Teto do INSS passa a ter novo valor previsto para 2023; veja estimativa

Teto do INSS em 2023 deverá passar por reajuste. Novo valor previsto pelo governo federal deve afetar aposentados e pensionistas.

O governo federal fez uma nova projeção do teto do INSS para o ano de 2023. A estimativa foi apresentada pelo Ministério da Economia e foi incluída no Projeto de Leio Orçamentária Anual (PLOA). O texto foi encaminhado nesta quarta-feira (31/08) ao Congresso Nacional, onde será debatido e votado.

Leia também

Vale lembrar que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é o responsável por pagar aposentadorias e pensões de milhões de brasileiros em todo o país. Segundo o instituto, a maior parte dos segurados recebe um salário mínimo. Somente cerca de 1% tem direito ao teto do INSS.

Teto do INSS 2023: previsão

De acordo com as regras atuais, o teto do INSS é reajustado anualmente conforme a inflação. O valor de 2023 será elevado conforme a alta de preços do ano de 2022.

Por sua vez, o governo federal prevê que inflação para 2022 será de 7,41%. Sendo assim o teto do INSS em 2023 deverá ser de R$ 7.612,38, um aumento de quase R$ 600, se comparado com o atual (R$ R$ 7.087,22).

O Ministério da Economia utiliza o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) para determinar a inflação anual. O INPC é medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Vale lembrar que o piso do INSS segue o salário mínimo. No caso, a previsão também será de aumento de 7,41%. Os repasses sairão de R$ 1.212 para R$ 1.302, se a projeção do Ministério da Economia se confirmar. Sendo assim, não deverá ter aumento no ganho real.

Teto INSS 2023: valor ainda pode mudar

aposentadoria 2023, INSS 2022, teto do INSS R$ 7 mil
Foto: Concursos no Brasil

O valor de R$ 7.612,38 do teto do INSS 2023 ainda pode mudar. O INPC que conta no PLOA enviado ao Congresso é uma previsão feita pelo Ministério da Economia baseada nos relatórios mensais divulgados pelo IBGE.

Todavia, o resultado final só deverá sair no começo de janeiro de 2023. Sendo assim, o valor do teto do INSS poderá sofrer modificações. Então, recomenda-se que trate o valor máximo e também o piso como projeções.

Calendário do INSS: repasses restantes do mês-base de agosto

O calendário do INSS, que começou no mês de agosto, ainda possui repasses para o mês de setembro. O cronograma segue o penúltimo dígito (999.999.999-9) do Número de Beneficiário (NB). Além disso, ainda há uma separação entre quem ganha um salário mínimo e quem recebe acima do piso nacional. Confira os repasses restantes:

Pagamentos de um salário mínimo vigente (R$ 1.212)

Confira o calendário de quem ainda receberá um salário mínimo (R$ 1.212):

  • Segurado com penúltimo dígito do NB 6: 1 de setembro de 2022;
  • Segurado com penúltimo dígito do NB 7: 2 de setembro de 2022;
  • Segurado com penúltimo dígito do NB 8: 5 de setembro de 2022;
  • Segurado com penúltimo dígito do NB 9: 6 de setembro de 2022;
  • Segurado com penúltimo dígito do NB 0: 8 de setembro de 2022.

Pagamentos acima de um salário mínimo

Por fim, veja os dias nos quais quem ganha acima de um salário mínimo receberá:

  • Segurado com penúltimo dígito do NB 1 ou 6: 1 de setembro de 2022;
  • Segurado com penúltimo dígito do NB 2 ou 7: 2 de setembro de 2022;
  • Segurado com penúltimo dígito do NB 3 ou 8: 5 de setembro de 2022;
  • Segurado com penúltimo dígito do NB 4 ou 9: 6 de setembro de 2022;
  • Segurado com penúltimo dígito do NB 5 ou 0: 8 de setembro de 2022.

Lembrando que é possível consultar os pagamentos pelo site Meu INSS, pelo aplicativo Meu INSS (Android e iOS) e também pelo telefone 135, que funciona de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h, horário de Brasília.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio Gás será pago na próxima semana; saiba consultar benefício pelo CPF

Beneficiários do Auxílio Gás podem utilizar o CPF em quatro plataformas diferentes para consultarem os repasses de outubro.

Saque triplo do PIS/Pasep pode ser feito neste mês; veja quem tem direito

Valores são referentes ao dinheiro não retirado dos anos-base 2019 e 2020, além das cotas do extinto Fundo PIS/Pasep.

Afinal, 14º salário do INSS sairá para aposentados ainda neste ano?

O 14º salário do INSS é um Projeto de Lei que visa beneficiar segurados impactados pela crise econômica ocasionada durante a pandemia.

Quem poderá perder o benefício do INSS em outubro? Veja regras do pente-fino

Aposentados e pensionistas do INSS serão convocados para passar por pente-fino de verificação da elegibilidade e algumas pessoas podem perder o benefício.

Pente-fino do BPC: veja quem poderá ficar sem as parcelas de R$ 1,2 MIL

O pente-fino do BPC também deve revisar outros benefícios por incapacidade, bem como demais aposentadorias do INSS.

Empréstimo Auxílio Brasil: veja regras, valor máximo e taxa de juros

O Empréstimo Auxílio Brasil consiste numa modalidade do empréstimo consignado para os beneficiários do programa social, com desconto das parcelas na folha do benefício.