Auxílio Brasil de R$ 400 pode ser solicitado por solteiros? Veja regras

A inscrição no Auxílio Brasil é realizada de forma automática pelo Ministério da Cidadania e contempla solteiros que estejam dentro dos critérios.

O Auxílio Brasil é um programa de transferência de renda que ajuda famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica pagando valor médio de R$ 400 por mês.

Apesar de ter foco em grupos familiares, o benefício também contempla brasileiros solteiros, desde que esses cumpram todos os requisitos.

Atualmente, os pagamentos são realizados para mais de 20 milhões de inscritos, com priorização para mães solteiras e mulheres vítimas de violência doméstica que estejam sob medidas protetivas. Além disso, valor do repasse pode aumentar, uma vez que o programa possui benefícios complementares.

Auxílio Brasil contempla pessoas solteiras

Os solteiros que se interessem em participar do Auxílio Brasil precisam cumprir todos os requisitos do programa, assim como as famílias. Dessa forma, é necessário:

  • Estar inscrito no CadÚnico, com os dados atualizados;
  • Ter renda familiar mensal de R$ 100 até R$ 500 por pessoa.

Vale ressaltar que a atualização do cadastro é necessária para informar possíveis alterações na estrutura familiar, como casamentos, falecimentos, adoção, nascimentos etc. Caso não haja nenhuma mudança, ainda sim é preciso confirmar os dados.

A partir do CadÚnico, o Ministério da Cidadania (MC) avalia os perfis e seleciona os novos beneficiários quando há abertura no Orçamento. Ou seja, não há como garantir que a pessoa será incluída no programa.

Como consultar o Auxílio Brasil

Os inscritos no Auxílio Brasil podem verificar informações sobre os pagamentos pelo aplicativo do programa ou pelo Caixa Tem. Basta fazer o login com CPF e senha cadastrados e verificar o extrato dos repasses. A consulta também pode ser feita por telefone, ligando para:

  • Central do Ministério da Cidadania, no número 121;
  • Central de Atendimento da Caixa, no número 111.

Nesses casos, é só informar o número do CPF. As transferências do Auxílio Brasil são realizadas nos últimos 10 dias úteis de cada mês. O calendário do programa escalona os beneficiários pelo Número de Identificação Social (NIS).

Dessa forma, os repasses de maio serão encerrados no dia 31 (terça-feira). Os próximos depósitos serão iniciados no dia 17 de junho.

Leia também

você pode gostar também