Abono atrasado do PIS/Pasep: saiba como pedir a reemissão em 2022

O abono atrasado do PIS/Pasep pode ser solicitado de formas diferentes pelos trabalhadores. Saiba quem tem direito.

Existem trabalhadores que esqueceram ou não sabem que possuem direito ao saque do abono atrasado do PIS/Pasep. O governo federal liberou que essas pessoas peçam pela reemissão do benefício neste ano. Ou seja, há uma espécie de segunda chance para obter os valores.

Vale lembrar que o abono PIS/Pasep do ano-base de 2020, que foi liberado em 2022, não faz parte dos benefícios “esquecidos”. No caso, o recurso segue liberado para quem tem direito e ficará disponível até o dia 29 de dezembro de 2022.

Para consultar, basta acessar o aplicativo da Carteira de Trabalho (Android e iOS). O PIS é pago pela Caixa aos trabalhadores da iniciativa privada com carteira assinada e o Pasep é repassado pelo Banco do Brasil para os servidores públicos.

O abono atrasado também não deve ser confundido com as cotas PIS/Pasep. O primeiro faz repasses anuais de até um salário mínimo vigente no ano original do pagamento. Por sua vez, as cotas são voltadas para quem trabalhou entre os anos de 1971 e 1988 e que seguiram as regras previstas em lei.

Regras básicas do abono PIS/Pasep

abono salarial, abono pis/pasep
Foto: Pixabay

De acordo com o as regras atuais, para receber o abono PIS/Pasep, o interessado deve trabalhar com carteira assinada em uma empresa privada ou no setor público e cumprir as determinações a seguir:

  • Receber, em média, até dois salários mínimos;
  • Ser inscrito no eSocial ou na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS);
  • Estar registrado há, no mínimo, cinco anos no PIS ou no Pasep;
  • Ter trabalhado por pelo menos 30 dias no ano-base do abono;
  • Não ser empregado doméstico;
  • Não ser contratado por pessoa física.

O benefício paga até um salário mínimo vigente aos trabalhadores.

Abono atrasado do PIS/Pasep: quem tem direito

Além de cumprir as regras básicas do abono PIS/Pasep, é necessário que o trabalhador não tenha sacado os valores do benefício quando ele foi liberado. Ou seja, se a pessoa, por exemplo, não obteve o valor do ano-base de 2019, ela poderá pedir pelo dinheiro.

O valor do pagamento varia conforme o tempo que o indivíduo trabalhou no respectivo ano-base. No máximo, é pago um salário mínimo e somente para quem trabalhou o ano-base completo.

No caso, esse valor máximo é referente ao piso nacional vigente na época dos repasses. Ou seja, como o abono PIS/Pasep do ano-base de 2019 foi liberado em 2020, o valor máximo será o salário mínimo de 2020. Isso ocorre para todos os abonos atrasados.

É possível que o indivíduo consulte se tem direito ao abono atrasado do PIS/Pasep de forma online ou pelo telefone. Sendo assim, o governo federal oferece o aplicativo da Carteira de Trabalho (sistemas Android e iOS). Quem não tiver acesso à internet pode ligar para o número 158.

No caso, o prazo para solicitar vai até o dia 29 de dezembro de 2022. Se a pessoa não sacar, deverá esperar pelo cronograma do ano que vem que ainda será divulgado pelo governo federal.

Abono atrasado do PIS/Pasep: como solicitar

O abono atrasado do PIS/Pasep pode ser solicitado de quatro formas diferentes. Veja como pedir a reemissão do benefício:

Aplicativo

O app da Carteira de Trabalho (Android e iOS) permite que o trabalhador peça pelo abono atrasado do PIS/Pasep.

E-mail

Existe a opção de enviar um e-mail para trabalho.uf@economia.gov.br. É necessário trocar o termo “uf” pela sigla do seu estado (exemplo: São Paulo = sp).

Telefone

Pelo telefone 158 (Alô trabalhador), o interessado pode fazer o pedido do dinheiro. Lembre-se de estar com seus documentos em mãos, pois os dados pessoais serão solicitados.

Presencialmente

Quem quiser, pode ir até uma unidade do Ministério do Trabalho e fazer a solicitação com um servidor local. O trabalhador deverá levar um documento de identidade e o CPF.

Leia também


você pode gostar também

Desconto no IPVA será liberado para ESTES carros

Carros elétricos e híbridos terão descontos no IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores). Saiba os detalhes.

Inscritos no Auxílio Brasil podem acumular R$ 1,2 MIL em benefícios

Os beneficiários do Auxílio Brasil podem acumular benefícios complementares, sendo que o valor pode chegar a R$ 1.220. Saiba os detalhes.

Próximo abono PIS já tem regras definidas; veja quem deverá receber

O abono PIS/Pasep de 2021 está previsto para ser pago somente em 2023, mas as regras para o recebimento do benefício trabalhista foram fixadas pelo Ministério do Trabalho.

Auxílio de R$ 800 será liberado no calendário de outubro? Veja o que se sabe

Hoje, o benefício paga parcelas mensais de R$ 600 para quem cumpre com os requisitos. Veja o que se sabe sobre o Auxílio Brasil de R$ 800.

Outubro terá NOVO saque FGTS com valores que podem superar R$ 3,9 MIL

Trabalhadores formais poderão fazer saque FGTS de até 50% do saldo no mês de outubro. Os valores devem ser solicitados por aplicativo.

Quem pode pedir a bolada do Abono PIS/Pasep retroativo?

Trabalhadores podem ter direito a sacar bolada do abono PIS/Pasep retroativo. Veja como fazer a consulta dos valores.