Saque FGTS de até R$ 1 mil ainda pode ser feito; veja prazo limite

O calendário de pagamentos foi encerrado em junho, mas os profissionais podem acessar os valores em contas ativas e inativas vinculadas ao fundo até dezembro deste ano.

O saque FGTS de até R$ 1 mil está disponível para os trabalhadores e profissionais que possuam valores em contas ativas e inativas vinculadas ao fundo. Neste sentido, faz parte do Saque Extraordinário do FGTS, uma medida lançada pelo Governo Federal para contornar os impactos gerados pela pandemia da COVID-19 no país.

Por via de regra, esses valores podem ser acessados somente em situações específicas, prescritas nas normas do fundo. Portanto, em caso de aposentadoria, demissão sem justa causa ou compra de imóvel próprio, por exemplo. Porém, essa modalidade permite que os trabalhadores saquem o valor máximo de mil reais sem necessariamente seguir essas regras.

Como solicitar o saque FGTS de até R$ 1 mil?

Em primeiro lugar, os trabalhadores não precisam solicitar os valores, pois serão realizados depósitos automáticos nas contas do trabalhador vinculada à Caixa Econômica Federal. Aos profissionais que não possuem vínculos com a instituição, será aberta uma conta poupança social digital automaticamente com os dados disponíveis no fundo.

O encerramento dos depósitos do Saque Extraordinário dentro do calendário desenvolvido para a medida aconteceu no último 15 de junho. Porém, os valores estão disponíveis para todos os trabalhadores, sem limitação por mês de nascimento, até dezembro deste ano. No geral, mais de 42 milhões de profissionais foram beneficiados pela decisão.

Entretanto, o saque é de natureza facultativa, de modo que os trabalhadores que não quiserem solicitar os valores devem declarar a escolha através do aplicativo FGTS, disponível para Android e iOS, ou diretamente nas agências do banco.

Neste caso, o dinheiro retorna para o fundo e poderá ser disponibilizado novamente depois, após publicação de novo calendário.

Para evitar problemas no fluxo dos depósitos, o dinheiro está sendo movimentado a partir de uma ordem. Neste sentido, os valores liberados primeiro referem-se às contas inativas, relacionadas a contratos de trabalho encerrados, a começar por aquelas com menor saldo. Posteriormente, o mesmo irá acontecer com as contas ativas.

Em todas as situações, o valor máximo de saque é de R$ 1 mil, de modo que trabalhadores com menos que essa quantia em sua conta poderão solicitar tudo que está disponível. Por outro lado, os profissionais com valores superiores não terão acesso a dois saques, mesmo que seja relativo a contas diferentes.

Como acessar os valores?

Os trabalhadores podem acessar os pagamentos através do aplicativo Caixa Tem, disponível para Android e iOS. Através da plataforma, é possível realizar transferências bancárias para outras instituições, pagamento com Pix, emitir boletos e até solicitar um cartão de débito virtual para compras na internet com o valor disponível.

Caso o trabalhador não receba o valor automaticamente, é necessário entrar em contato com o FGTS para regularizar a situação. No geral, esse bloqueio acontece principalmente por inconsistência dos dados ou por decisão judicial, podendo ser refutada.

Leia também

você pode gostar também