Abono em dobro do PIS/Pasep será pago no ano que vem? Entenda

O pagamento do abono PIS/Pasep está atrasado em decorrência da pandemia do COVID-19. Veja o que já se sabe sobre o assunto.

O abono PIS/Pasep é um direito de todos os trabalhadores formais do país, tanto da iniciativa privada quanto do funcionalismo, desde que sigam cumprindo todos os requisitos.

O benefício, que é pago anualmente, ainda não teve o calendário dos repasses de 2021 e 2022 liberado, e muitos acreditam que o abono em dobro do PIS/Pasep pode ser pago no ano que vem.

Contudo, até o momento, o governo não confirmou a decisão, muito menos ofereceu um prazo de publicação dos calendários. O abono de 2021 está atrasado, já que ele deveria ter sido transferido neste ano de 2022. Por isso, cresce a expectativa para que o benefício de 2021 e 2022 sejam pagos juntos em 2023.

Vale lembrar que os últimos dois repasses do abono PIS/Pasep foram feitos em 2020, em referência aos valores de 2019, e em 2022, considerando os valores referentes ao ano-base de 2020. Em 2021, o governo federal optou por fazer um remanejamento dos recursos, adiando o depósito para o ano seguinte.

Abono PIS/Pasep 2021 e 2022 serão pagos juntos?

A expectativa dos trabalhadores era de que as duas rodadas do abono PIS/Pasep (anos-base 2020 e 2021) fossem liberadas neste ano para corrigir o atraso nos repasses. No entanto, o orçamento só possuía reserva o suficiente para um repasse. Assim, qualquer possibilidade de um novo pagamento até o fim de 2022 é mínima.

Enquanto isso, em 2023, seriam pagos os valores referentes ao ano-base de 2022, mas a probabilidade é de que os beneficiários recebam apenas pelo ano de 2021 que está em atraso. Esse e mais detalhes ainda serão confirmados pelo governo federal. Por ora, os interessados podem verificar se receberam as quantias dos últimos anos.

Sobre o abono PIS/Pasep de 2021

Para receber o repasse referente ao ano-base de 2021, é necessário que o trabalhador tenha atuado com carteira assinada ou como servidor público no ano de referência. Os critérios seguem os mesmos, e o único detalhe que deve variar é o valor recebido. Ele depende do tempo de trabalho.

Vale lembrar que, para cada mês de contrato, conta-se 1/12 avos do salário mínimo daquele ano. Em 2021, o valor era de R$ 1.212. Aqueles ativos por 12 meses contam com um piso nacional.

Já a divulgação do abono deve ser feita apenas no início do ano que vem.

Sobre o abono PIS/Pasep de 2022

Da mesma forma, trabalhadores que estão à espera do pagamento do lote de 2022 não devem receber novidades até o ano que vem. O piso nacional também deve ser anunciado no final de janeiro, após a divulgação do fechamento do INPC deste ano, que já está previsto em 8%. Até o momento, o abono seria de R$ 1.308,96.

Os pré-requisitos para receber os valores tanto de 2021 quanto 2022 são os mesmos. Deste modo, para ter direito ao benefício, o trabalhador deve ter comprovado:

  • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base de referência;
  • Ter cadastro no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Ter feito atividade remunerada por pelo menos 30 dias no ano-base de referência (2022, no caso);
  • Ter dados informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Para fazer a consulta do abono, sendo o de 2020 já disponível, os trabalhadores só precisam baixar o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, fazer o login e clicar em “Benefícios”. A partir de então, é preciso clicar em “Consultar” em abono PIS/Pasep e selecionar o ano de 2020.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio de R$ 3 mil será pago AINDA em setembro; veja público atendido

Cerca de 154,6 mil caminhoneiros fizeram o registro e, se atenderem aos requisitos do benefício, receberão o valor acumulado e retroativo.

Pente-fino do Auxílio Brasil: quem pode perder o benefício em outubro?

Famílias com dados desatualizados ou inconsistentes podem ser excluídas do Auxílio Brasil após pente-fino do Ministério da Cidadania.

Auxílio-inclusão de R$ 606: governo confirma NOVOS beneficiários

Autorização do Ministério do Trabalho permite que mais pessoas tenham direito ao auxílio-inclusão de R$ 606. Novos beneficiários podem pedir os valores pela internet.

CadÚnico tem direito ao Kit Antena Digital; saiba com obter o equipamento

O Kit Antena Digital é um direito de todas as famílias cadastradas no CadÚnico, que tenham uma antena parabólica da versão antiga.

BPC: qual é o período máximo para análise e concessão de R$ 1,2 MIL?

O período máximo para análise e concessão dos pagamentos mensais do BPC por parte do INSS foi atualizado em junho deste ano, a partir do acordo feito com o STF.

Trabalhou entre 1971 e 1988? Bolada do PIS/Pasep está disponível para saque

De acordo com a Caixa Econômica Federal, a bolada do PIS/Pasep totaliza R$ 24,6 bilhões em recursos destinados para quem trabalhou entre 1971 e 1988.