Auxílio Gás terá novo valor na próxima parcela; veja o que se sabe

O Auxílio Gás realiza pagamentos a cada dois meses para cerca de 5,4 milhões de pessoas. Veja se já há o novo valor dos repasses.

O Auxílio Gás realiza pagamentos bimestrais para cerca de 5,4 milhões de beneficiários. Os valores pagos aos inscritos no programa variam conforme a média nacional do botijão de gás. Portanto, veja o que se sabe sobre o novo valor da próxima parcela.

Vale lembrar que os repasses do Auxílio Gás são realizados a cada dois meses. Os inscritos são divididos em dez grupos, de acordo com o dígito final do Número de Inscrição Social (NIS).

Auxílio Gás terá novo valor na próxima parcela

O valor da parcela do Auxílio Gás é determinado por levantamentos realizados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O programa repassa 50% do preço da média nacional do botijão de gás de cozinha de 13 kg.

Para a próxima parcela do Auxílio Gás, o governo federal ainda não definiu os valores. É provável que, nos próximos dias, o Ministério da Cidadania informe quanto será pago aos beneficiários. Geralmente, a informação sai perto do início dos repasses.

Calendário Auxílio Gás do mês de junho de 2022

O calendário do Auxílio Gás segue o do Auxílio Brasil. Portanto, o cronograma para o mês de junho já foi divulgado pelo governo federal. Confira todas as datas logo a seguir:

  • NIS final 1: 17 de junho de 2022;
  • NIS final 2: 20 de junho de 2022;
  • NIS final 3: 21 de junho de 2022;
  • NIS final 4: 22 de junho de 2022;
  • NIS final 5: 23 de junho de 2022;
  • NIS final 6: 24 de junho de 2022;
  • NIS final 7: 27 de junho de 2022;
  • NIS final 8: 28 de junho de 2022;
  • NIS final 9: 29 de junho de 2022;
  • NIS final 0: 30 de junho de 2022.

É possível consultar os pagamentos do Auxílio Gás por meio do aplicativo do Auxílio Brasil (Android e iOS) e do Caixa Tem (Android e iOS). Além disso, o interessado pode ligar para o telefone 111 da Caixa Econômica Federal ou o 121 do Ministério da Cidadania para fazer a verificação. Em todas as situações é necessário informar o CPF.

Leia também

você pode gostar também