Saque FGTS de até R$ 1 mil é liberado nesta quarta-feira para último grupo

Saque FGTS de até R$ 1 mil termina de fazer os repasses. Trabalhadores possuem até o final do ano para movimentarem o dinheiro.

Nesta quarta-feira, dia 15 de junho, será liberado o último saque FGTS de até R$ 1 mil. No caso, cerca de 3,3 milhões de trabalhadores que nasceram no mês de dezembro terão direito a receber o recurso. Confira como consultar o dinheiro.

Vale lembrar que o saque FGTS só pode ser feito por trabalhadores que possuem conta no fundo com algum saldo. Por outro lado, mesmo que a pessoa tenha mais que R$ 1 mil no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o limite permanecerá o mesmo.

Saque FGTS até R$ 1 mil: calendário completo

O saque FGTS de até R$ 1 mil começou no mês de abril e dividiu os beneficiários em 12 grupos, conforme a data de nascimento. Veja como foi a distribuição:

  • Nascidos em janeiro: 20 de abril de 2022;
  • Nascidos em fevereiro: 30 abril de 2022;
  • Nascidos em março: 04 de maio de 2022;
  • Nascidos em abril: 11 de maio de 2022;
  • Nascidos em maio: 14 de maio de 2022;
  • Nascidos em junho: 18 de maio de 2022;
  • Nascidos em julho: 21 de maio de 2022;
  • Nascidos em agosto: 25 de maio de 2022;
  • Nascidos em setembro: 28 de maio de 2022;
  • Nascidos em outubro: 01 de junho de 2022;
  • Nascidos em novembro: 08 de junho de 2022;
  • Nascidos em dezembro: 15 de junho de 2022.

Os trabalhadores possuem até o final do ano para movimentarem o dinheiro. Caso contrário, será devolvido para as contas do fundo.

Saque FGTS até R$ 1 mil: como consultar e pedir

Quem utilizou o recurso do saque emergencial de 2020 não precisará solicitar o saque FGTS. O depósito será automático no Caixa Tem. Já quem não utilizou o dinheiro, poderá ter que pedir pelo saque.

A consulta e a solicitação podem ser feitas no aplicativo do FGTS (Android e iOS). Basta a pessoa fazer o login e ir na opção do “saque extraordinário”. Ao mesmo tempo, a pessoa não é obrigada a sacar o dinheiro. Quem quiser, poderá pedir para que o recurso retorne a sua conta. O pedido deve ser feito também pelo app do FGTS.

Leia também

você pode gostar também