Saiba como consultar as cotas PIS/Pasep pelo seu CPF em 2022

Trabalhadores brasileiros devem consultar as cotas PIS/Pasep pela internet para verificar se têm direito aos mais de R$ 24 bilhões.

A Caixa Econômica Federal informou que existem cerca de R$ 24,6 bilhões de antigas cotas do PIS/Pasep guardadas no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Segundo a instituição financeira, 10,6 milhões de brasileiros têm direito aos valores. Esses podem consultar as cotas PIS/Pasep pelo seu CPF e verificar se podem fazer o saque.

É importante que os trabalhadores não confundam esse benefício com o abono salarial PIS/Pasep. O primeiro (cotas) tem a ver com o antigo fundo PIS/Pasep que foi extinto e teve o dinheiro repassado para o FGTS. O segundo (abono) é um pagamento anual feito aos trabalhadores formais que estiveram em atividade no ano-base.

O que são as cotas PIS/Pasep?

Cotas PIS/Pasep, sacar PIS/Pasep, saque PIS/Pasep,
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO.

As cotas PIS/Pasep são um benefício de direito dos trabalhadores formais e servidores públicos que estavam ativos nos anos de 1971 e 1988. Durante esse período, os empregados tiveram valores descontados de seus salários e guardados no Fundo PIS/Pasep, de forma semelhante ao que acontece com o FGTS hoje.

No entanto, os dois fundos acabaram sendo vinculados por meio de decisão do governo federal em 2020, que extinguia o primeiro e transferia o seu patrimônio para o segundo. Desse modo, quem estava inscrito nas cotas PIS/Pasep teve os valores repassados para o Fundo de Garantia.

Normalmente, o PIS é repassado pela Caixa e o Pasep pelo Banco do Brasil. Com o vínculo ao FGTS, que é operado pela Caixa, os benefícios do antigo fundo passaram a ser gerenciados por esta instituição financeira.

Como consultar as cotas PIS/Pasep pelo CPF?

Muitos trabalhadores brasileiros podem ter direito aos mais de R$ 24 bilhões guardados e não sabem. Como o benefício está vinculado ao Fundo de Garantia, os interessados em receber os valores podem consultar as cotas PIS/Pasep pelo CPF diretamente no aplicativo do FGTS. Para isso, basta:

  1. Acessar a plataforma disponível para Android e iOS;
  2. Fazer login com CPF e senha cadastrados (ou criar uma nova conta de acesso);
  3. Selecionar a opção “Você possui saque disponível”.

Se estiver indicado que você tem direito ao pagamento das cotas, você poderá solicitar o saque. Nesse caso, é só prosseguir da seguinte maneira:

  1. Clicar em “Solicitar o saque PIS/Pasep”;
  2. Verificar os seus dados;
  3. Indicar em qual conta bancária quer receber o pagamento;
  4. Confirmar o pedido de retirada.

Também é possível consultar as cotas PIS/Pasep e fazer a retirada em caixas de autoatendimento da Caixa Econômica Federal, Caixa Aqui ou casas lotéricas. Nesses casos, é preciso estar em posse de um Cartão Social e só poderá sacar até R$ 3 mil.

O que acontece se o trabalhador tiver falecido?

Dependentes de trabalhadores falecidos que tenham direito ao pagamento também podem solicitar o saque. O interessado deve seguir o passo a passo abaixo:

  1. Acessar o app do FGTS com o seu próprio CPF;
  2. Ir em “Meus Saques”;
  3. Escolher a opção “Outras situações de saque”;
  4. Selecionar “PIS/Pasep – falecimento do trabalhador”;
  5. Enviar a documentação requerida;
  6. Confirmar a solicitação de saque das cotas PIS/Pasep.

Em todas as situações, o prazo máximo para acessar os valores é dia 01 de julho de 2025. De acordo com o governo federal, após esse período, o dinheiro que for deixado será devolvido aos cofres públicos.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio de R$ 3 mil será pago AINDA em setembro; veja público atendido

Cerca de 154,6 mil caminhoneiros fizeram o registro e, se atenderem aos requisitos do benefício, receberão o valor acumulado e retroativo.

Pente-fino do Auxílio Brasil: quem pode perder o benefício em outubro?

Famílias com dados desatualizados ou inconsistentes podem ser excluídas do Auxílio Brasil após pente-fino do Ministério da Cidadania.

Auxílio-inclusão de R$ 606: governo confirma NOVOS beneficiários

Autorização do Ministério do Trabalho permite que mais pessoas tenham direito ao auxílio-inclusão de R$ 606. Novos beneficiários podem pedir os valores pela internet.

CadÚnico tem direito ao Kit Antena Digital; saiba com obter o equipamento

O Kit Antena Digital é um direito de todas as famílias cadastradas no CadÚnico, que tenham uma antena parabólica da versão antiga.

BPC: qual é o período máximo para análise e concessão de R$ 1,2 MIL?

O período máximo para análise e concessão dos pagamentos mensais do BPC por parte do INSS foi atualizado em junho deste ano, a partir do acordo feito com o STF.

Trabalhou entre 1971 e 1988? Bolada do PIS/Pasep está disponível para saque

De acordo com a Caixa Econômica Federal, a bolada do PIS/Pasep totaliza R$ 24,6 bilhões em recursos destinados para quem trabalhou entre 1971 e 1988.