Abono PIS/Pasep: até quando será possível sacar o valor pago em 2022?

Mais de 400 mil trabalhadores não sacaram o abono PIS/Pasep referente a 2020. Valores podem ser acessados até o final do ano.

O abono PIS/Pasep é um benefício pago de maneira anual a milhões de trabalhadores formais da iniciativa privada e também do setor público. Em 2022, o governo repassou os valores do ano-base de 2020 que estava atrasado. Mais de 400 mil trabalhadores, por sua vez, ainda não resgataram o dinheiro. Veja até quando o abono PIS/Pasep 2022 poderá ser sacado.

A Caixa Econômica Federal é responsável por fazer os depósitos do PIS, que é destinado para os trabalhadores da iniciativa privada com carteira assinada. Já o Pasep é pago pelo Banco do Brasil aos servidores públicos.

Saque do abono PIS/Pasep 2022

O abono PIS/Pasep relativo ao ano de 2020 está disponível para aqueles que ainda não resgataram os valores. Muitas pessoas com direito aos pagamentos não sabem e, por isso, não sacam o dinheiro. Se esse é o seu caso, há uma forma bastante simples de consultar o abono PIS/Pasep pela internet.

No momento, é possível consultar os repasses do ano-base 2020 por meio do aplicativo da Carteira de Trabalho Digital (Android e iOS). O benefício é pago em quantias variáveis que podem chegar a até um salário mínimo vigente (R$ 1.212 atualmente) e o dinheiro ficará acessível até o dia 29 de dezembro de 2022.

Quem tem direito ao PIS/Pasep 2020?

Trabalhadores de carteira assinada no ano-base, sejam eles servidores públicos ou empregados da iniciativa privada, podem receber o abono PIS/Pasep 2020. Para isso, essas pessoas precisam cumprir com todos os seguintes critérios:

  • Ter trabalhado formalmente por, pelo menos, 30 dias em 2020;
  • Ter recebido remuneração mensal de até dois salários mínimos em 2020;
  • Estar registrado no PIS ou no Pasep há, pelo menos, cinco anos;
  • Ter inscrição junto à Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou no e-Social, com dados corretamente apresentados pelo contratante;
  • Não ser empregado doméstico ou ter sido contratado por pessoa física.

Os pagamentos desse benefício foram liberados de maneira escalonada entre os meses de fevereiro e março. Aqueles que tiverem direito ao abono salarial de 2021 devem aguardar o calendário oficial do governo.

Leia também

você pode gostar também