Auxílio Brasil 2023 já tem valor previsto pelo governo; veja qual é

O Orçamento prevê um pequeno reajuste para o Auxílio Brasil 2023, mas deve continuar abaixo das parcelas de R$ 600 temporárias.

Na última semana, o governo federal enviou a Proposta de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para o Congresso Nacional, com as estimativas de gastos para o próximo ano. Entre as previsões, está o novo valor do Auxílio Brasil 2023, que pode superar o ticket médio firmado em 2022.

Leia também

Da arrecadação de impostos nesse ano, apenas 6,3% serão voltados para o custeio do programa social, com um pequeno aumento previsto. Segundo o secretário especial de Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago, o programa “está dentro do teto de gastos”.

Além do Auxílio Brasil 2023, o texto também estima o reajuste do salário mínimo em 7,41%. O percentual é maior que o original previsto e considera apenas a inflação observada até agora. Sendo assim, o PLOA não conta com aumento real para o piso nacional pelo quarto ano seguido.

Auxílio Brasil 2023 pode ter um valor maior

Auxílio Brasil, Auxílio Brasil valor, Auxílio Brasil de R$ 600
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO

Em 2022, o Auxílio Brasil firmou o pagamento médio de R$ 400 por mês, sendo que algumas famílias poderiam receber a mais por conta dos benefícios complementares. Esses variam conforme o perfil a família. Contudo, para os últimos meses do ano, o governo concedeu um adicional de R$ 200 para todos os inscritos.

Dessa forma, os beneficiários receberão parcelas de R$ 600 até o mês de dezembro. A expectativa, depois disso, era que os pagamentos retornassem aos R$ 400. Segundo Colnago, para manter o adicional de R$ 200, seria necessário gastar mais R$ 52 bilhões do Orçamento.

“O Auxílio Brasil é uma despesa que está dentro do teto de gastos. Se eu fosse retirar dos R$ 99 bilhões mais R$ 52 bilhões [para o programa], não teria como caminhar com a máquina pública”, explicou o secretário. De acordo com o PLOA, o Auxílio Brasil 2023 pode passar por uma pequena correção, sendo proposto em R$ 405 por mês.

Segundo o próprio Ministério da Economia, o ticket médio é composto por três benefícios principais:

  • Primeira Infância: para crianças de até 36 meses incompletos;
  • Composição Familiar: para famílias com gestantes e jovens de até 21 anos incompletos;
  • Superação da Extrema Pobreza: para famílias que não tenham superado a extrema pobreza mesmo recebendo os dois benefícios anteriores.

Expectativa de manutenção dos R$ 600

Apesar dos R$ 405 estabelecidos, o Ministério da Economia informou que vai se esforçar para chegar ao valor de R$ 600 a partir do próximo ano. O aviso foi dado em mensagem enviada junto com a proposta orçamentária. No entanto, não foi explicada quais alternativas serão usadas para bancar esse aumento.

“O governo federal reconhece a relevância da referida política pública e a importância da continuidade daquele incremento para as famílias atendidas pelo Programa. Nesse sentido, o Poder Executivo envidará esforços em busca de soluções jurídicas e de medidas orçamentárias que permitam a manutenção do referido valor no exercício de 2023, mediante o diálogo junto ao Congresso Nacional para o atendimento dessa prioridade”, dizia a nota.

O Auxílio Brasil 2023 no valor médio mensal de R$ 405 não é a única previsão para o programa. Na PLOA, o público a ser abarcado pelo benefício no ano que vem é maior do que o atual de 2022.

O texto indica um aumento de 20,2 milhões de famílias atendidas para 21,64 milhões. Com isso, o orçamento previsto para o programa é de R$ 105,7 bilhões no próximo ano.

Leia também


você pode gostar também

Calendário INSS Setembro: 11 saques ainda serão liberados; veja datas

O calendário do INSS é dividido entre segurados que recebem o valor do piso nacional e aqueles que recebem acima dele.

Abono PIS/Pasep esquecido soma R$ 569,2 milhões; veja quem pode sacar

Beneficiários têm direito a receber, do abono PIS/Pasep, até R$ 1.212,00. Veja se possui algum valor esquecido.

Consulta do Auxílio Brasil de outubro será feita pelo CPF; saiba como

Mais de 20 milhões de brasileiros podem receber as parcelas em outubro. A consulta do Auxílio Brasil de R$ 600 será feita pelo CPF.

Recebe menos de R$ 1,6 MIL? Você pode ter direito ao salário-família

O salário-família é um direito trabalhista voltado para complementação de renda das pessoas que vivem com menos de R$ 1,6 mil por mês.

Quem tem direito ao FGTS esquecido de 2022? Montante é de R$ 9,2 bilhões

Os trabalhadores que ainda não movimentaram os valores referentes ao Saque Extraordinário têm direito a movimentar o FGTS esquecido até dezembro deste ano.

Casa Verde e Amarela: saiba como fazer simulação e participar do programa

O Casa Verde e Amarela oferece aos brasileiros a possibilidade de realizar uma simulação para conferir as condições de participar do programa habitacional do Governo Federal.