanto, é necessário que a calamidade em questão tenha atingido a área de residência do profissional.

No geral, o valor fica disponível somente após publicação de decreto oficial do Distrito Federal, governo municipal ou estadual a respeito de um estado de calamidade pública ou estado de emergência. Saiba mais a seguir:

Como funciona o Saque Calamidade do FGTS?

O decreto de situação de emergência ou estado de calamidade pública deve ser publicado em um prazo não superior a 30 dias úteis em relação ao primeiro dia seguinte ou ao dia da ocorrência da calamidade. Sobretudo, esta regra foi fixada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional para garantir o atendimento do público no período correto.

Em todos os casos, considera-se como desastre natural eventos como alagamentos, precipitações de granizos, enchentes ou inundações, tornados, tromba d’água e qualquer acidente decorrente do rompimento de barragens que causem movimento de massa. Os cidadãos podem consultar outras situações específicas através do site do FGTS.

O Saque Calamidade do FGTS permite que o trabalhador acesse até R$ 6,2 mil para cada evento considerado desastre natural. No entanto, o intervalo entre os saques não pode ser menor que 12 meses.

De acordo com o Governo Federal, as cidades habilitadas para solicitar o saque e as datas limites de solicitação são:

UF

Município

Data limite para solicitação do Saque Calamidade

AL

Atalaia

11/10/2022

Maragogi

13/10/2022

Matriz de Camaragibe

08/09/2022

Murici

02/10/2022

Palmeira dos índios

25/09/2022

Pilar

16/10/2022

Santana do Mundaú

06/10/2022

São José da Laje

02/10/2022

Satuba

05/10/2022

Teotônio Vilela

02/10/2022

União dos Palmares

02/10/2022

PE

Igarassu

08/09/2022

Lagoa do Carro

12/09/2022

São Lourenço da Mata

08/09/2022

Sirinhaém

08/09/2022

PR

Rio Negro

26/09/2022

RJ

Petrópolis (portaria 2346)

20/10/2022

RN

Ceará-Mirim

11/10/2022

SC

Curitibanos

23/10/2022

Forquilhinha

26/09/2022

Lages

08/09/2022

Lauro Muller

08/09/2022

Como solicitar o Saque Calamidade?

A solicitação do Saque Calamidade é realizada por meio do aplicativo do FGTS, disponível para Android e iOS, ou presencialmente em uma das agências da Caixa Econômica Federal. Para realizar a solicitação, siga os passos:

  1. Acesse o aplicativo do FGTS no seu dispositivo móvel/
  2. Clique em “Meus Saques”;
  3. Selecione o motivo do saque como “Calamidade pública”;
  4. Selecione o município que você reside;
  5. Clique em continuar;
  6. Escolha as opções para recebimento do seu FGTS, seja saque presencial ou crédito automático em conta bancária;
  7. Indique a conta bancária ou selecione uma agência;
  8. Envie os documentos solicitados por anexo, fazendo o upload na plataforma;
  9. Confira os documentos e informações;
  10. Clique em continuar.

Após o envio da solicitação, a Caixa Econômica Federal irá analisar as suas informações dentro de 48h. Caso aprovado, o valor será depositado automaticamente na conta indicada, ou então o usuário receberá uma notificação por meio eletrônico para comparecer a uma unidade e retirar os valores solicitados.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio de R$ 3 mil será pago AINDA em setembro; veja público atendido

Cerca de 154,6 mil caminhoneiros fizeram o registro e, se atenderem aos requisitos do benefício, receberão o valor acumulado e retroativo.

Pente-fino do Auxílio Brasil: quem pode perder o benefício em outubro?

Famílias com dados desatualizados ou inconsistentes podem ser excluídas do Auxílio Brasil após pente-fino do Ministério da Cidadania.

Auxílio-inclusão de R$ 606: governo confirma NOVOS beneficiários

Autorização do Ministério do Trabalho permite que mais pessoas tenham direito ao auxílio-inclusão de R$ 606. Novos beneficiários podem pedir os valores pela internet.

CadÚnico tem direito ao Kit Antena Digital; saiba com obter o equipamento

O Kit Antena Digital é um direito de todas as famílias cadastradas no CadÚnico, que tenham uma antena parabólica da versão antiga.

BPC: qual é o período máximo para análise e concessão de R$ 1,2 MIL?

O período máximo para análise e concessão dos pagamentos mensais do BPC por parte do INSS foi atualizado em junho deste ano, a partir do acordo feito com o STF.

Trabalhou entre 1971 e 1988? Bolada do PIS/Pasep está disponível para saque

De acordo com a Caixa Econômica Federal, a bolada do PIS/Pasep totaliza R$ 24,6 bilhões em recursos destinados para quem trabalhou entre 1971 e 1988.